Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 17º

AO MINUTO: Confirmadas 60 mortes em escola; Civis chegam a Zaporizhzhia

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Confirmadas 60 mortes em escola; Civis chegam a Zaporizhzhia
Notícias ao Minuto

07:42 - 08/05/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Ucrânia/Rússia

A invasão à Ucrânia vai já no 74.º dia consecutivo de conflito, com os bombardeamentos a intensificarem-se nas últimas 24 horas. A Rússia protagonizou ataques em Odessa e numa escola na região de Lugansk, prevendo-se que este último tenha feito vários mortos.

Esta segunda-feira, celebra-se o Dia da Vitória e é com alguma expetativa que se aguarda para perceber de que forma é que a Rússia vai assinalar esta data, nomeadamente se será desta que assumirá que está em guerra com a Ucrânia e declarando vitória sobre a mesma.

Leia Também: Ataque russo a escola fez dois mortos. Há 60 desaparecidos nos escombros

Fim de cobertura

Marta Ferreira | há 1 mês

Boa noite! Damos por terminado o acompanhamento AO MINUTO dos desenvolvimentos da invasão russa da Ucrânia. Poderá acompanhar uma nova cobertura na manhã de segunda-feira. 

"Um grande feito". Olena Zelenska agradece visita surpresa de Jill Biden

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

A primeira-dama da Ucrânia, Olena Zelenska, recorreu às redes sociais para agradecer a visita surpresa da sua homóloga norte-americana, Jill Biden, à Ucrânia.

“Há muito tempo que eu queria dizer pessoalmente: ‘Obrigada pelo seu apoio’. E aqui está a primeira-dama dos Estados Unidos Jill Biden”, começou por afirmar Olena, que destacou que a visita é “um grande feito” da parte da mulher de Joe Biden.

“Este é um grande feito da parte dela, porque todos que vêm para a Ucrânia agora não podem sentir-se 100% seguros. Como cada um de nós. Não há um lugar seguro na Ucrânia agora”, acrescentou, lembrando as 60 vítimas mortais de um bombardeamento russo numa escola em Lugansk, onde estavam abrigadas 90 pessoas. 

Olena disse ainda que Jill Biden revelou “detalhes de um novo projeto, o Programa Nacional de Assistência Psicológica”, porque “todos os ucranianos sofreram agora um trauma psicológico”.

Reino Unido anuncia novas sanções comerciais contra a Rússia

Marta Ferreira | há 1 mês

O Governo britânico anunciou hoje um novo pacote de sanções comercias contra a Rússia e a Bielorrússia, com a proibição de exportações dirigidas à indústria russa e o aumento de taxas alfandegárias, em particular sobre o paládio.

"Este importante pacote de sanções infligirá ainda mais reveses à máquina de guerra russa", declarou em comunicado a ministra britânica do Comércio internacional, Anne-Marie Trevelyan.

Marques Mendes diz que 6.ª pacote de sanções terá "pouca eficácia"

Marta Ferreira | há 1 mês

O político e comentador da SIC Notícias, Luís Marques Mendes, afirmou este domingo, em análise à situação atual da guerra na Ucrânia, que o 6.º pacote de sanções à Rússia, hoje anunciado, terá "pouca eficácia".

Além disso, começam a surgir as primeiras divisões na União Europeia, nomeadamente com aa Hungria e Eslováquia a mostrarem-se reticentes.

Marques Mendes afirma que estas novas sanções atingem o petróleo russo, mas não o gás e "essa é que é a grande questão". 

Tropas ucranianas só sairão de Mariupol como prisioneiros, diz Zelensky

Marta Ferreira | há 1 mês

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse este domingo que a Rússia só permitirá a saída de militares ucranianos de Mariupol enquanto prisioneiros, de forma a, posteriormente, poderem trocar ucranianos por prisioneiros de guerra russos. 

Em declarações à Sky News, o líder ucraniano afirmou ainda ser “impossível” para a Ucrânia usar força militar para desbloquear o impasse nas instalações da siderúrgica de Azovstal sem possuir mais armas pesadas.

Encarregada de negócios dos EUA regressou a Kyiv

Marta Ferreira | há 1 mês

A encarregada de negócios dos Estados Unidos para a Ucrânia, Kristina Kvien, e a sua equipa regressaram hoje a Kyiv pela primeira vez desde o início da guerra, que levou ao encerramento da embaixada norte-americana na capital ucraniana. A informação foi prestada à agência EFE por um funcionário do departamento do Estado.

Confirmados 60 mortos em escola bombardeada em Lugansk

Marta Ferreira | há 1 mês

Foi confirmada a morte de 60 pessoas que se temia terem morrido na escola bombardeada pelos russos, em Bilohorivka, na região separatista de Lugansk.

A informação é avançada pela agência Reuters que cita o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, ao final deste domingo.

Cerca de 90 pessoas estavam refugiadas neste edifício no momento do ataque. 

 

Kuleba: "Berlim cometeu um erro ao proibir símbolos ucranianos"

Marta Ferreira | há 1 mês

O ministro dos Negócios Estranheiros, Dmytro Kuleba, reagiu este domingo à proibição de símbolos ucranianos, em Berlim, durante as comemorações da rendição da Alemanha nazi na II Guerra Mundial. 

"Berlim cometeu um erro ao proibir símbolos ucranianos. É profundamente falso tratá-los equitativamente aos símbolos russos. Tirar uma bandeira ucraniana de manifestantes pacíficos é um ataque a todos que agora defendem a Europa e a Alemanha da agressão russa com esta bandeira nas mãos", disse numa publicação feita no Twitter. 

Berlim proibiu apoio à invasão russa e confiscou bandeira da Ucrânia

Marta Ferreira | há 1 mês

Berlim decidiu proibir manifestações de apoio à invasão russa na Ucrânia durante as comemorações do aniversário da rendição da Alemanha nazi na II Guerra Mundial. Perante a proibição, a polícia incluiu a bandeira ucraniana nesse leque de manifestações de apoio e foi hoje de manhã, véspera do 77.º aniversário, filmada a confiscar uma bandeira do país invadido

170 civis de Azovstal e outras zonas de Mariupol chegam a Zaporizhzhia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

A Organização das Nações Unidas (ONU) revelou, este domingo, que mais de 170 civis retirados do complexo siderúrgico de Azovstal e de outras áreas de Mariupol chegaram hoje à cidade de Zaporizhzhia, “onde organizações humanitárias lhes prestarão assistência imediata”.

“É com alívio que podemos confirmar que mais de 170 civis que sofreram mais de dez semanas de intensos bombardeamentos e combates podem agora ter algum descanso em Zaporizhzhia”, anunciou a ONU em comunicado.

 

Vice-primeiro-ministro da Rússia visitou Mariupol

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

Marat Khusnullin, o vice-primeiro-ministro da Rússia, visitou este domingo a cidade portuária de Mariupol, sitiada pelas tropas há várias semanas. 

“Visitei os territórios libertados da RPD [República Popular de Donetsk] e da RPL [República Popular de Lugansk]. Visitei Mariupol, Volnovakha, Lugansk e outras cidades e conversei com os locais”, afirmou o responsável na plataforma Telegram, citado pela agência de notícias Reuters. “Nas regiões, o restabelecimento de uma vida pacífica inicia-se. Muito trabalho. Nós iremos ajudar. Em particular, é preciso levar a cabo trabalho de larga escala para prestar assistência humanitária”, acrescentou. 

 

Justin Trudeau diz que Putin é "responsável por crimes de guerra"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, disse hoje em Kiev que o Presidente russo, "Vladimir Putin, é responsável por odiosos crimes de guerra", após se ter deslocado a Irpin, cidade onde a Ucrânia acusa a Rússia de massacres de civis."

"É claro que Vladimir Puitn é responsável por estes odiosos crimes de guerra", afirmou Trudeau durante uma conferência de imprensa conjunta com o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Trudeau garante mais armas e equipamento militar à Ucrânia

Declarações foram feitas este domingo na capital ucraniana de Kyiv durante uma visita surpresa ao país invadido.

Notícias ao Minuto | 19:27 - 08/05/2022

Macron diz que sanções contra a Rússia "vão ficar mais fortes"

Marta Ferreira | há 1 mês

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse, após reunião com os líderes do G7, que as sanções contra a Rússia "vão ficar mais fortes". Em declarações partilhadas no Twitter, o chefe de Estado afirma que "as sanções tomadas pelos membros do G7 contra a Rússia são sem precedentes".

"Comprometemo-nos hoje a eliminar gradualmente a nossa dependência da energia russa", afirmou Macron. 

O presidente francês lembrou ainda que há 77 anos "a Europa foi libertada do fascismo e do indescritível sofrimento humano", no entanto, hoje "a paz no nosso continente é ameaçada pela Rússia, que optou por atacar e invadir um país soberano, a Ucrânia".

Macron sublinhou ainda a ideia de que "esta guerra tem de acabar". 

 


 
 
 

Equipamento militar na Ucrânia não é suficiente, defende Boris Johnson

Marta Ferreira | há 1 mês

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, afirmou perante os líderes do G7 que o equipamento militar destinado a ajudar a Ucrânia a resistir já não é suficiente.

De acordo com Downing Street, atualmente é necessário equipamento militar para recuperar terreno. 

O britânico denotou ainda ser uma "ironia bárbara" que os líderes do G7 se tenham reunido para discutir a invasão do presidente russo, Vladimir Putin, numa altura em que se comemoram em muitos países o fim da II Guerra Mundial.

Zelensky agradece apoio do G7 e pede "sanções severas" para Rússia

Marta Ferreira | há 1 mês

O Presidente ucraniano Volodymir Zelensky agradeceu hoje a "solidariedade" demonstrada pelo G7 na defesa da sua "integridade territorial" e considerou que os resultados alcançados na reunião virtual com os seus líderes vão "para além das frases gerais".

"Todo o mundo civilizado apoia a nossa independência, a defesa da nossa integridade territorial, a segurança económica e energética", disse o porta-voz do líder ucraniano, através da agência de notícias estatal ucraniana Ukrinform.

Montenegro insta oposição na AR a criar comissão de inquérito

Marta Ferreira | há 1 mês

O candidato à liderança do PSD Luís Montenegro exortou hoje a oposição no parlamento a constituir uma comissão de inquérito ao processo de acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal por cidadãos russos com alegadas ligações ao Kremlin.

"Queria instar a oposição parlamentar a poder avaliar a possibilidade de constituir uma comissão parlamentar de inquérito sobre este caso, para que seja apurada a verdade com rapidez, com competência e independência, e para se poder ultrapassar o bloqueio que o PS está a fazer", disse Luís Montenegro à agência Lusa.

 

Trudeau garante mais armas e equipamento militar à Ucrânia

Marta Ferreira | há 1 mês

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, prometeu este domingo mais armas e equipamento militar para apoiar a Ucrânia na luta contra a invasão russa.

As declarações foram feitas este domingo na capital ucraniana de Kyiv durante uma visita surpresa ao país invadido.

 

G7 acusa Putin de envergonhar Rússia e reitera apoio à Ucrânia

Marta Ferreira | há 1 mês

Os países que integram o G7 defenderam hoje que o presidente Vladimir Putin envergonha "os sacrifícios históricos" da Rússia e reiteraram apoio à Ucrânia. As ações de Putin na Ucrânia "cobrem de vergonha a Rússia e os sacrifícios históricos do seu povo", defendeu o grupo, citado pela Agência France Presse (AFP).

Rússia diz ter destruído armas enviadas pelos EUA à Ucrânia

Marta Ferreira | há 1 mês

A Rússia disse hoje ter destruído armas e equipamentos, enviados pelos EUA à Ucrânia, que estavam numa estação ferroviária perto da cidade de Soledar

O Ministério da Defesa russo, através de comunicado divulgado pela agência Reuters, disse que os seus mísseis de alta precisão destruíram este armamento bélico enviado não só pelos EUA como também por países ocidentais não especificados. 

 

EUA anunciam novo pacote de sanções à Rússia

Marta Ferreira | há 1 mês

Os Estados Unidos anunciaram este domingo, dia 8 de maio, um novo pacote de sanções com o objetivo de punir Moscovo pela invasão russa à Ucrânia. 

O pacote inclui sanções para os três maiores canais de televisão russos, ligados ao Kremlin, e um compromisso de todos os membros do G7 de eliminarem gradualmente as importações de petróleo russo de forma a reduzirem a dependência energética da Rússia.

Jill Biden esteve com crianças refugiadas na Eslováquia

Marta Ferreira | há 1 mês

A primeira-dama dos Estados Unidos, Jill Biden, esteve com crianças refugiadas numa escola primária e centro de refugiados na Eslováquia.

Jill Biden passou a manhã com estas crianças num dia em que se comemora do Dia da Mãe na Ucrânia. 

Notícias ao Minuto [Jill Biden numa escola primária com crianças ucranianas refugiadas na Eslováquia]© Getty Images  

Em Kyiv, Trudeau anuncia reabertura da embaixada do Canadá

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, que este domingo fez uma visita surpresa à Ucrânia, tendo já passado por Irpin, anunciou que a embaixada do Canadá em Kyiv irá reabrir. Sublinhe-se que o estabelecimento encerrou a 13 de fevereiro, devido às tensões que já se faziam sentir entre a Rússia e a Ucrânia.

“Ter a bandeira canadiana a esvoaçar nas ruas de Kyiv, uma vez mais, é um símbolo da força e da solidariedade que une os canadianos e os ucranianos”, disse o governante.

Crimes de guerra: "Garantiremos que Putin seja responsabilizado"

Marta Ferreira | há 1 mês

A ministra dos negócios estrangeiros do Reino Unido, Liz Truss, condenou o ataque a uma escola na região leste ucraniana de Luhansk garantindo que tudo farão para responsabilizar o regime de Putin pelos crimes de guerra cometidos. 

"Horrificada com o último ataque da Rússia a uma escola em Luhansk, resultando na morte de pessoas inocentes abrigadas dos bombardeamentos russos", escreveu no Twitter. "Atacar deliberadamente uma infraestrutura civil equivale a crimes de guerra. Garantiremos que o regime de Putin seja responsabilizado", acrescentou. 

Cerca de 90 pessoas estavam abrigadas no prédio quando este foi atingido, causando um incêndio no sábado. Duas pessoas foram confirmadas mortas e outras 60 "provavelmente morreram e estão sob os escombros", escreveu Serhiy Gaidai, governador da região, na rede social Telegram.

Zelensky encontra-se com presidentes dos parlamentos alemão e norueguês

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, encontrou-se este domingo com os presidentes do parlamento alemão, Barbel Bas, e norueguês, Masud Gharahkhani, que estão de visita à capital ucraniana, Kyiv.

Em comunicado, publicado no site da presidência da Ucrânia, Zelensky revela que agradeceu à Alemanha “por apoiar a soberania e integridade territorial" do Estado ucraniano e que espera do país “uma liderança forte para ajudar” a Ucrânia “na luta contra o agressor russo”. Foi ainda “dada especial atenção ao movimento” da Ucrânia para aderir à União Europeia e Zelensky “expressou a sua convicção de que Berlim apoia a atribuição de estatuto de candidato”. 

Notícias ao Minuto
© Presidência da Ucrânia  

Já na conversa com Gharahkani, Zelensky “agradeceu à sociedade norueguesa por apoiar o povo da Ucrânia desde o primeiro dia da guerra pela sua liberdade”, enquanto o noruegês destacou que hoje o seu país “comemora o dia” em que conseguiu “recuperar a democracia e independência após a Segunda Guerra Mundial” e agora, “infelizmente”, a Ucrânia “está uma vez mais a passar por uma agressão e violência”.

Notícias ao Minuto
© Presidência da Ucrânia  

Bono diz que invasão russa é "guerra de um homem só"

Marta Ferreira | há 1 mês

O vocalista dos U2, que hoje marcaram presença em Kyiv num concerto no metro, disse que a invasão russa à Ucrânia é "guerra de um homem só" e que acreditava que os jovens conseguiriam "expulsar este homem". 

Em declarações ao jornalista Mark Austin, da Sky News, Bono disse que era difícil "ter uma noção" do que está a acontecer no país, mas as "evidências" eram "obscuras".

"Eu confio no povo mais jovem da Rússia para expulsar este homem", sublinhou. O cantor e o colega músico The Edge foram convidados a visitar o país pelo presidente Zelensky. "Nós conhecemo-lo antes de ele ser presidente e achamos que era a coisa certa a fazer". 

Comandantes russos destacados para o terreno na Ucrânia

Andrea Pinto | há 1 mês

De acordo com os serviços secretos britânicos, vários altos comandantes russos foram destacados para a Ucrânia para assumir o controlo das operações no terreno. 

"As dificuldades no comando e controlo, bem como o fraco desempenho da Rússia na linha da frente, atraíram para o campo de batalha comandantes russos seniores que poderão assumir o comando pessoal das operações", escreveu o Ministério da Defesa britânico nas redes sociais.

Transnístria diz que alerta ucraniano sobre ataque russo é falso

Andrea Pinto | há 1 mês

O Presidente da Transnístria, Vadim Krasnoselski, rejeitou o alerta emitido pelo Estado-Maior General ucraniano, este domingo, sobre alegados preparativos por grupos armados e tropas russas para um ataque iminente à região separatista, que se situa dentro das fronteiras da Moldávia. "A informação [...] é falsa", considerou.

UE sem acordo para proibir importação de petróleo russo

Andrea Pinto | há 1 mês

Os Estados-membros da União Europeia (UE) não conseguiram chegar hoje a acordo para proibir as importações de petróleo da Rússia, devido à guerra na Ucrânia, perante a dependência energética de alguns países.

Justin Trudeau faz visita surpresa à Ucrânia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, deslocou-se este domingo à Ucrânia. A informação é avançada por jornalistas no local, que indicam que o governante já visitou a cidade de Irpin, nos arredores da capital ucraniana, Kyiv.

Jill Biden reúne-se com mulher de Zelensky em cidade ucraniana

Andrea Pinto | há 1 mês

A primeira-dama dos EUA fez uma visita surpresa à Ucrânia. Jill Biden viajou de mota até à cidade de Uzhhorod, perto da fronteira com a Eslováquia, país onde esteve em visita esta manhã e onde se encontrou com mães ucranianas.

Jill Biden encontrou-se com a sua homóloga ucraniana, Olena Zelenska, tendo ambas se encontrado numa escola que está a servir de abrigo temporário. 

"Achei importante mostrar às pessoas da Ucrânia que esta guerra tem de parar, que tem sido brutaol e que as pessoas dos EUA estão do lado da Ucrânia", afirma.

Jill e Olena ter-se-ão reunido depois em privado.

U2 cantam no metro de Kyiv acompanhados por soldados ucranianos

Beatriz Maio | há 1 mês

O cantor e compositor irlandês Bono, da banda de rock U2, cantou na estação de metro Khreshchatyk, em Kyiv, relata The Kyiv Independent. Acompanhado por militares ucranianos cantou 'Stand by Ukraine'. De referir que o músico apresentou-se com o lendário artista e solista da banda "Antibody" Taras Topol, que atualmente defende a Ucrânia nas Forças Armadas.

Presidente alemão acusa Putin de estilhaçar "era de uma Europa em paz"

Beatriz Maio | há 1 mês

O Presidente alemão, Frank Walter Steinmeier, acusou hoje o homólogo russo, Vladimir Putin, de estilhaçar "o sonho de uma era da Europa em paz" para implantar "o pesadelo" de uma "guerra brutal e ilegítima".

"Hoje, neste 8 de maio, o sonho de uma casa europeia comum em paz foi despedaçado; em seu lugar foi imposto o pesadelo", disse Steinmeier, num evento da Confederação dos Sindicatos Alemães (DGB, na sigla em alemão), por ocasião do 77.º aniversário da Capitulação do Terceiro Reich.

Jill Biden apoia mulheres ucranianas na Eslováquia

Andrea Pinto | há 1 mês

A primeira dama dos Estados Unidos, Jill Biden, passou o Dia das Mães [que se comemora este domingo na Ucrânia], numa visita à Eslováquia, para se encontrar com mães ucranianas que se viram obrigadas a fugir do seu país devido à guerra.

Jill Biden garantiu às mulheres que os "corações do povo americano" estão com elas.

Notícias ao Minuto Jill Biden na Eslováquia © Getty  

Papa pede que se reze para "acabar com loucura da guerra"

Andrea Pinto | há 1 mês

O papa Francisco pediu hoje que se reze para acabar com a "loucura da guerra" e para que os responsáveis das Nações Unidas "não esqueçam o sentimento de quem quer a paz e sabe que as armas não a trazem".

Soldados ucranianos resistem em Azosvtal

Andrea Pinto | há 1 mês

Os soldados ucranianos, refugiados na fábrica de Azovstal, na cidade portuária sitiada de Mariupol, continuam a resistir apesar dos ataques russos. Este sábado, as autoridades ucranianas revelaram que todas as mulheres, crianças e idosos tinham sido retirados do local. Contudo, após a evacuação, intensificaram-se os ataques, noticia o El Mundo.

Kyiv denuncia preparativos russos para combate "iminente" na Transnístria

Andrea Pinto | há 1 mês

O Estado-Maior das forças armadas ucranianas alertou hoje para o que descreveu como "preparações para entrar em combate iminente" por parte de grupos armados e tropas russas na Transnístria, um território separatista na vizinha Moldávia.

Putin felicita países da ex-União Soviética pela vitória da II Guerra

Andrea Pinto | há 1 mês

O Presidente russo, Vladimir Putin, enviou hoje mensagens de felicitações por ocasião do 77.º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazi aos líderes e cidadãos de vários países da ex-União Soviética.

"O nosso dever comum é impedir o renascimento do nazismo, que trouxe tanto sofrimento aos povos de vários países. É necessário preservar e transmitir (...) a verdade sobre os acontecimentos da guerra, valores espirituais comuns e tradições de amizade e irmandade", disse Putin, tal como citado pelo Kremlin.

Primeiro-ministro croata reúne-se de surpresa com Zelensky

Andrea Pinto | há 1 mês

O primeiro-ministro da Croácia reuniu-se, de surpresa, com Volodymyr Zelensky, em Kiyv, este domingo. Andrej Plenkovic foi mostrar a sua solidariedade contra a agressão russa. 

"A visita acontece no Dia da Europa e é uma expressão da solidariedade e apoio às autoridades e ao povo amigo ucraniano, que é vítima de uma brutal agressão russa", fez saber o Governo croata.

Rússia destrói quatro aviões e quatro helicópteros ucranianos

Beatriz Maio | há 1 mês

As forças armadas da Rússia destruíram quatro aviões, quatro helicópteros, três 'drones' e uma aeronave de aterragem ucraniana nas últimas 24 horas perto da ilha Zmiinyi (Snake) no Mar Negro, disse hoje o Ministério da Defesa russo.

"No decurso da noite, sobre a ilha Zmiinyi, os meios de defesa aérea russos abateram mais dois bombardeiros Su-25 e um helicóptero Mi-24 da Força Aérea Ucraniana, bem como um 'drone' Bayraktar-TB2 nas proximidades da cidade de Odessa", disse o porta-voz do Exército russo, Igor Konashenkov.

NATO avisa para "maior ofensiva e destruição massiva" por parte da Rússia

Andrea Pinto | há 1 mês

O secretário-geral da NATO disse hoje que a Aliança "não viu nenhuma mudança" na estratégia nuclear de Moscovo, alertando para a necessidade de se estar preparado para "mais destruição massiva" por parte da Rússia na guerra na Ucrânia.

Presidente do Parlamento alemão já chegou a Kyiv

Andrea Pinto | há 1 mês

A presidente do Parlamento alemão, Bärbel Bas, chegou a Kyiv esta manhã, onde pretende "homenagear todas as vítimas da II Guerra Mundial e da tirania nacional-socialista e manter conversas políticas". 

Rússia afirma ter destruído o navio de guerra ucraniano

Andrea Pinto | há 1 mês

O Ministério da Defesa da Rússia alegou que as suas forças destruíram um navio de guerra ucraniano,  perto de Odesa. O navio terá sido destruído por um ataque de mísseis durante a noite.

O ministério disse também que as suas defesas aéreas tinham abatido dois bombardeiros SU-24 ucranianos e um helicóptero, sobre a ilha de Snake, no Mar Negro, noticia a Sky News.

Zelensky assinala fim da II Guerra mostrando "escuridão" da atual Ucrânia

Andrea Pinto | há 1 mês

Embora a Rússia celebre o Dia da Vitória a 9 de maio, um dia antes celebra-se aquele que será o dia da vitória da Europa.  O presidente da Ucrânia escreve, por isso, hoje, um longo texto onde lembra o dia em que "o mundo civilizado" honra aqueles que "defenderam o planeta do nazismo durante a Segunda Guerra Mundial" mas assemelha a situação àquilo que se vive hoje na Ucrânia.

"O Kremlin vai falar de desnazificar ainda mais a Ucrânia"

Andrea Pinto | há 1 mês

As comemorações do Dia da Vitória, que a Rússia assinala a 9 de maio, poderão marcar o início da mobilização total de russos para irem combater na Ucrânia, considera a cientista política ucraniana Nataliia Kasianenko. 

"Poderá ser o anúncio da mobilização obrigatória para a guerra na Ucrânia", afirmou a especialista, professora do departamento de Ciência Política na Universidade Estadual da Califórnia em Fresno. A ocasião, afirmou ainda, poderá também servir para o "Kremlin mudar a sua narrativa, afastando-se da descrição atual de operação militar especial e falando abertamente de guerra".

Ataque russo a escola fez dois mortos. Há 60 desaparecidos

Andrea Pinto | há 1 mês

As tropas russas bombardearam, este sábado, uma escola que servia de abrigo para cerca de 90 pessoas na vila de Bilohorivka, localizada a cerca de 11 quilómetros da linha da frente. Segundo avançou o chefe da administração militar da região separatista do Lugansk, Serhiy Hayday, há pelo menos dois mortos e dezenas de pessoas desaparecidas nos escombros do edifício.

Início de cobertura

Andrea Pinto | há 1 mês

Damos agora início a mais um acompanhamento AO MINUTO dos acontecimentos que marcam o 74.º dia de guerra entre a Ucrânia e a Rússia. Pode acompanhar os acontecimentos do dia anterior aqui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório