Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Três soldados condenados a 15 anos por tentarem golpe de Estado no Gabão

Três soldados foram hoje condenados a 15 anos de prisão no Gabão por uma tentativa de golpe de Estado, falhado, em janeiro de 2019, contra o Presidente Ali Bongo Ondimba, anunciou o gabinete do procurador de Libreville.

Três soldados condenados a 15 anos por tentarem golpe de Estado no Gabão
Notícias ao Minuto

11:12 - 01/07/21 por Lusa

Mundo Golpe

O tenente Kelly Ondo Obiang, membro da Guarda Republicana (GR), a unidade de elite e guarda pretoriana do Presidente, bem como dois outros soldados, que tinham brevemente apelado em direto na televisão estatal para uma "revolta popular", foram condenados a 15 anos de prisão, referiu à agência AFP a Procuradoria, que tinha pedido prisão perpétua.

Cinco polícias e um civil, também coacusado, foram absolvidos.

O veredicto foi proferido a meio da noite pelo tribunal militar especial de Libreville.

"Os meus clientes estão felizes, fizeram o V de vitória na audiência", disse um dos seus advogados, Jean-Pierre Moumbembe, que apresentou um recurso em cassação.

Em 07 de janeiro de 2019, o grupo de amotinados liderado pelo tenente Ondo Obiang tinha forçado a entrada na sede da Rádio-Televisão do Gabão (RTG) e os três militares da GR tinham aparecido no ecrã, com o oficial a dizer que queria "salvar o país do caos".

Mas ninguém os seguiu e a tentativa de golpe de Estado rapidamente falhou. Dois golpistas foram mortos a tiro pelas forças de segurança e Ondo Obiang foi preso juntamente com os outros soldados.

A tentativa de golpe ocorreu quando o Presidente Ali Bongo Ondimba se encontrava a recuperar de um derrame cerebral.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório