Meteorologia

  • 04 AGOSTO 2021
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

AO MINUTO: Desde fevereiro que não havia tantos casos. Quase mil em LVT

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Desde fevereiro que não havia tantos casos. Quase mil em LVT

Numa altura em que mais de 2,5 milhões de portugueses já têm a vacinação completa, o país enfrenta uma subida do número de infeções pelo novo coronavírus, sobretudo na região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) e, em particular na área metropolitana, incluindo o concelho de Lisboa, que corre o risco de recuar no desconfinamento na próxima semana. Além disso, 60% dos internados devido à Covid-19 estão internados em hospitais de LVT

A Direção-Geral de Saúde (DGS) passou a recomendar a realização de testes à Covid-19 em eventos familiares com mais de dez pessoas, como casamentos e batizados, eventos culturais e desportivos, serviços públicos e empresas.  

E da União Europeia chega um alerta:  Há o risco de os esforços de vacinação para combater a pandemia do novo coronavírus excluírem grupos populacionais vulneráveis, tais como migrantes, minorias e mesmo reclusos. "Os países devem assegurar que ninguém fique para trás, garantindo a igualdade de acesso às vacinas em todas as fases das campanhas nacionais". 

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

16h00- O acompanhamento AO MINUTO segue durante a tarde e noite desta quarta-feira aqui. Boa tarde!

15h45 - O índice nacional de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 subiu de 1,09 para 1,12 e a incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes subiu de 84,5 para 91, foi hoje divulgado.

15h00 - Portugal registou, nas últimas 24 horas, 1.350 novos casos de infeção e seis mortes, indica o relatório da DGS desta quarta-feira. Os internamentos continuam a aumentar. Estão hospitalizadas 351 pessoas (mais cinco), das quais 83 estão em unidades de cuidados intensivos (mais quatro). Lisboa e Vale do Tejo concentra a grande maioria das novas infeções (928). 

Desde o dia 24 de fevereiro que o país não registava tantos novos casos de infeção, dia em que foram reportados 1.480 contágios. 

14h40 - O secretário de Estado da Saúde afirmou hoe que a Direção-Geral da Saúde (DGS) e a comissão técnica de vacinação ponderam diminuir o tempo entre as doses da vacina AstraZeneca contra a Covid-19.

"Essas dúvidas continuam do ponto de vista técnico. Ainda há pouco tempo se falava na possibilidade de alargar o tempo das doses em função daquilo que era a questão da imunidade, portanto, promovia maior imunidade se fossem mais afastadas as doses", argumentou António Sales, em declarações aos jornalistas numa visita a Santa Cruz da Trapa, em São Pedro do Sul.

14h19 - Lisboa "terá o mesmo tratamento". Situação dos concelhos avaliada amanhã. O primeiro-ministro garantiu que serão tomadas as medidas necessárias na capital, em função da análise epidemiológica que decorrerá, como é habitual, na próxima reunião de Conselho de Ministros

"Lisboa não será diferente dos outros concelhos" e que "terá exatamente o mesmo tratamento que os outros concelhos" (António Costa)

13h58 - Balanço mundial contabiliza 3.824.885 mortes desde o início da pandemia. E mais de 176.566.650 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados, de acordo com o mais recente balanço feito pela France-Presse

13h53 - Foi "significativo" o impacto da pandemia na diminuição de mortes nas estradas. Em Portugal, no ano passado, as vítimas mortais nas estradas diminuíram 21% em comparação com 2019, revelou hoje o Conselho Europeu de Segurança nos Transportes

13h42 - Só 8% das escolas tinha equipamentos quando começou o ensino à distância. A conclusão é de um estudo do Conselho Nacional de Educação (CNE) hoje divulgado e que indica que só 8% das escolas tinha equipamentos e ligação à internet quando o Governo decidiu suspender, pela primeira vez, o ensino presencial

13h37 - França acaba com máscara no exterior e com recolher obrigatório. O uso de máscara no exterior deixa de ser obrigatório em França a partir de 17 de junho e o recolher obrigatório às 23h00 acaba no dia 21 de junho, anunciou hoje o primeiro-ministro francês, Jean Castex

13h20 - "É para mim um especial prazer receber das mãos da presidente da Comissão a aprovação do PRR", começou por dizer António Costa, destacando a aprovação dos primeiros planos como "um verdadeiro marco na história da UE".

"Hoje é o dia em que a esperança se converte em confiança na certeza de que sim, vai ser possível lançar, de uma forma ambiciosa e robusta, a recuperação económica em toda a UE", realçou, assinalando que a "Europa soube agir em conjunto para colocar a recuperação em marcha e, assim, cumprimos o mote da nossa presidência: Tempo de agir por uma recuperação justa, verde e digital". 

"Depois de termos sido os primeiros [a entregar o PRR] queremos ser também ser os melhores", anuncia Costa.

13h15 - A conferência conjunta entre a presidente da Comissão Europeia e o primeiro-ministro português, em Lisboa, já começou.  "A Comissão Europeia deu luz verde ao PRR português", anunciou Ursula von der Leyen, que diz não ter dúvidas que o plano "irá mudar profundamente a economia portuguesa". "O plano é ambicioso e tem uma visão a longo prazo", prosseguiu.

Acompanhe em direto

13h00 - Vacinação contra a Covid-19 passa a ser obrigatória em Moscovo. As autoridades de Moscovo decretaram a vacinação obrigatória contra a Covid-19 para os funcionários do setor dos serviços, perante o aumento de casos de infeção na capital da Rússia.

12h23 - Portugal iniciou hoje a emissão do Certificado Digital Covid da União Europeia para pessoas vacinadas contra a Covid-19, anunciou hoje o Governo. Saiba como funcionam.

12h20 - A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, já se encontra em solo português. Foi a primeira a testar em Portugal certificado da Covid-19. 

12h18 - Fim da máscara à vista? O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, afirmou hoje que "em breve" não haverá necessidade de usar máscaras no exterior em Espanha, devido ao ritmo alcançado na vacinação contra a covid-19.

12h15 - Lacerda Sales esclareceu esta quarta-feira que a norma da autoridade de saúde sobre a testagem em eventos familiares com mais de dez pessoas e em eventos culturais e desportivos é "fortemente recomendativa", sendo os promotores as principais entidades fiscalizadoras. Em todo o caso, "é evidente que todos somos responsáveis por todos nós, e essa é uma das grandes lições desta pandemia", destacou.

11h30 - Lisboa perto de recuar? Regras não devem ter exceções. Questionado pelos jornalistas sobre se o possível recuo de Lisboa no desconfinamento é preocupante, Lacerda Sales atirou: "Tudo em pandemia é preocupante", defendendo: "Temos uma matriz de referência, com a qual trabalhamos. Essa matriz tem regras. Quando um concelho ultrapassa duas vezes os 240 casos/mil habitantes recua. As regras não devem ter exceções". A situação de Lisboa, realçou ainda o governante, "só nos faz ter um olhar mais atento para fazermos todo o esforço nas medidas que estamos a tomar, nomeadamente na área da testagem". 

10h30 - A variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia, é atualmente responsável por quase 10% dos casos de Covid-19 nos Estados Unidos, de acordo com os dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) do país.

9h40 - Turistas dos EUA (e de outros sete países) podem voltar à Europa.  Em Portugal, as viagens não essenciais de e para os Estados Unidos da América (EUA) são permitidas desde ontem, de acordo com um despacho do Governo publicado em Diário da República. A medida vigora até ao dia 27 de junho.

9h20 - Contribuintes já podem aderir ao IVAucher. A adesão "consiste apenas em associar um qualquer cartão bancário ao seu NIF para que possa utilizar o benefício acumulado". Saiba o que é necessário para a inscrição.

9h15 - Moratórias. O Observatório sobre Crises e Alternativas prevê que as empresas e famílias tenham dificuldade em pagar os seus empréstimos quando terminarem as moratórias, em setembro, comprometendo o setor bancário nacional e a retoma económica, refere o seu Barómetro hoje publicado.

9h05 - Certificados Covid-19. Os certificados digitais Covid-19, que devem começar a ser emitidos em Portugal esta semana, são gratuitos, emitidos em formato digital e podem ser consultados no portal do SNS 24, na aplicação móvel do SNS ou enviados por email ao titular.

8h55 -  A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, viaja hoje de manhã para Portugal já com o novo certificado digital Covid-19 da UE, admitindo estar "curiosa para ver como funciona" este documento que visa facilitar o regresso à livre-circulação.

8h50 - Vacina da AstraZeneca é 64% eficaz contra a variante Delta. Uma nova pesquisa britânica aponta que a vacina previne a hospitalização em 92% dos casos de infetados com a nova variante Delta, detetada originalmente na Índia.

8h20 - Dados na Índia. A Índia registou 2.542 mortes causadas pela Covid-19 e 62.224 casos nas últimas 24 horas, indicam dados oficias hoje divulgados. Desde o início da pandemia, o país contabilizou um total de 379.573 óbitos e quase 30 milhões de infetados.

A Índia está a reabrir os monumentos ao público, entre eles o Taj Mahal, à medida que o número de infetados e de mortos continua a diminuir. Em abril, o país chegou a registar mais de 400 óbitos diários.  

8h00 -  Quarta vaga? "Na prática já estamos numa quarta onda pandémica, porque a fase que estamos a viver já está com uma amplitude e um comprimento semelhante à onda de março do ano passado, que se estendeu até maio", diz o professor da Faculdade de Ciências Carlos Antunes ao Diário de Notícias. E Lisboa é o motor desta nova vaga. 

Aliás, acrescenta o especialista, "a situação que vivemos agora já é muito superior à de junho do ano passado. Está com uma amplitude em que a tendência é para ultrapassar o máximo alcançado em março, abril e maio do ano passado, e deverá ter um comprimento até julho". 

O pneumologista Carlos Robalo Cordeiro, do gabinete de crise da Ordem dos Médicos, diz mesmo que na capital "há fatores que formam um verdadeiro cocktail explosivo e se o contágio continuar a aumentar da forma como está agora, contamina-se o país todo".

7h20 - Um relatório da União Europeia (UE) publicado hoje concluiu que há o risco de os esforços de vacinação para combater a pandemia do novo coronavírus excluírem grupos populacionais vulneráveis, tais como migrantes, minorias e mesmo reclusos.

7h20 - Os testes à Covid-19 passam a ser recomendados em eventos familiares com mais de dez pessoas, como casamentos e batizados, eventos culturais e desportivos, serviços públicos e empresas, segundo a Direção Geral da Saúde (DGS).

7h15 - O infecciologista venezuelano Júlio Castro, instou terça-feira a população da Venezuela a manter e reforçar as medidas preventivas da Covid-19, alertando que a pandemia está "no ponto mais alto".

7h10 - Atualização de dados no mundo: 

  • China: A Comissão de Saúde da China anunciou hoje que foram diagnosticados 21 casos do novo coronavírus, nas últimas 24 horas, todos oriundos do exterior.
  • EUA: Os Estados Unidos registaram 302 mortos por covid-19 e 13.043 casos nas últimas 24 horas, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins. O país contabiliza 33.485.414 infetados e 600.263 óbitos desde o início da pandemia. 
  • Alemanha: Alemanha soma, nas últimas 24 horas, mais 1.455 casos de Covid-19 e 137 mortos. Com esta atualização, o país ultrapassa hoje as 90 mil mortes pelo novo coronavírus, mais precisamente 90.074. Já em termos de infetados, são agora 3.717.625 desde o início da pandemia.
  • Brasil: O Brasil registou 80.609 contágios e mais 2.468 óbitos no último dia, segundo os dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS). O país acumula 17.533.221 casos confirmados e 490.696 vítimas mortais. 

07h00- Bom dia! Iniciamos mais um acompanhamento ao MINUTO dos desenvolvimentos da pandemia em Portugal e no Mundo. Recorde as incidências do dia anterior aqui

Leia Também: AO MINUTO: DGS rejeita erro técnico. 42% dos portugueses já com 1.ª dose

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório