Meteorologia

  • 21 JUNHO 2021
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Casal filmado a rir enquanto confessa homicídio de pai de um deles

Aaron e Sierra mataram o pai dela por estarem proibidos de namorar um com o outro.

Uma adolescente e o seu namorado, acusados de matar o pai dela, em Las Vegas, foram filmados a rir depois de levantarem a hipótese de matarem alguém e terem relações sexuais.

O vídeo terá sido filmado enquanto estavam em fuga, imagens que estão agora a ser usadas contra si em tribunal.

Aaron Guerrero, de 18 anos, e a sua namorada de 16 anos, Sierra Halseth, filha de um antigo senador do estado do Nevada, são os principais suspeitos da morte deste último.

“Bem vindos ao nosso canal de YouTube... Dia 3 depois de termos morto alguém", diz Aaron. “Whoa! Não filmes isso”, responde Halseth, ao mesmo tempo que se ri.

O vídeo terá sido registado em abril, seis dias depois de os dois terem, alegadamente, morto o pai de Sierra, Daniel Halseth, de 45 anos. O casal depois fugiu no Nissan Altima azul do homem, mas foram apanhados menos de uma semana depois em Salt Lake City, enquanto planeavam fugir para a Califórnia.

Os dois terão morto Daniel depois de os seus pais terem proibido a sua relação, noticia o NY Post. 

Apesar de ter apenas 16 anos, Sierra será julgada como um adulto, embora não possa ser condenada a prisão perpétua. Aaron e Sierra são acusados de homicídio,  conspiração, fogo posto, roubo e utilização fraudulenta de um cartão de crédito.

Leia Também: Juiz federal anula proibição de armas de assalto na Califórnia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório