Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
24º
MIN 12º MÁX 24º

Autarca francesa que tinha 70 kg de canábis em casa libertada após um mês

Jamilah Habseoui, autarca da cidade francesa de Avallon, foi detida no início de abril.

Autarca francesa que tinha 70 kg de canábis em casa libertada após um mês
Notícias ao Minuto

23:47 - 15/05/24 por Notícias ao Minuto

Mundo França

Jamilah Habseoui, presidente da Câmara de Avallon, na região este de França, foi libertada sob supervisão judicial, mais de um mês depois de as autoridades francesas terem encontrado 70 quilogramas de canábis na sua habitação pessoal.

A libertação "foi realizada após parecer favorável do Ministério Público", explicou o procurador de Hugues de Phily, procurador de Auxerre, à agência de notícias Agence-France Presse (AFP), sem adiantar mais pormenores.

A política, recorde-se foi detida a 7 de abril depois de as autoridades terem apreendido 70 quilogramas de canábis e 983 gramas de drogas. Após ser presente ao juiz de instrução, foi indiciada pelo crime de tráfico de estupefacientes e colocada em prisão preventiva.

Além do produto estupefaciente, a polícia encontrou 7.143 euros em numerário e duas barras de ouro. 

O Ministério Público apontou ainda "dois irmãos de Jamilah Habsaoui", ambos com antecedentes criminais por tráfico de droga, como pessoas "capazes de praticar a compra e revenda habitual de estupefacientes na casa da irmã".

A autarca e outras cinco pessoas, incluindo os dois irmãos, foram detidas no âmbito da operação Espaço Limpo XXL, que começou em outubro de 2023. 

Na semana passada, num comunicado enviado à imprensa francesa pelos seus advogados, Habsaoui "reafirmou a  [sua] inocência". "Tenho confiança na Justiça, à qual garanto a minha total cooperação para que a verdade venha ao de cima", afirmou.

Habsaoui, de 46 anos, foi eleita autarca de Avallon em 2021 como candidata pelo Partido Socialista francês, sendo também deputada regional no Conselho Regional de Yonne. Após a detenção, abandonou os cargos políticos. 

Leia Também: Quem são os guardas prisionais mortos em França? Um seria pai em breve

Recomendados para si

;
Campo obrigatório