Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 23º

Homicídios de mulheres acusadas de bruxaria estão a aumentar na RD Congo

Só este mês, oito mulheres foram queimadas vivas ou linchadas na província de Kivu do Sul.

Homicídios de mulheres acusadas de bruxaria estão a aumentar na RD Congo
Notícias ao Minuto

20:40 - 29/09/21 por Notícias ao Minuto

Mundo República Democrática do Congo

Os homicídios de mulheres acusadas de bruxaria estão a aumentar drasticamente na região Este da República Democrática do Congo, avança a AFP. Este mês, oito mulheres foram queimadas vivas ou linchadas em três áreas da província de Kivu do Sul.

“Registámos 324 acusações de bruxaria no período entre junho e setembro”, referiu Nelly Adidja, da organização não-governamental Association of Women in the Media.

Em Kalehe, foram reportadas 114 acusações e cinco mulheres foram queimadas vivas. Outras quatro foram raptadas por milícias.

Bosco Muchukiwa, diretor e professor de Sociologia no Higher Institute of Rural Development, considera que esta vaga de crimes por suspeitas de bruxaria deve-se a um vazio na governação no país.

“Há um ressurgimento do fenómeno porque o estado tem falhado nas suas missões fundamentais. A polícia e o sistema de justiça não estão a fazer o seu trabalho”, frisou Muchukiwa.

Estes ataques têm sido alimentados por bajakazi, autointitulados médiuns, que vivem em localidades da província de Kivu do Sul e afirmam ser capazes de detetar bruxas.

Leia Também: Ébola: Investigação identifica 80 alegados crimes sexuais na RD Congo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório