Meteorologia

  • 21 JUNHO 2018
Tempo
22º
MIN 22º MÁX 22º

Edição

Trump vai encontrar-se com alunos e responsáveis por segurança escolar

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai receber estudantes em audiência, na quarta-feira, na sequência do tiroteio na Florida, que provocou 17 mortos, e também reunir-se com responsáveis pela segurança escolar, anunciou hoje a Casa Branca.

Trump vai encontrar-se com alunos e responsáveis por segurança escolar
Notícias ao Minuto

19:59 - 18/02/18 por Lusa

Mundo EUA

Trump irá reunir-se com estudantes e professores na quarta-feira, e na quinta-feira com responsáveis locais e estaduais na área da segurança nas escolas.

Estudantes que sobreviveram ao tiroteio em Parkland têm estado a criticar o presidente dos Estados Unidos, instando-o, e a outros responsáveis, a tomar medidas contra a violência nas escolas.

Trump visitou na sexta-feira a comunidade onde sucedeu o ataque, e as vítimas hospitalizadas, mas a sua atenção tem estado sobretudo nas investigações sobre a ingerência da Rússia nas eleições de 2016 - sobre a qual se tem sempre mostrado cético -, e fez vários comentários na rede social Twitter.

No entanto, no sábado, escreveu sobre a regulação das armas, assinalando que os democratas não quiseram aprovar legislação para aumentar o seu controlo nos Estados Unidos quando Barack Obama era presidente.

Assinalou que o FBI estava mais preocupado a tentar provar a conspiração russa, do que a investigar as mensagens do autor do tiroteio na Florida.

Por seu turno, os jovens de Parkland têm vindo a demonstrar sentimentos de raiva e frustração através de manifestações, concentrando-se em Fort Lauderdale, no sábado, onde pediram uma mudança na situação.

Uma jovem de 18 anos, Emma González, fez um discurso emotivo, na altura, pediu aos congressistas que atuem de forma a modificar as leis sobre o uso de armas e prevenir novas matanças em escolas e universidades.

A jovem pediu algo mais do que "pensamentos e orações" da parte do Governo, sobre o sucedido, para que esta seja "a última matança" numa escola.

Para 14 de março foram convocadas manifestações em todo o país com estudantes e diretores de escolas, e a Rede para a Educação Pública marcou um "Dia Nacional de Acção" para 20 de abril, quando se completarem 19 anos do ataque na escola secundária de Columbine, no Colorado, onde dois estudantes mataram 12 colegas e um professor.

A escola Marjory Stoneman Douglas, que desde o ataque tem permanecido encerrada, reabrirá na quinta-feira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.