Meteorologia

  • 15 JULHO 2024
Tempo
22º
MIN 18º MÁX 26º

Alemanha condena ataque israelita que fez 29 mortos no sul de Gaza

O Ministério dos Negócios Estrangeiros alemão considerou hoje inaceitável o ataque de Israel contra uma escola que abrigava pessoas deslocadas no sul de Gaza e apelou a uma rápida investigação.

Alemanha condena ataque israelita que fez 29 mortos no sul de Gaza
Notícias ao Minuto

11:54 - 10/07/24 por Lusa

Mundo Médio Oriente

inaceitável que pessoas sejam mortas enquanto procuram refúgio em escolas. Os repetidos ataques do Exército israelita às escolas devem parar e deve ser efetuada uma investigação rápida", afirmou a diplomacia de Berlim numa nota difundida nas redes sociais.

Hoje, o Exército israelita confirmou um ataque em Khan Yunis, sul da Faixa de Gaza, na terça-feira, em que 29 pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas quando um míssil foi disparado contra militantes do grupo islamita Hamas.

As vítimas civis encontravam-se albergadas no edifício de um estabelecimento de ensino situado próximo do ataque.

"Utilizando munições de precisão, a Força Aérea de Israel visou um terrorista do Hamas que participou, entre outras atividades terroristas, no brutal massacre de 07 de outubro (2023) levado a cabo pela organização terrorista no sul de Israel", declarou o Exército, em comunicado.

As Forças de Defesa de Israel referem ainda que "estão a investigar relatos de que civis foram feridos junto à escola Alawda, no sul de Khan Yunis, perto do local do ataque".

Pelo menos 29 pessoas morreram neste ataque, de acordo o Hamas que controla o enclave palestiniano.

A operação de grande envergadura de Israel contra Gaza fez mais de 38 mil mortos desde 07 de outubro do ano passado, altura em que o Hamas atacou território israelita numa operação que fez 1.200 mortos.

Leia Também: Médio Oriente. Pelo menos 29 mortos em ataque israelita a escola em Gaza

Recomendados para si

;
Campo obrigatório