Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Merkel lamenta demissão do presidente do Bundesbank

A chanceler alemã, Angela Merkel, lamentou hoje a demissão "por motivos pessoais" do presidente do Bundesbank (banco central), Jens Weidmann, e defendeu a escolha de um sucessor que dê continuidade à política monetária orientada para a estabilidade.

Merkel lamenta demissão do presidente do Bundesbank
Notícias ao Minuto

15:31 - 20/10/21 por Lusa

Mundo Alemanha

"A chanceler lamenta e registou com grande respeito a declaração do presidente do Bundesbank a anunciar que deixa o cargo no fim do ano", disse o porta-voz governamental, Steffen Seibert, numa conferência de imprensa de rotina.

O porta-voz afirmou que Weidmann liderou o banco central "com enorme êxito" durante mais de 10 anos e representou a instituição, os seus interesses e valores de política monetária de forma "excecional" a nível nacional e internacional.

Steffen Seibert disse ainda que Merkel agradece a Weidmann o seu trabalho ao longo destes anos de "tão grandes desafios" em matéria de política financeira e monetária.

O futuro Governo terá agora de encontrar um sucessor "que dê continuidade a um legado orientado para a estabilidade do Bundesbank", salientou.

Também o ministro das Finanças, Olaf Scholz, agradeceu ao presidente do banco central o seu "compromisso excecional" à frente do Bundesbank e destacou que Weidmann "marcou de forma decisiva não só a política monetária da Alemanha e da Europa, mas também impulsionou o desenvolvimento dos mercados financeiros internacionais".

Weidmann deixa o cargo, que ocupa desde maio de 2011, cinco anos antes de terminar o seu segundo mandato.

Leia Também: Migrações: Alemanha exclui encerramento da fronteira com a Polónia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório