Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Enviado britânico encontra-se com líderes talibãs no Afeganistão

O enviado britânico para o Afeganistão, Simon Gass, encontrou-se hoje com importantes líderes talibãs em Cabul, segundo um porta-voz dos talibãs e o Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico.

Enviado britânico encontra-se com líderes talibãs no Afeganistão
Notícias ao Minuto

15:09 - 05/10/21 por Lusa

Mundo Simon Gass

Gass "reuniu-se com altos funcionários talibãs, incluindo Amir Khan Muttaqi [ministro dos Negócios Estrangeiros afegão] e Abdul Ghani Baradar [vice-primeiro-ministro afegão]", declarou o ministério britânico num comunicado.

O responsável britânico estava acompanhado por Martin Longden, encarregado de negócios da missão britânica para o Afeganistão, que foi realocado para Doha, no Qatar, após a saída das últimas forças norte-americanas e estrangeiras do Afeganistão em 30 de agosto, disse a mesma fonte.

As partes discutiram a crise humanitária no Afeganistão, como evitar que o país se torne novamente um foco de terrorismo internacional e a necessidade de permitir que afegãos e estrangeiros que desejem partir o façam em segurança, segundo a nota do Ministério britânico.

Uma gigantesca ponte aérea retirou mais de 120.000 estrangeiros e afegãos ansiosos por fugir do novo regime talibã -- que tomou o poder em 15 de agosto --, com a partida dos últimos soldados norte-americanos em 30 de agosto.

Em seguida, ocorreram alguns voos de retirada, mas vários países ocidentais ainda têm uma lista de pessoas que desejam sair e pediram repetidamente ao Governo talibã que garanta a segurança desta pessoas.

As discussões também se concentraram na "questão do tratamento das minorias e dos direitos das mulheres e raparigas", acrescentou o ministério britânico.

A reunião permitiu "discussões detalhadas sobre o renascimento das relações diplomáticas entre os dois países", disse Abdul Qahar Balkhi, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Afeganistão.

Nenhum país reconheceu oficialmente o novo Governo talibã até ao momento, mesmo que o Paquistão, a China e o Qatar, em particular, tenham mostrado alguns sinais de abertura em relação a esta questão.

Apenas três Estados (Paquistão, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos) reconheceram o primeiro governo talibã no Afeganistão, entre 1996 e 2001.

Leia Também: G20 deve estabelecer as suas condições para reconhecer o regime Talibã

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório