Meteorologia

  • 12 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 31º

AO MINUTO: Internamentos e casos ativos em queda; Testes para as creches

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19.

AO MINUTO: Internamentos e casos ativos em queda; Testes para as creches
Notícias ao Minuto

07:33 - 09/09/21 por Notícias ao Minuto

Mundo Covid-19

O processo de vacinação contra a Covid-19 está cada vez mais perto de estar terminado, com o coordenador da Task Force a prever que 85% da população esteja vacinada ainda este mês, na terceira ou quarta semana de setembro. 

Por todo o país, começam gradualmente a ser desativados os centros de vacinação e dá-se também o regresso de muitos enfermeiros e médicos de família às suas unidades, sendo necessário que estes sejam informados das novas tarefas para que "tudo corra sem sobressaltos".

Nos próximos dias, também rumo a um progressivo regresso à normalidade, o uso de máscara vai deixar de ser obrigatório na via pública no exterior, tendo ontem, ainda assim, sido recomendado pela DGS algumas exceções a este alívio, que entrar em vigor no domingo

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no mundo:  

15h57 - Este registo terminou. Continue a acompanhar aqui os principais desenvolvimentos da pandemia, nesta quinta-feira, em Portugal e no mundo. 

15h55 - Moçambique regista mais três mortes e 175 casos. Moçambique registou três óbitos devido ao novo coronavírus e 175 casos de infeção, nas últimas 24 horas, anunciou hoje o Ministério da Saúde em comunicado de atualização de dados sobre a pandemia.

15h45 - Postos de combustível contestam proibição de venda de bebidas alcoólicas. Os postos de venda de combustível contestam a manutenção da proibição de bebidas alcoólicas que se mantém nestes locais, 24 horas por dia, tendo enviado uma carta ao Governo com a sua posição.

15h31 - África vai receber menos um quarto das vacinas que contava ter este ano. África vai receber menos um quarto das vacinas contra a Covid-19 que contava ter até ao final do ano, o que compromete as metas de vacinação estabelecidas para o continente, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

15h11 - Vieira da Silva diz que uso de máscara depende das recomendações da DGS. A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, salientou hoje que as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS) vão influenciar decisões sobre o uso de máscara, cuja obrigatoriedade de utilização nos espaços públicos cessa formalmente no domingo.

14h50 - Portugal com mais dez óbitos e 1.408 novos casos. Portugal registou, esta quinta-feira, mais dez mortos e 1.408 novos casos de Covid-19, revelou o mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). 

De acordo com a autoridade, nas últimas 24 horas, recuperaram mais 1.823 pessoas diagnosticadas com o novo vírus, há menos 425 casos ativos em todo o país e existem menos 24 pacientes internados devido à Covid-19, menos 8 em cuidados intensivos. 


14h48 - Impacto direto da pandemia supera os 4.100 milhões de euros até julho. Os efeitos diretos da pandemia de Covid-19 nas contas públicas cifraram-se nos 4.133 milhões de euros (ME) até ao final de julho, de acordo com a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO).

14h45 - Norma da DGS recomenda testagem de funcionários das creches. A Direção-Geral da Saúde (DGS) publicou hoje uma norma sobre as condições de funcionamento das creches no atual contexto de desconfinamento, que prevê um rastreio à Covid-19 a todos os funcionários, independentemente de estarem vacinados.

14h32 - Governo quer realizar nova reunião no Infarmed. Em conferência de imprensa, esta quinta-feira, após mais um Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva revelou que a "intenção do Governo é que se realize nova reunião do Infarmed para debater este novo patamar (85%) e as medidas que se devem aprovar"


14h25 - Reino Unido aprova reforço de terceira dose. O regulador do medicamento britânico deu hoje ''luz verde' para o uso de uma terceira dose das vacinas contra a Covid-19 da Pfizer e da AstraZeneca para proteger cidadãos mais vulneráveis. Num comunicado, citado pelo The Guardian, a Agência de Medicamentos e Produtos de Cuidados de Saúde (MHRA sigla em inglês) não define especificamente os grupos populacionais que deverão receber este reforço vacinal, remetendo a decisão para o Comité de Vacinação e Imunização (JCVI sigla em inglês), que irá reunir ainda esta quinta-feira. 

14h04 - Terceira dose torna "ainda mais difícil" a África atingir imunização. Se os países desenvolvidos avançarem massivamente com a terceira dose da vacina contra a Covid-19, será "ainda mais difícil" a África atingir os objetivos de imunização, sublinhou hoje o líder do organismo de saúde pública da União Africana.

13h34 - Decisões de países sobre 3.ª dose "bem compreendidas" por regulador da UE. A Agência Europeia de Medicamentos disse hoje que decisões dos países da União Europeia (UE) de avançarem para doses de reforço das vacinas contra a Covid-19, nomeadamente a grupos vulneráveis como defendido em Portugal, são "bem compreendidas" pelo regulador.

