Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2024
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 14º

EUA suspendem parte da ajuda ao Gabão depois de golpe de Estado

Os Estados Unidos anunciaram a suspensão de alguns programas de ajuda ao Gabão, em resposta ao golpe de Estado ocorrido no final de agosto no país africano.

EUA suspendem parte da ajuda ao Gabão depois de golpe de Estado
Notícias ao Minuto

03:53 - 27/09/23 por Lusa

Mundo Gabão

"O Governo norte-americano suspende uma parte da ajuda externa ao Gabão enquanto avalia a intervenção inconstitucional de membros do exército do país", declarou o secretário de Estado, Antony Blinken, em comunicado.

O montante da ajuda suspensa e os programas diretamente visados não foram especificados, mas a decisão não afeta as operações consulares ou da embaixada dos EUA no país africano, rico em petróleo e governado há mais de 55 anos pela família Bongo.

Com esta decisão, os Estados Unidos estão a cumprir as medidas tomadas pelas organizações regionais e outros países, e isso "continuará enquanto são examinados os factos no terreno no Gabão", indicou Blinken.

"Estamos a prosseguir as nossas operações governamentais no Gabão, incluindo as operações diplomáticas e consulares de apoio aos cidadãos norte-americanos", acrescentou o secretário de Estado.

A União Africana suspendeu o Gabão como membro do bloco e muitas organizações e governos de todo o mundo condenaram o golpe de Estado.

Os EUA não se referiram formalmente a um "golpe de Estado" no Gabão, o que, nos termos da legislação norte-americana, iria obrigar Washington a suspender a ajuda por tempo indeterminado.

Em 30 de agosto, o exército gabonês derrubou o Presidente Ali Bongo Ondimba, que estava no poder há 14 anos.

Na semana passada, o novo primeiro-ministro, Raymond Ndong Sima, nomeado há duas semanas pelo general Brice Oligui Nguema, declarou na ONU que era "o mal menor" para evitar a violência generalizada devido a "mais um bloqueio eleitoral".

Leia Também: Gabão. Detidos filho do PR deposto e colaboradores acusados de "traição"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório