Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 27º

Passagem de quase 20 tornados causa cinco mortos e 35 feridos nos EUA

Pelo menos cinco pessoas morreram e 35 ficaram feridas desde terça-feira no centro-oeste dos EUA, devido a fortes tempestades e à passagem de quase 20 tornados, que deixaram sem energia mais de 40 mil edifícios.

Passagem de quase 20 tornados causa cinco mortos e 35 feridos nos EUA
Notícias ao Minuto

08:05 - 23/05/24 por Lusa

Mundo EUA

Quatro das vítimas mortais viviam em Greenfield, uma localidade do estado de Iowa com 2.100 habitantes, tornando este o tornado mais mortífero do ano nos Estados Unidos.

As autoridades locais disseram à televisão CNN que o balanço poderá agravar-se, uma vez que o tornado "devastou boa parte" da localidade e que os serviços de resgate ainda estão a realizar operações.

Uma outra vítima morreu no condado de Adams, a 40 quilómetros de Greenfield, quando o automóvel que conduzia foi atirado para fora da estrada por um tornado, disse o gabinete do xerife de Adams.

O mau tempo derrubou também pelo menos três turbinas eólicas de quase 80 metros de altura. Uma deles incendiou-se.

As tempestades de terça-feira também atingiram partes dos estados de Illinois e Wisconsin, cortando o abastecimento de eletricidade a dezenas de milhares de habitações e outros edifícios.

O mau tempo continuou para o sul dos Estados Unidos na quarta-feira.

No estado do Texas, as autoridades emitiram uma declaração de emergência em Temple, uma cidade com mais de 90 mil habitantes, depois de fortes tempestades terem atingido a área.

Milhares de residentes ficaram sem energia, as escolas cancelaram as aulas na quinta-feira e a vizinha base militar de Forte Cavazos registou várias vias bloqueadas.

Numa altura em que as mudanças climáticas estão a aumentar a gravidade das tempestades em todo o mundo, os Estados Unidos já registaram este ano 859 tornados, mais 27% do que a média anual.

A porta-voz da Casa Branca disse que o líder da agência federal de gestão de emergências norte-americana estaria hoje em Iowa e que a Presidência dos EUA estava em contacto com autoridades estaduais e locais.

Karine Jean-Pierre disse que as autoridades federais estavam "a rezar por aqueles que perderam tragicamente as suas vidas" e desejaram aos feridos uma "rápida recuperação".

Leia Também: Comissão do Congresso dos EUA pede que se investiguem nadadores chineses

Recomendados para si

;
Campo obrigatório