Pelo menos 1.400 migrantes resgatados pela Guarda Costeira italiana

Pelo menos 1.400 migrantes foram resgatados hoje em diversas operações no Mediterrâneo, confirmou a Guarda Costeira italiana, que coordenou o dispositivo de salvamento.

© Reuters
Mundo Lampedusa

Os migrantes viajavam a bordo de 11 embarcações pneumáticas e dois pequenos barcos, refere, em comunicado, a Guarda Costeira italiana.

PUB

No resgate participou a Guarda Costeira da ilha italiana de Lampedusa, a Marinha Militar, a organização não-governamental "SOS Mediterranee", um navio da Marinha irlandesa e dois mercantes.

A Itália, ponte natural entre África e a Europa, recebe um elevado fluxo migratório procedente do norte de África, especialmente da Líbia.

Desde janeiro e até hoje, chegaram à costa italiana 171.299 migrantes, 18,79% mais do que em 2015 (144.205) e 4,56% mais do quem 2014 (163.493).

A maior parte daqueles migrantes são provenientes da Nigéria, Eritreia, Guiné-Conacri, Costa do Marfim e Gâmbia, segundo a Guarda Costeira italiana.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS