Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2021
Tempo
23º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

AO MINUTO: Novo discurso "não pode ser o do medo", frisa Marcelo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO:  Novo discurso "não pode ser o do medo", frisa Marcelo

Portugal registou 3.452 novos casos de Covid-19 e mais 13 mortes em 24 horas, de acordo com os dados divulgados esta quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Em termos globais, Portugal contabiliza 960.437 contágios, 17.320 óbitos e 891.687 recuperados. Os internamentos subiram ligeiramente. 

O indicador de transmissibilidade (Rt) continua a descer, sendo atualmente de 1,01 quer a nível nacional quer no Continente. 

Já a incidência apesar de ter subido, regista um abrandamento, sendo de 428,3 casos por 100 mil habitantes. No Continente a subida foi ainda mais ligeira passando para 439,3 casos por 100 mil habitantes (na última atualização era de 439,5 casos por 100 mil habitantes). 

A Inglaterra vai eliminar, a partir da próxima segunda-feira, a quarentena aos viajantes oriundos da União Europeia e dos Estados Unidos que tenham a vacinação completa nos países de origem, anunciou hoje o ministro dos Transportes britânico, Grant Sharps.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

00h00 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de quinta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h59 - Todos os jogadores e staff dos clubes de futebol da Liga da Suíça vão ter de apresentar um certificado Covid-19 a partir do dia 4 de agosto, devido à incerteza provocada pela pandemia, foi hoje anunciado.

23h57 - A maioria dos trabalhadores da Google só regressará aos escritórios em meados de outubro, depois de ser totalmente vacinada, numa tentativa de combater a disseminação da variante Delta do SARS-CoV-2, anunciou hoje a empresa norte-americana.

23h48 - A Guiné-Bissau registou mais 53 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo dados hoje divulgados pelo Alto Comissariado para a Covid-19.

23h20 - O Presidente da República afirmou hoje que o país se encontra num período em que pode iniciar o discurso de transição para a fase pós-pandémica

"Eu diria que [há] condições de o Governo poder, amanhã e depois, abrir caminho para aquilo que todos nós necessitamos, que é o discurso de transição da pandemia para o pós pandemia", destacou Marcelo Rebelo de Sousa, sublinhando que esse novo discurso "não pode ser o do medo". 

Numa edição especial da Circulatura do Quadrado, no Palácio de Belém, o Presidente da República apontou  que o sucesso da vacinação tem "avançado muitíssimo bem",  o que perspetiva uma maior reabertura da sociedade, tendo em conta a estabilização "tendencial" do número de mortos.

23h18 - O Conselho Nacional de Secretários de Saúde do Brasil informou esta quarta-feira que foram identificados 48.013 novos casos de contaminação e morreram mais 1.344 pessoas nas últimas 24 horas. Em termos acumulados, o Brasil soma 19.797.086 casos confirmados e 553.179 vítimas mortais. 

A taxa de óbitos está em fase de crescimento. Fixa-se em 263,2 óbitos por cada 100 mil habitantes.

22h50 - Um ranking mensal sobre os países mais resilientes na resposta à pandemia da doença Covid-19, com base em diversos fatores, coloca Portugal na 31.ª posição entre 53 países analisados, foi hoje divulgado. 

À frente de Portugal estão países como a China, Arábia Saudita, Turquia, Reino Unido, Austrália, Japão, Israel e vários Estados-membros da União Europeia (Espanha, Grécia, Itália, Alemanha, Bélgica, Áustria, Irlanda ou Países Baixos).

21h42 - Angola registou mais seis mortos associados à Covid-19, totalizando 1.000 óbitos, e 178 novos casos positivos nas últimas 24 horas, anunciaram hoje as autoridades sanitárias.

20h46 - São Tomé e Príncipe registou nas últimas 24 horas oito novas infeções por coronavírus, depois de três dias sem notificar qualquer caso, indicou hoje a porta-voz do Ministério da Saúde do país, Isabel dos Santos.

20h30 - Cabo Verde registou mais 56 novos infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, aumentando para 33.682 os casos positivos acumulados desde o início da pandemia, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

20h12 - França registou 27.934 novos casos de infeção e mais 40 mortes desde ontem, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado esta quarta-feira pelas autoridades de saúde francesas. A taxa de positividade é de 4,1%. 

França acumula 6.054.049 casos confirmados e 111.768 vítimas mortais. 

19h44 - O reino do Butão conseguiu completar a vacinação de 90% da população adulta no espaço de uma semana. Um feito que foi descrito pela UNICEF como uma “estória de sucesso” e uma “luz de esperança” para outros países do sul da Ásia.

19h38 - A Madeira diagnosticou 23 novos casos de Covid-19 e o mesmo número de doentes recuperados nas últimas 24 horas, registando a região 249 situações ativas, informou hoje a Direção Regional de Saúde.

19h10 - O Ministério da Saúde espanhol anunciou esta quarta-feira que foram diagnosticados 27.149 novos casos de contágio e morreram mais 73 pessoas no último dia. Espanha totaliza 4.395.602 casos positivos e 81.396 óbitos. 

A incidência acumula diminuiu de forma ligeira para 699 casos por 100 mil habitantes. Esta foi a primeira descida da incidência desde o dia 22 deste mês. 

A pressão sobre as unidades de cuidados intensivos está a subir e situa-se em 17,2%. 

18h51 - Moçambique registou mais 26 mortes devido a Covid-19 e 2.460 infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

18h22 - Portugal realizou, desde o início da pandemia, um total de 15 milhões de testes de diagnóstico à Covid-19. Destes, "32,2% foram feitos no Serviço Nacional de Saúde, 58,5% nos Privados e 9,3% na Academia", indica esta quarta-feira o Ministério da Saúde.

18h19 - A Associação Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE) apelou hoje ao primeiro-ministro para que alivie as restrições no acesso à Cultura, para que possam programar nos próximos meses, porque "o verão já está perdido".

O apelo, com quatro medidas de caráter urgente, foi feito numa carta enviada a António Costa e divulgada aos jornalistas, nas vésperas de uma nova reunião do Conselho de Ministros. 

As quatro medidas pedidas pela associação são o alargamento da lotação das salas de espetáculo a 100%, e sem marcação de lugar para quem tiver certificado digital ou teste antigénio negativo válido, liberalização de horários e reforço do programa de apoio aos trabalhadores de teatro, música, dança e outras atividades artísticas e literárias.

17h47 - A Itália registou 5.696 casos positivos de coronavírus e 15 mortes nas últimas 24 horas, informou hoje o ministério da Saúde italiano, um número de contágios diários que supera em mais de mil os registados no mesmo dia da semana passada.

Com estes últimos dados, o número total de contágios desde fevereiro de 2020 eleva-se a 4.330.739, enquanto o número de mortes ascende a 128.010 pessoas.

17h45 - Cuba registou 9.323 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, o número mais alto de infeções confirmadas num só dia desde o início da pandemia na ilha, em março de 2020, anunciou hoje o Ministério da Saúde Pública.

17h43 - O passe sanitário, que reserva o acesso a lugares públicos às pessoas vacinadas contra a Covid-19, recuperadas da doença ou com teste negativo, está a ganhar terreno na Europa e já foi adotado em vários países. Conheça quais

17h40 - O município de Nova Iorque oferecerá, a partir de sexta-feira, um incentivo financeiro de 100 dólares (84 euros) às pessoas que se vacinem contra a Covid-19, anunciou hoje o presidente da Câmara, Bill de Blasio.

17h36 - Questionado sobre a possibilidade de na primeira quinzena de agosto Portugal poder receber menos vacinas contra a Covid-19 do que as que estavam previstas, António Lacerda Sales tranquilizou os portugueses

"Garantidamente que a população portuguesa pode ficar descansada que ninguém ficará por vacinar por questões de falhas de vacinas", asseverou o secretário de Estado adjunto e da Saúde. 

Ainda assim, e "prevendo que na primeira quinzena possa haver menos vacinas do que aquelas que estavam previstas", Lacerda Sales indicou que recorremos "a mecanismos europeus entre Estados, nomeadamente com a Hungria, com a Itália e com a Bulgária" que permitirão a "aquisição de perto de um milhão de vacinas que, seguramente, se houver alguma falta, aqui ou acolá, poderão colmatar essas falhas"

17h19 - O Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico revelou esta quarta-feira que foram detetados 27.734 novos contágios e morreram mais 91 pessoas devido à Covid-19 nas últimas 24 horas. No total, o Reino Unido soma 5.770.928 casos confirmados e 129.430 óbitos. 

71,1% da população britânica (37,6 milhões de pessoas) já concluíram o processo de vacinação.

16h51 - A Direção-Geral de Saúde (DGS) deve divulgar nos próximos dias a recomendação sobre a vacinação contra a Covid-19 em jovens dos 12 aos 17 anos, cujo arranque está previsto para 14 de agosto, num processo que não é consensual.

Os especialistas dividem-se perante a relação risco-benefício da vacina nesta faixa etária, com alguns a assinalar a pouca gravidade da doença entre os mais novos e outros a salientar o risco de deixar espaço para a eventual propagação de novas variantes.

No entanto, há já países a avançar com esse processo, mesmo quando muitas nações estão ainda atrasadas na vacinação da sua população adulta.

16h29 - Grécia, Chipre e Jordânia pediram hoje o fortalecimento da cooperação e a solidariedade mundial para ajudar todos os países a superarem os desafios e dificuldades motivados pela pandemia de Covid-19.

15h59 - As pessoas com idade igual ou superior a 18 anos já podem autoagendar a vacina contra a Covid-19 através do portal da Direção-Geral da Saúde (DGS). O autoagendamento para esta faixa etária foi aberto esta quarta-feira. 

15h41 - A Madeira registou 1.631 casos positivos de Covid-19 em crianças e jovens até os 17 anos desde o início da pandemia, revelou hoje o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque.

"A verdade é que as crianças também se infetam e tivemos 1.631 casos positivos entre os zero e os 17 anos na região desde o inicio da pandemia, incluindo 493 alunos, o que é um exemplo que os jovens não estão imunes" à doença, salientou o governante madeirense.

Leia Também: AO MINUTO: Rt segue a descer; Maiores de 18 já podem agendar vacina

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório