Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2017
Tempo
MIN 8º MÁX 10º

Edição

Foi por "medo" que juiz retirou ordem de detenção, diz Puigdemont

O candidato do Junts per Catalunya considera, ainda, que fugir para Bruxelas foi a decisão certa.

Foi por "medo" que juiz retirou ordem de detenção, diz Puigdemont
Notícias ao Minuto

13:50 - 06/12/17 por Notícias Ao Minuto com Lusa

Mundo Catalunha

Carles Puigdemont criticou, esta quarta-feira, a decisão do juíz Pablo Llarena de retirar o mandado de detenção europeu que emitiu para Carles Puigdemont, Antonio Comín, Lluís Puig, Meritxell Serret e Clara Ponsatí.

Numa conferência de imprensa em Bruxelas, o candidato do Junts per Catalunya (JxCat) considerou que foi "por medo do ridículo" que o Estado decidiu avançar com esta decisão.

"Se a Bélgica não se atreve a executar uma ordem europeia é porque sabe que não é aceitável nem correspondente às boas práticas europeias", disse Puigdemont numa conferência de imprensa realizada cerca de um mês depois da última conversa com os jornalistas.

"O Estado espanhol teve de retirar a ordem" e fê-lo porque "tinha medo" que a Bélgica não a executasse, argumentou o presidente do Governo regional da Catalunha.

Puigdemont apresentou-se aos jornalistas acompanhado por quatro antigos conselheiros do governo catalão, no dia a seguir ao Supremo Tribunal emitir uma ordem para que sejam retiradas as ordens europeias de detenção do antigo governante às autoridades espanholas.

O antigo governante considerou ainda que a ida para a Bélgica foi "a estratégia mais útil", uma vez que os outros membros do Governo acabaram na prisão. Foram entretanto libertados sob caução esta segunda-feira.

"Aqui temos tido o respeito e a dignidade que não foram dados aos nossos companheiros encarcerados", argumentou o ex-governante catalão.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório