"Política de clemência". Vietname amnistia mais de 4.300 presos

O Vietname concedeu amnistia a mais de 4.300 presos, incluindo um sentenciado a cinco anos de prisão por um crime relacionado com a segurança nacional.

© Getty Images
Mundo Criminalidade

Giang Son, vice-presidente do gabinete do Presidente, disse hoje em conferência de imprensa que 4.384 prisioneiros obtiveram a amnistia ao abrigo de duas diretivas assinadas pelo Presidente Tran Dai Quang.

PUB

"A amnistia reflete uma vez mais a política de clemência do nosso partido e Estado da República Socialista do Vietname e a tradição humana da nossa nação", disse Son.

A libertação dos presos começa na quinta-feira. Um é Bui Xuan Kim, detido por crimes relacionados com a segurança nacional, segundo o tenente-geral da polícia Nguyen Van Thanh.

Kim cumpriu três anos da sua sentença por organizar a fuga de pessoas para o vizinho Camboja.

Organizações internacionais de defesa dos Direitos Humanos, os Estados Unidos e outros governos instaram o Vietname a libertar todos os presos de consciência encarcerados por expressarem pacificamente as suas opiniões, mas Hanói diz que só aqueles que infringiram a lei são detidos.

Também 14 estrangeiros vão ser libertados, de acordo com o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Ha Kim Ngoc.

O grupo inclui nove nacionais da China, três do Laos e um da Coreia do Sul e da Austrália.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS