Meteorologia

  • 14 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 29º

Possível origem do incêndio em clube de Istambul em obras de renovação

O incêndio que deflagrou terça-feira num clube noturno de Istambul (Turquia), matando 29 pessoas, terá sido causado por faíscas de soldagem das obras que decorriam no local e que atingiram material inflamável, avançou hoje a imprensa local, citando bombeiros.

Possível origem do incêndio em clube de Istambul em obras de renovação
Notícias ao Minuto

14:09 - 03/04/24 por Lusa

Mundo Turquia

O jornal Yeni Safak, próximo do governo do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, avançou que na origem do fogo terão estado faíscas de uma máquina de solda usada para instalar isolamento acústico e material de decoração. Terá sido desencadeada uma explosão que, por sua vez, incendiou outro material de construção.

O jornal citou fontes não identificadas da corporação local de bombeiros, tendo também o jornal Sabah publicado informações semelhantes.

As autoridades não comentaram publicamente a causa do incêndio.

O governador de Istambul, Davut Gul, tinha afirmado à imprensa que a origem do fogo estava sob investigação, tendo o governo designado promotores e investigadores para averiguar as circunstâncias.

O canal de televisão HaberTurk informou, por sua vez, que a área onde decorriam as obras de renovação era como um "labirinto", dificultando a saída das vítimas.

O incêndio que atingiu o popular clube Masquerade reteve trabalhadores e funcionários no interior do local, causando 29 mortos e um ferido grave.

Entre os mortos está o DJ do clube, um cozinheiro, uma equipa de soldadores formada por pai e filho, informou ainda a imprensa local.

As autoridades turcas detiveram nove pessoas para interrogatório, incluindo os gerentes do clube noturno e responsáveis pelas obras de renovação.

Encerrado para renovações durante o mês sagrado do Ramadão, o clube noturno ocupava o piso térreo e a cave de um edifício residencial de 16 andares no bairro de Besiktas, no lado europeu da cidade turca de Istambul. A sua reabertura estava prevista para 10 de abril.

Um vídeo do dia do incêndio, entretanto divulgado, mostrou chamas a sair da parte lateral do prédio, bombeiros a combater as chamas à entrada do clube noturno e pessoas a carregar uma vítima numa maca em direção a uma ambulância.

"Depois de os bombeiros chegaram, corpos começaram a ser retirados do clube", segundo a agência oficial Anadolu, citando a testemunha Sema Soganci, que relatou: "As pessoas gritavam, tudo aconteceu repentinamente e as chamas estavam como loucas".

"Comecei a chorar, estava nervosa", afirmou.

Outra testemunha, Mehmet Cengiz, disse também à Anadolu que foram vistos os bombeiros a sair do local "todos enegrecidos".

O clube noturno tinha uma capacidade para quatro mil pessoas, tendo o gestor do prédio residencial referido aos jornalistas que o local foi originalmente projetado como um cinema.

O autarca de Istambul, Ekrem Imamoglu, reeleito no domingo, revelou que o clube noturno não tinha as licenças necessárias para realizar as obras de renovação.

Leia Também: Destruição e fadiga. As imagens após o fogo que fez 29 mortos em Istambul

Recomendados para si

;
Campo obrigatório