Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2021
Tempo
26º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Festas de São Pedro novamente canceladas no bairro português em Malaca

As Festas de São Pedro no bairro português em Malaca foram cancelas pelo segundo ano consecutivo devido à pandemia, ainda assim os líderes locais vão fazer um evento virtual para recordar a importância de manter vivas as tradições.

Festas de São Pedro novamente canceladas no bairro português em Malaca
Notícias ao Minuto

09:49 - 28/06/21 por Lusa

Mundo Covid-19

"Este ano a 'Festa San Pedro' terá de ser adiada como no ano passado também, mas haverá uma celebração de forma moderada, na sua maioria dentro da comunidade", contou à Lusa o representante da minoria luso-malaia perante o estado de Malaca, Joseph Santa Maria.

"Os líderes locais pretendem fazer um evento virtual e recordar à comunidade a importância de manter vivas as tradições, pois isto dá uma identidade aos portugueses de Melaka [Malaca]", acrescentou, detalhando que o evento será realizado na terça-feira, dia da Festa de São Pedro.

Ainda assim, há uma tradição que não poderá deixar de ser feita neste bairro da Malásia com cerca de mil a dois mil lusodescendentes em mais de 110 casas: a bênção dos barcos de pesca pelo padre da comunidade.

Há dois anos, o então secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, participou na procissão e bênção dos barcos de pesca, dois eventos que juntam centenas de luso-malaios no bairro português da cidade, após ter marcado presença na 2.ª Conferência das Comunidades Portuguesas na Ásia.

Em 2019, o encontro juntou no Bairro Português de Malaca representantes das comunidades asiáticas descendentes de portugueses, numa iniciativa de partilha das raízes culturais, com cerca de 300 luso-asiáticos, de várias comunidades do continente.

A relação com Portugal remonta a 1509 quando Diogo Lopes Sequeira, enviado do Rei D. Manuel, aportou em Malaca para estabelecer relações com o soberano local e dois anos mais tarde Afonso de Albuquerque desembarcou em Malaca, demoliu a Grande Mesquita, e levantou no local uma fortaleza que seria um importante entreposto comercial.

Na mesma altura, surge o crioulo de matriz portuguesa kristang, uma língua agora ameaçada de extinção, que emprega a maior parte do seu vocabulário do português, mas a sua estrutura gramatical é semelhante ao malaio e extrai as suas influências dos dialetos chinês e indiano.

Depois de 100 anos de domínio português, a cidade foi tomada pelos holandeses, depois pelos ingleses, até à independência da Malásia, em 1957.

Leia Também: Malásia vai chamar embaixador da China devido "a intrusão" de aviões

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório