Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
27º
MIN 16º MÁX 29º

Zelensky 'goza' com Putin em conferência. "Ele não tem telemóvel"

O presidente ucraniano foi questionado se atenderia o telefone a Putin, durante a noite, e a resposta gerou gargalhadas na plateia de uma conferência em Kyiv.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, discursou no domingo numa conferência de imprensa realizada em Kyiv, por ocasião do segundo aniversário do conflito, e protagonizou um momento caricato na sequência de uma pergunta feita pela plateia.

"Senhor Presidente, se Putin lhe telefonar à noite, atende o telefone?", ouviu-se na sala, seguido de risadas e de um sorriso subtil do líder ucraniano.

"Como é que ele me pode telefonar? Ele não tem telemóvel e eu não tenho um telégrafo de 1917", ironizou, dizendo, de seguida, que o presidente russo não quer terminar com o conflito.

"Ele não me vai telefonar, não quer acabar com esta guerra. É um facto", realçou Zelensky.

Na mesma conferência, o líder ucraniano afirmou que a vitória do país depende da ajuda militar do Ocidente, avançando ter "a certeza" de que o Congresso dos Estados Unidos acabará por aprovar o pacote de apoio há muito aguardado de 60 mil milhões de dólares, atualmente bloqueado pelos membros republicanos da Câmara dos Representantes.

A ofensiva militar russa no território ucraniano foi lançada em 24 de fevereiro de 2022 para alegadamente defender os territórios pró-russos e eliminar um suposto nazismo no país vizinho.

A guerra mergulhou a Europa naquela que é considerada a crise de segurança mais grave desde a II Guerra Mundial (1939-1945).

O conflito - que entra agora no terceiro ano - provocou a destruição de importantes infraestruturas em várias áreas na Ucrânia, e um número por determinar de vítimas civis e militares.

Leia Também: Zelensky diz que vitória depende da ajuda militar do Ocidente

Recomendados para si

;
Campo obrigatório