CIA avisa Trump: Rasgar acordo com Irão seria "cúmulo da loucura"

Quase a deixar a CIA, John Brennan deixa conselhos em jeito de avisos a Donald Trump.

© Reuters
Mundo EUA

O dirertor da CIA, John Brennan, avisou o Presidente eleito Donald Trump de que rasgar o acordo nuclear com o Irão seria "desastroso" e o "cúmulo da loucura".

PUB

Numa entrevista à BBC, Brennan também aconselhou Donald Trump a ser "cauteloso com as promessas da Rússia", responsabilizando Moscovo pela maioria do sofrimento na Síria.

Para o diretor da CIA - que deixará o cargo em janeiro - eliminar o acordo seria "contraproducente" e faria com que fosse mais provável que o Irão e outros países adquirissem efetivamente armamento nuclear.

Segundo Brennan, cancelar o acordo "poderia levar a um programa de armamento dentro do Irão" e induzir "outros Estados da região a embarcarem nos seus próprios programas".

E é por essa razão que considera que "seria o cúmulo da loucura" se os Estados Unidos rasgassem esse acordo. Recorde-se que, durante a campanha, Trump ameaçou acabar com o acordo com o Irão e sugeriu trabalhar mais de perto com a Rússia.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS