Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 28º

Edição

Detidos na prisão da polícia de Brazzaville tratados pior que animais

Uma organização não-governamental denunciou hoje o tratamento desumano nos calabouços da polícia de Brazzaville, onde as pessoas "recebem pior tratamento do que os animais", apelando à melhoria das condições de detenção.

Detidos na prisão da  polícia de Brazzaville tratados pior que animais
Notícias ao Minuto

22:14 - 24/09/21 por Lusa

Mundo ONG

"A nossa investigação revela que nas prisões do departamento da polícia de Brazzaville as condições a que são submetidos os detidos são horríveis e ultrapassam o limite da gravidade", lamentou o Centro de Ação para o Desenvolvimento (CAD).

O CAD observa que "as condições são comparáveis a tortura e a tratamentos cruéis, desumanos e degradantes", no âmbito de um  inquérito que abrangeu o período de janeiro a agosto deste ano.

Alguns dos detidos na direção do departamento da polícia de Brazzaville vêm das prisões, uma medida para aliviar a sobrelotação das prisões durante o período da luta contra a covid-19.

"As celas estão sobrelotadas e infestadas de ratos, baratas, formigas, mosquitos e outros insetos. Há cheiros insuportáveis", disse Trésor Nzila, diretor executivo do CAD, citado pela agência de notícias AFP.

Contactadas pela AFP fontes do departamento de direitos humanos do Ministério da Justiça e Administração Prisional recusaram-se a comentar o relatório, que foi amplamente divulgado nas redes sociais.

"Tendo em conta a gravidade da situação nas celas (...) o CAD apela ao Governo para que tome medidas urgentes para aliviar o congestionamento, desinfetar e renovar as prisões", conclui o documento.

Leia Também: Angola e RDCongo querem acelerar projeto de exploração petrolífera

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório