Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Ex-ministro investigado por acidente que matou sucessor em Brovary

A polícia ucraniana efetuou hoje uma busca na casa do ex-ministro do Interior, Arsen Avakom, relacionada com a investigação sobre a queda do helicóptero em que viajava a cúpula do atual ministério, que não sobreviveu ao acidente.

Ex-ministro investigado por acidente que matou sucessor em Brovary
Notícias ao Minuto

18:46 - 01/02/23 por Lusa

Mundo Ucrânia

O helicóptero despenhou-se em 18 de janeiro na região de Kyiv, causando a morte de 14 pessoas, incluindo o ministro do Interior, Denys Monastyrsky, o seu adjunto Yevhen Yenin, e o secretário de Estado do Interior Yuriy Lubkovych.

Avakov, que renunciou ao cargo em 2021 após um longo mandato assinalado por diversos escândalos, confirmou que a sua casa foi revistada como parte da investigação sobre o acidente de helicóptero em que morreu o seu sucessor, de acordo com o media ucraniano Babel.

Avakov acrescentou que os investigadores procuraram diversos contratos realizados durante seis anos com a empresa francesa Airbus, que fabricou o helicóptero 'H-225 Super Puma' utilizado no transporte dos funcionários quando ocorreu o acidente, precisou o Babel.

O ex-ministro disse que os investigadores não encontraram "nada" de suspeito e recordou que o governo e o parlamento aprovaram estes contratos antes da sua entrada em vigor.

Os técnicos do Gabinete estatal de investigações (SBI) também procederam hoje a buscas nos apartamentos de outros funcionários que participaram na compra dos helicópteros franceses, informou ainda o Babel, citando fontes oficiais que pediram o anonimato.

Os resultados preliminares das investigações em curso sobre o acidente de helicóptero em Brovary, nos subúrbios de Kiev, ainda não foram divulgados publicamente.

Fedir Venislavskyi, que representa no parlamento o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, explicou em 21 de janeiro que os primeiros resultados poderiam ser conhecidos "num futuro próximo", sem concretizar a data, assinalou a imprensa local.

Na ocasião, a Força Aérea ucraniana indicou que a investigação seria longa devido à sua complexidade.

O SBI disse que as possíveis causas do acidente poderão estar relacionadas com uma violação das regras de segurança de voo, um mau funcionamento técnico do helicóptero ou ações internacionais para destruir o aparelho.

O Ministério do Interior criou uma comissão especial para investigar a causa do sinistro e ordenou a apresentação de um relatório sobre o caso antes de 18 de fevereiro.

Citando fontes oficiais, o Babel também informou hoje sobre uma rusga do SBI na casa do empresário Igor Kolomoiski.

Estas investigações relacionam-se com a suposta fraude cometida pelo oligarca, um dos mais ricos da Ucrânia, na atividade das refinarias de Ukrtatnafta e Ukrnafta.

O governo de Zelensky iniciou nas últimas semanas uma campanha de combate à corrupção, com o objetivo de manter o apoio dos países ocidentais no combate à invasão russa e que se prolonga há quase um ano.

Leia Também: Autoridades ucranianas fazem buscas em casa de oligarca e de ex-ministro

Recomendados para si

;
Campo obrigatório