13h11 - "Testar é fundamental". O Serviço Nacional de Saúde recordou hoje é a testagem de despiste à Covid-19 continua a ser "fundamental". "O teste não evita a doença, mas protege todos. Testar é fundamental para controlar a pandemia. Proteja-se a si e aos outros", pode ler-se numa nota partilha nas redes sociais. 


12h48 - Pandemia já matou quase 4,6 milhões de pessoas no mundo. A pandemia de Covid-19 matou, até hoje, pelo menos 4.593.164 pessoas no mundo desde o final de dezembro de 2019, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias francesa AFP com base em fontes oficiais.

12h16 - Escolas e pais com dúvidas sobre o uso de máscara pedem esclarecimento. Os diretores das escolas e os pais dos alunos ficaram com dúvidas sobre o uso de máscara nos estabelecimentos de ensino após Graça Freitas, diretora-geral da Saúde, ter prestados declarações ontem no Parlamento sobre a matéria. 

Sublinhe-se que os estabelecimentos de ensino receberam uma diretiva clara sobre a obrigatoriedade para este ano letivo, mas nesta quarta-feira, Graça Freitas referiu que o uso de máscara era recomendável.

12h07 - Japão prolonga estado de emergência até final de setembro. O Japão anunciou hoje o prolongamento até final de setembro do estado de emergência devido ao coronavírus em Tóquio e 18 outras áreas, porque o sistema de saúde continua sob forte pressão, embora os contágios tenham diminuído ligeiramente.

12h01 - Macau autoriza entrada de estrangeiros em Hong Kong com quarentena. As autoridades de Macau anunciaram hoje o levantamento da proibição de entrada de estrangeiros para pessoas que estejam há 21 dias em Hong Kong, para participar em atividades "importantes" ou frequentar estudos superiores, ficando obrigadas a realizar quarentena.

11h46 - Hotelaria e restauração contra "retirada prematura" dos apoios. A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) apela ao Governo para que "continue a apoiar financeiramente" o setor até à normalização da atividade turística, alertando que a "retirada prematura" dos apoios ameaça a viabilidade das empresas.

11h34 - Mais duas mortes e 165 novos casos em Timor-Leste. Timor-Leste registou mais duas mortes associadas à Covid-19 nas últimas 24 horas, com o número de vítimas mortais a subir para 88, segundo o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC) timorense. Foram também registados mais 165 novos casos de Covid-19, num total de 18.211 contabilizados desde o início da pandemia.

11h18 - Tailândia está a desenvolver teste de Covid pelo suor. Investigadores tailandeses estão a desenvolver um mecanismo de testagem à Covid-19 através do uso do suor, adiantou esta manhã a AFP. O projeto está numa fase inicial e a ideia ainda vai ser publicada numa revista científica. Contudo, já foi revelado que o teste é baseado em modelos de testagem de químicos tóxicos no ambiente e que os investigadores querem que o teste demore 15 minutos a realizar e que os resultados estejam prontos em 30. 

11h01 - Itália dá 'luz verde' a doses de reforço. A Agência Italiana do Medicamento (AIFA sigla em italiano) aprovou hoje a administração de vacinas de reforço contra a Covid-19. O processo de vacinação da terceira dose deverá arrancar no país no final de setembro, com a inoculação de uma dose de reforço a 500 mil imunodeficientes das vacinas da Pfizer ou da Moderna. A administração da terceira dose será depois estendida a 4,2 milhões de idosos, em lares, e a profissionais de saúde.

10h49 - França naturaliza mais de 12 mil trabalhadores da 'linha da frente'. A França atribuiu a nacionalidade a mais de 12.000 trabalhadores estrangeiros que estiveram na "linha da frente" durante a epidemia de Covid-19, anunciou hoje o Ministério do Interior francês.

"Estes trabalhadores da linha de frente têm respondido pela nação. É normal que a nação dê um passo em direção a eles. Dou as boas-vindas aos nossos novos compatriotas à nacionalidade francesa", disse a ministra delegada da Cidadania no Ministério do Interior, Marlène Schiappa, num comunicado citado pela agência France-Presse.

10h26 - Biden apresenta hoje novas abordagens para promover vacinação. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, vai hoje apresentar um novo plano de combate à pandemia, que contará com novas abordagens para promover a vacinação contra a Covid-19 no país. Segundo declarações prestadas à Reuters por uma fonte oficial da Casa Branca, no discurso de hoje, Biden irá ainda apelar à testagem e ao uso da máscara de proteção individual.

10h09 - Rússia regista perto de 800 mortos em 24 horas. A Rússia reportou, nas últimas 24 horas, mais 18.380 novos casos de Covid-19 e 794 óbitos relacionados com a doença.

9h42 - Autoridades italianas realizam buscas em residências de oito ativistas. A polícia italiana fez hoje buscas nas residências de oito ativistas que terão falado numa rede social sobre a realização de possíveis ações violentas em toda a Itália durante manifestações públicas contra o passe sanitário.

9h22 - Cerca de 200 utentes afetados por falha no centro de Gouveia. O coordenador da Task Force, o vice-almirante Gouveia e Melo, revelou esta manhã que cerca de 200 pessoas, inoculadas entre 2 e 4 de setembro, foram afetadas pela falha na cadeia de frio de conservação das vacinas contra a Covid-19.  Em entrevista à rádio Renascença, o responsável garantiu que estão a ser averiguadas as causas da falha e que até estas serem apuradas o centro não reabrirá portas.

9h19 - China doa 26 milhões ao Afeganistão em cereais e vacinas. A China anunciou que vai doar a Cabul o equivalente a 26 milhões de euros, em cereais e vacinas contra a Covid-19, e alertou para o perigo de grupos terroristas que possam escapar do Afeganistão para países vizinhos.

8h51 - Parlamento escocês decide se é preciso certificado para entrar em discotecas e grandes eventos. O Parlamento escocês vai decidir hoje se vai ser necessária a apresentação de certificados de vacinação Covid-19 para se entrar em discotecas e grandes eventos no país. De acordo com o The Guardian, já é certo que três partidos - Labour, Tories e Lib Dems - vão votar contra a obrigatoriedade de passaportes de vacinação.

8h23 - Trabalhadores de lares têm de estar vacinados, alerta Governo britânico. Helen Whately, secretária de Estado da Saúde britânica, referiu esta manhã que quem se recusar a ser vacinado contra a Covid-19 não devia trabalhar em assistência social. Em declarações à Sky News, a governante recordou os lares foram especialmente atingidos pela Covid-19: "A realidade é que uma das melhores formas que temos de protegemos as pessoas a viverem em lares é através da garantia de que o pessoal destes locais está vacinado (...) Se uma pessoa não quer ser vacinada, como é que pode continuar a tratar de pessoas que são muito vulneráveis à Covid-19?". 

7h49 - China soma 28 novos casos, todos oriundos do exterior. A China anunciou hoje ter diagnosticado 28 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, todos oriundos do exterior, depois de o país ter conseguido suprimir surtos recentes em diferentes regiões.

7h37 - Doentes internados mais tempo com problemas de mobilidade e ansiedade. Os doentes com Covid-19 que estiveram mais tempo internados e sujeitos a ventilação foram os que apresentaram mais problemas de mobilidade e ansiedade, revelou um estudo desenvolvido com base nas consultas de 'follow up' do Hospital São João.

07h24 - ONU e Argentina associam pandemia e dívida para pedirem mais crédito. O secretário-geral da ONU e o Presidente da Argentina associaram pandemia, clima e dívida para pedirem financiamento aos países da América Latina, através de crédito para energias renováveis e troca de dívida por ações climáticas.

07h19 - Passe sanitário em França aplica-se a partir de 12 anos e dois meses. O passe sanitário em França vai aplicar-se a crianças de 12 anos e dois meses, de forma a que estes jovens tenham acesso a locais como restaurantes ou cinemas, sendo mais um incentivo à vacinação.

De forma a dar uma última oportunidade aos jovens que fazem 12 anos no período do regresso às aulas, o passe sanitário vai ser obrigatório a partir de 30 de setembro para jovens com 12 anos e dois meses, dando assim oito semanas suplementares para que estas crianças terminem o seu esquema vacinal.

07h11 - Venezuela precisa de mais vacinas, avisa organização. A Venezuela necessita de mais vacinas para imunizar a sua população, alertou quarta-feira a Organização Pan-americana da Saúde (OPS), avançando que os níveis locais de vacinação contra a Covid-19 são baixos.

7h07 - Síndrome de Guillain-Barré é efeito "muito raro" da vacina AstraZeneca. Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla inglesa) listou quarta-feira a síndrome de Guillain-Barré, uma condição neurológica rara, como um efeito secundário "muito raro" da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19, como já tinha acontecido com a Janssen.

7h00 - Recuperação do emprego é ainda insuficiente na América Latina. A recuperação do emprego é ainda insuficiente na América Latina, onde subsistem as condições favoráveis a uma alta informalidade, atingindo mais de 70% dos empregos gerados nos últimos meses na região, advertiu a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Recorde aqui os principais desenvolvimentos, ocorridos durante o dia de ontem, sobre a pandemia em Portugal e no mundo. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório