Meteorologia

  • 19 JUNHO 2018
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 22º

Edição

Envenenamento de ex-espião russo é "incidente muito preocupante"

O secretário-geral da NATO considerou na segunda-feira que o envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal, que Londres considera ser "muito provável" ser da responsabilidade da Rússia, é um "incidente muito preocupante".

Envenenamento de ex-espião russo é "incidente muito preocupante"
Notícias ao Minuto

06:42 - 13/03/18 por Lusa

Mundo NATO

"O Reino Unido é um aliado muito valioso e este incidente é muito preocupante para a NATO", afirma, em comunicado, Jens Stoltenberg, ciitado pela France Press.

Jens Stoltenberg adianta que a Organização do Tratado do Atlântico Norte "está em contacto com as autoridades britânicas sobre o assunto".

Serguei Skripal, de 66 anos, e a filha Yulia, de 33 anos, foram encontrados inconscientes no dia 04 de março, num banco num centro comercial em Salisbury, no sul de Inglaterra.

Na quarta-feira seguinte, o chefe da polícia antiterrorista britânica, Mark Rowley, revelou que o ex-agente duplo russo e a sua filha tinham sido vítimas de um ataque deliberado com um agente que ataca o sistema nervoso.

Os dois têm permanecido hospitalizados, nos cuidados intensivos, em "estado crítico, mas estável".

Também hospitalizado está um polícia, um dos primeiros a chegar ao local para socorrer o ex-espião russo e a sua filha. O elemento das forças policiais está consciente e encontra-se em "estado grave, mas estável".

Na última segunda-feira, a primeira-ministra britânica, Theresa May, afirmou ser "muito provável que a Rússia seja responsável" pelo envenenamento do ex-espião russo e da filha.

Diante dos parlamentares britânicos, May sublinhou que a substância utilizada contra o ex-espião e a filha Yulia é "de qualidade militar" desenvolvida pela Rússia.

Na mesma intervenção, a primeira-ministra do Reino Unido deu a Moscovo um prazo, até hoje à noite, para fornecer explicações à Organização para a Proibição de Armas Químicas.

Neste dia, a Rússia classificou como um "espetáculo circense" as acusações feitas pela primeira-ministra britânica.

"É um espetáculo circense no parlamento britânico. As conclusões são claras: uma nova campanha de propaganda informativa assente em provocações", declarou a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.