Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 10º

Edição

Pelo menos três mortos em descarrilamento de comboio na Índia

Pelo menos três pessoas morreram e 13 ficaram feridas hoje na sequência do descarrilamento de um comboio no estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia, informaram as autoridades.

Pelo menos três mortos em descarrilamento de comboio na Índia
Notícias ao Minuto

07:03 - 24/11/17 por Lusa

Mundo Acidente

Segundo Pratap G. Yadav, da polícia, o acidente ocorreu ao início da manhã perto da estação Manikpura, a cerca de 200 quilómetros de Lucknow, capital do estado de Uttar Pradesh.

O comboio tinha como destino Patna, capital do vizinho estado de Bihar.

Os feridos foram hospitalizados e a operação de resgate dada como concluída.

Segundo Anand Kumar, da companhia ferroviária, o descarrilamento de nove carruagens ter-se-á devido a uma falha na própria linha de caminho-de-ferro, mas uma investigação às causas do acidente encontra-se em curso.

Em 20 de novembro de 2016, um comboio descarrilou perto da cidade de Kanpur, no mesmo estado de Uttar Pradesh, fazendo 142 mortos e cerca de 200 feridos, naquele que foi um dos piores acidentes ferroviários ocorridos na Índia.

De acordo com dados oficiais, em 2014 ocorreram 28.360 acidentes relacionados com a rede ferroviária indiana que resultaram em 25.006 mortos.

A rede ferroviária indiana, com 65 mil quilómetros, é a quarta mais extensa do mundo, a seguir à dos Estados Unidos, Rússia e China.

Conta com 1,3 milhões de funcionários e 12.500 comboios que transportam diariamente cerca de 23 milhões de passageiros.

O governo do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, prometeu em 2016 investir ao longo de cinco anos 137 mil milhões de dólares norte-americanos (cerca de 116 mil milhões de euros) na modernização das ferrovias para as tornar mais seguras, rápidas e eficientes.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório