Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2021
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Hospital aplica tabela de preços antes do tempo para cobrar mais

A denúncia foi feita na plataforma da DECO, Reclamar, e diz respeito a uma situação ocorrida em fevereiro passado numa unidade hospitalar de Coimbra.

Hospital aplica tabela de preços antes do tempo para cobrar mais

Um hospital privado localizado em Coimbra foi acusado de ter cobrado, a um paciente beneficiário da ADSE, um preço por um curativo que ainda não havia entrado em vigor.

Mais especificamente. Em fevereiro, um homem deslocou-se à unidade hospitalar em causa porque precisava de um curativo, ato médico que é feito em regime de ambulatório.

Após o atendimento, o paciente dirigiu-se à receção para pagar, tendo-lhe sido apresentadas duas faturas: uma de 55 cêntimos pelo penso e outra de 9,13 euros pelos consumíveis necessários à realização do ato médico.

Tal não seria notícia, não fosse o facto de estes valores pertencerem a uma tabela de preços que ainda não tinha entrado vigor. Conhecedor deste facto e de quais os valores da tabela que deviam ser aplicados, o paciente recusou pagar e denunciou o caso na plataforma Reclamar da DECO.

De referir que em vigor estava ainda a tabela de preços referente a 2017, que determinava que os consumíveis gastos em atos de enfermagem, realizados em ambulatório, estavam incluídos no preço do próprio ato, tal como explica a DECO.

Após a denúncia, a unidade hospitalar reconheceu o erro cometido e anulou a cobrança que havia sido feita ao paciente.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório