Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Número de pedidos de asilo na UE+ passa em setembro níveis pré pandemia

Em setembro foram registados 71.200 pedidos de asilo na União Europeia e parceiros (UE+), tendo sido ultrapassados, pela primeira vez, os níveis de antes da pandemia da covid-19, foi hoje divulgado.

Número de pedidos de asilo na UE+ passa em setembro níveis pré pandemia
Notícias ao Minuto

10:52 - 03/12/21 por Lusa

Mundo Asilo

Segundo dados do Gabinete Europeu de Apoio em matéria de Asilo (EASO), dos 71.200 pedidos de asilo registados, 17.300 provieram de cidadãos afegãos, quase o dobro dos dos sírios (9.100).

O Afeganistão tornou-se, em agosto, o principal país de origem dos requerentes de asilo na UE+, com 10.000 pedidos, que em setembro subiram 72% para quase 17.300, refletindo a chegada dos talibãs ao poder no país.

Segundo a EASO, os turcos foram o terceiro maior grupo de requerentes de asilo, em setembro, com 3.000 pedidos, seguindo-se os iraquianos (2.900), os bengalis (2.800), os paquistaneses (2.700), os albaneses (2.100), os venezuelanos, (1.800), os georgianos e os tunisinos (1.700 cada).

Estas dez nacionalidades juntas representam quase dois terços das candidaturas apresentadas na UE+.

As autoridades dos 27 Estados-membros e Islândia, Israel, Noruega, Reino Unido, Sérvia e Turquia emitiram, por seu lado, cerca de 40.500 primeiras autorizações em setembro, uma taxa de 41% de decisões positivas, a maior diferença em relação ao número de pedidos em cinco anos.

No final de setembro, havia um acumulado de 394.300 requerimentos por decidir.

Leia Também: UE suspende algumas regras de asilo nas fronteiras com a Bielorrússia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório