Preço de camisola do Chapecoense duplica. Loja explica com Black Friday

Equipa seguia a bordo do avião que se despenhou esta madrugada, na Colômbia.

© netshoes.com.br
Mundo Brasil

Uma loja online de artigos desportivos está a ser acusada de ter inflacionado o preço das camisolas do Chapecoense depois de o avião em que a equipa seguia se ter despistado na Colômbia, matando 76 pessoas (de acordo com o mais recente balanço).

PUB

As camisolas do clube passaram, esta terça-feira, de um preço de 129,90 reais (aproximadamente 52 euros) para 249,90 reais (o equivalente a 100 euros).

A discrepância de preços deixou revoltados muitos brasileiros, que acusam a Netshoes de se aproveitar da tragédia para obter lucro.

A empresa recorreu ao Twitter para negar que a decisão de aumento do preço se deva ao acidente que envolveu o clube. Segundo a explicação dada pela Netshoes, o preço mais baixo fora aplicado por ocasião do Black Friday.

A elevada procura pelo equipamento desde esta madrugada terá levado à rutura de stock, pelo que o sistema informático terá assumido automaticamente o preço original, justificou a Netshoes na sua página na rede social.

Entretanto, a camisola do Chapecoense voltou a ser disponibilizada no site da Netshoes a 129,90 reais. O preço original aparece riscado, dando ao consumidor a ideia de que se tratará de uma promoção.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS