Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Rainha da Jordânia responde a cartoon do Charlie Hebdo sobre Aylan

Cartoon do jornal satírico causou polémica. Na sua base estão as agressões sexuais registadas na noite da passagem de ano em Colónia, na Alemanha.

Rainha da Jordânia responde a cartoon do Charlie Hebdo sobre Aylan

Depois de o Charlie Hebdo ter publicado, na mais recente edição, um cartoon com Aylan Kurdi, o menino sírio encontrado morto numa praia turca, a rainha da Jordânia reagiu.

O jornal satírico causou polémica ao divulgar uma ilustração com a inscrição “No que se teria tornado o pequeno Aylan se tivesse crescido? Apalpador de rabos na Alemanha” (tradução livre). As agressões sexuais registadas na noite de passagem de ano, em Colónia, Alemanha, serviram de inspiração para o cartoon, já que cidadãos refugiados no país são os principais suspeitos da prática dos crimes.

Quem não deixou de reagir foi a rainha Rânia. Fê-lo através da sua página no Facebook, onde partilhou uma imagem desenhada pelo ilustrador Osama Hajjaj.

A acompanhar o cartoon, que encara como uma alternativa ao publicado pelo Charlie Hebdo, a rainha da Jordânia escreve que Aylan se poderia ter tornado “médico, professor ou um pai carinhoso”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório