Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Apanhados homens que fugiram de tribunal do Porto

Os três homens que ontem escaparam do Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto, pela janela do edifício, já foram apanhados, confirmou ao Notícias ao Minuto fonte da Direção Nacional da PSP, remetendo mais detalhes para a conferência de imprensa marcada para as 20 horas.

Apanhados homens que fugiram de tribunal do Porto
Notícias ao Minuto

18:20 - 19/10/18 por Melissa Lopes 

País Crime

Os três homens - dois irmãos e um sobrinho - fugiram ontem à tarde pela janela do TIC do Porto, depois de lhes ter sido decretada a medida de coação de prisão preventiva por mais de 30 roubos violentos a residências de idosos. Foram capturados, esta sexta-feira, no parque de campismo de Gondomar, terminando assim uma fuga que durou cerca de 24 horas. 

Detidos e levados para a esquadra da divisão criminal da PSP do Porto, os três homens foram, por volta das 19h20, transportados para o Estabelecimento Prisional de Custóias, para dar cumprimento à medida de coação que lhes havia sido determinada pelo ontem pelo juiz. 

Em declarações aos jornalistas, a advogada dos fugitivos disse que, "dentro do possível", gémeos e sobrinho "estão calmos".

O facto de terem fugido do tribunal, esclareceu a advogada, não obriga a que os suspeitos tenham de ser presentes a juiz antes do julgamento, uma vez que aos suspeitos já lhe havia sido aplicada a medida de coação mais gravosa. 

Considerados pelas autoridades como indivíduos “perigosos” que podiam estar armados, após a fuga, a PSP pediu ajuda da população para apanhar os fugitivos, divulgando os seus rostos para o efeito.

Ainda não há explicações concretas sobre como é que foi possível os suspeitos conseguirem escapar do tribunal e, apesar de a Secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, ter atribuído responsabilidades ao tribunal, o Comando Metropolitano do Porto abriu uma averiguação interna.

"Terá havido uma falha" após a descida dos arguidos às celas do TIC, no piso -2 das instalações judiciais, uma possibilidade que está a ser averiguada internamente pelo Comando Metropolitano da PSP do Porto, disse fonte da PSP do Porto à Lusa, ao final da manhã de hoje.

Depois de terem ouvido da boca do juiz que iriam aguardar o julgamento em prisão preventiva, Emanuel, Fernando e Hugo foram encaminhados às celas, enquanto aguardavam pela carrinha celular para serem então transportados para a prisão.

Mas um dos assaltantes pediu para se despedir da namorada e terá sido este episódio que permitiu a fuga dos criminosos.

Questionada esta sexta-feira à tarde, fonte da Direção Nacional da PSP explicou à agência Lusa que as zonas de detenção dos tribunais são da responsabilidade da polícia e que, neste caso concreto, competia aos serviços prisionais apenas o transporte dos detidos para cumprimento da prisão preventiva.

Confirmando a detenção dos fugitivos, a Direção Nacional da PSP remeteu esclarecimentos para a conferência de imprensa marcada para as 20 horas. 

[Notícia atualizada às 19h30, incluindo declarações da advogada]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório