Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Afinal, "casa cercada" do líder do Hamas é a cidade de Khan Younis

De recordar que o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, anunciou esta quarta-feira, que as tropas "estão a cercar a casa de Sinwar", mas, afinal, reformulou explicando que estava a referir-se à cidade natal de Sinwar, Khan Younis.

Afinal, "casa cercada" do líder do Hamas é a cidade de Khan Younis
Notícias ao Minuto

22:49 - 06/12/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Exército israelita

Um porta-voz do exército israelita afirmou, esta quarta-feira, que o líder do Hamas, Yehya Sinwar, está escondido no subsolo e que a missão dos militares israelitas é "encontrar Sinwar e matá-lo".

Nos últimos dois dias, as forças israelitas entraram mais profundamente na cidade natal de Sinwar, Khan Younis, aumentando o foco sobre o líder do Hamas, visto como o cérebro do ataque de 7 de outubro no sul de Israel. Sinwar cresceu num campo de refugiados em Khan Younis.

De recordar que o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, anunciou esta quarta-feira, que as tropas "estão a cercar a casa de Sinwar", acrescentando que "ele pode escapar, mas é apenas uma questão de tempo até o apanharmos".

Questionado, mais tarde, sobre se isso significava que as tropas estavam a aproximar-se da casa de Sinwar, como alguns meios de comunicação tinham noticiado, o porta-voz do exército israelita, contra-Almirante Daniel Hagari, afirmou: "A casa de Sinwar é a zona de Khan Younis".

"Sinwar não está acima do solo; está no subsolo. Não quero explicar onde, como e o que sabemos, por uma questão de informação classificada. Este não é o local para falar sobre essas coisas. O nosso trabalho é encontrar Sinwar e matá-lo", acrescentou Hagari. 

De recordar que forças armadas israelitas reiteraram os avisos para a evacuação da cidade de Khan Younis, no sul de Gaza, na segunda-feira, para onde dezenas de milhares de palestinianos se deslocaram nas últimas semanas, à medida que se intensifica a ofensiva terrestre.

Residentes disseram à France Presse que ouviram ataques aéreos e explosões em Khan Younis durante a noite de domingo e segunda-feira de manhã, depois de os militares de Israel terem lançado folhetos a avisar as pessoas para se deslocarem mais para sul, em direção à fronteira com o Egito.

Leia Também: Casa de líder do Hamas? "Vitória simbólica", diz conselheiro de Netanyahu

Recomendados para si

;
Campo obrigatório