Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2018
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Foram presos porque não pediram nada no Starbucks

Os dois homens negros estavam à espera de um amigo. Foram detidos por invasão.

Notícias ao Minuto

23:26 - 14/04/18 por Fábio Nunes 

Mundo EUA

A polícia de Filadélfia deteve dois homens negros num Starbucks porque não pediram nada para comer ou beber. Melissa DePino publicou no Twitter um vídeo deste incidente filmado por um amigo que se encontrava no café nesta quinta-feira.

“A polícia foi chamada porque estes homens não pediram nada. Estavam à espera que chegasse um amigo, que acabou por chegar quando eles estavam a ser levados, algemados, sem terem feito algo” de mal, escreveu. “Todas as pessoas brancas estão a questionar-se porque é que isto nunca lhes aconteceu quando fazem o mesmo”.

No vídeo, o amigo que se deveria encontrar com estes dois homens, Andrew Yaffe, pergunta a um agente o que é que eles fizeram para serem detidos. “Porque é que foram chamados? Porque há dois negros sentados aqui à minha espera?”. Pode-se ouvir outra voz a dizer que “eles não fizeram nada. Eu vi tudo”.

Lauren Wimmer, a advogada dos homens detidos, disse ao BuzzFeed que uma gerente do Starbucks pediu aos dois homens para saírem do estabelecimento por não terem pedido nada. Isto apesar de eles terem explicado que estavam à espera que chegasse um amigo.

Noutro vídeo publicado no YouTube pelo Philly Voice, ouve-se um dos agentes a dizer que os homens estavam a ser detidos por “invasão”. Andrew Yaffe respondeu-lhe que tratava-se de “discriminação”.

Através do Twitter, o Starbucks pediu desculpas aos dois homens e aos clientes que estavam no local e admitiu que iria rever as suas políticas para que “situações destas não se repitam”.

Mas Richard Ross, Comissário da polícia de Filadélfia, considera que os agentes agiram de forma correta. Pediram para os homens saírem do Starbucks mas eles recusaram-se.

Ben Waxman, porta-voz da procuradoria de Filadélfia, disse ao Huffington Post que não foram apresentadas queixas contra os dois detidos “por falta de provas de que tivesse sido cometido um crime”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório