Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2022
Tempo
13º
MIN 5º MÁX 15º

Edição

Dois clandestinos encontrados mortos na fronteira austro-húngara

Dois clandestinos foram hoje encontrados mortos na Áustria, num autocarro intercetado na fronteira com a Hungria, e o condutor pôs-se em fuga, anunciou a polícia.

Dois clandestinos encontrados mortos na fronteira austro-húngara

Procedente de território húngaro, o veículo foi revistado pelo exército, que o considerou suspeito. Os agentes encontraram perto de 30 pessoas amontoadas num espaço muito reduzido, duas das quais sem vida.

Foi dada água aos 26 clandestinos, todos homens, originários da Síria, segundo a agência noticiosa APA. O motorista do autocarro continua a ser procurado.

Esta região tinha já sido palco de uma situação semelhante há alguns anos.

A 27 de agosto de 2015, um total de 71 clandestinos originários da Síria, do Iraque e do Afeganistão, entre os quais três crianças e um bebé, morreram asfixiados no compartimento estanque de uma camioneta, onde tinham sido escondidos pelos contrabandistas.

Foram descobertos na Áustria, mas a sua morte ocorreu quando ainda se encontravam do outro lado da fronteira.

Quase quatro anos depois, a justiça húngara condenou os seus contrabandistas a penas de prisão perpétua.

A emoção suscitada por essa tragédia contribuiu para a abertura temporária das fronteiras a centenas de milhares de pessoas que queriam chegar à Europa Ocidental, no início da vaga migratória de 2015-2016.

Leia Também: Rússia permanece "obstáculo" à paz na Ucrânia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório