Meteorologia

  • 04 AGOSTO 2021
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 28º

Edição

AO MINUTO: Facilitar é "morrer na praia". Mais 3.438 mortes no Brasil

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Facilitar é "morrer na praia". Mais 3.438 mortes no Brasil

A vacinação dos professores e trabalhadores não-docentes do pré-escolar e 1.º ciclo contra a covid-19 arranca hoje em todo o país, num processo que vai envolver quase 80 mil profissionais da educação.

Portugal registou hoje 344 novos contágios por coronavírus e mais oito óbitos. De acordo com os dados divulgados pela Direção-Geral da Saúde (DGS) este sábado, o país contabiliza 820.042 infeções e 16.827 mortes. 

Vale ainda destacar que a PSP e a GNR encerraram, desde o início deste ano, quase cem festas ilegais.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Boa noite! Terminamos aqui o acompanhamento AO MINUTO de hoje. Retomamos novamente na manhã de domingo.

Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h00 -  O Ministério da Saúde brasileiro notificou, este sábado, o registo de mais 3.438 vítimas mortais por causa do novo coronavírus, elevando o total de óbitos para 310.550. Este é o segundo dia consecutivo com mais de 3 mil mortes em resultado da doença Covid-19, depois de ontem se terem anunciado 3.650, o maior registo diário desde o início da pandemia no país, a 26 de fevereiro de 2020.

Foram reportados, também, mais 85.948 casos de infeção, uma subida em relação ao dia anterior (84.245). O número total de casos confirmados no país é agora de 12.490.362, segundo o site do Ministério da Saúde.

21h30 - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, afirmou hoje que não viu "absolutamente nada" nos dados científicos que justifique rever o plano de desconfinamento para Inglaterra, quando alguns cientistas alertam para novas variantes do coronavírus.

20h00 - Angola registou mais 66 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, bem como um óbito e 19 recuperações da doença, segundo as autoridades sanitárias.

19h30 - França registou este sábado 42.619 novas infeções por novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo as autoridades sanitárias, um número superior ao reportado na véspera (41.869). No total, já foram identificados 4.508.575 casos positivos. 

O número total de mortes aumentou para 94.496, com mais 194 óbitos registados no último dia em meio hospitalar. O país contabiliza 27.259 pessoas em internamento hospitalar por causa da doença causada pelo vírus SARS-CoV-2, com mais 1.567 internamentos nas últimas 24 horas. De entre o total de internados, 4,791 estão em unidades de cuidados intensivos (UCI).

19h00 - A Madeira registou hoje 41 novos casos de covid-19 e mais um óbito, elevando para 71 o número de mortes associadas à doença, indicou a Direção Regional de Saúde, referindo que o total de infeções ativas é de 493.

18h30 - O coordenador da 'task force' responsável pelo plano de vacinação para a covid-19 estimou hoje que em abril seja possível vacinar 100 mil pessoas por dia, atendendo às remessas de vacinas que Portugal deverá receber no segundo trimestre.

"Temos o objetivo de vacinar todos os dias 100 mil pessoas e, se vierem mais vacinas, não vamos acumular vacinas, porque isso antecipa o processo de vacinação e a proteção das pessoas, e, podemos chegar às 150 mil vacinas/dia, o que é uma operação logística gigantesca", afirmou em declarações aos jornalistas Gouveia e Melo.
  

18h00 - As autoridades sanitárias britânicas registam este sábado mais 4.715 novos casos de contágios, um número inferior ao reportado na véspera (6.187). Porém, segundo indica o Departamento de Saúde e de Assistência Social, o balanço foi sujeito a revisão, para eliminação de casos "reportados incorretamente". Nos últimos sete dias, o número de novos casos subiu 4% (mais 1.486 casos em comparação com a semana anterior), depois de várias semanas de descida.

17h30 - O Presidente da República alertou hoje que, se houver facilitismo na semana da Páscoa, poderá registar-se um novo aumento de casos e gerar-se "uma sensação de frustração", de "morrer na praia".

16h45 - Itália reportou, nas últimas 24 horas, 23.839 novos contágios  e 380 mortos relacionados com a Covid-19. Com esta atualização, o país passa a acumular 3.512.453 contágios e 107.636 óbitos desde o início da pandemia, fevereiro de 2020. 

16h30 - O coordenador do grupo de trabalho para o plano de vacinação contra a Covid-19 indica que não há preocupação em relação a pessoas que recusem ser vacinadas, uma vez que se trata de um número "muito reduzido", colocando antes a ênfase no sucesso do plano de vacinação. 

16h20 - Em declarações aos jornalistas, o  responsável pela task-force da vacinação, Gouveia e Melo, reconheceu que contactar pessoas idosas ou isoladas é um problema "difícil". "Mesmo que tenham telemóveis, muitas vezes não atendem ou não percebem a mensagem", disse, sublinhando o "auxílio precioso" das autarquias neste papel.

"De facto, entre hoje e amanhã, vamos ter 80% dos mais de 80 anos todos vacinados com a primeira dose. E isso é um critério de sucesso. Claro que tenho de ver os problemas particulares. Tenho de ver as árvores, mas também tenho de olhar para a floresta. A floresta é muito boa dentro dos circunstancialismos que estamos a viver", destacou. 

Nesta altura, adiantou, 27 mil professores e funcionários escolares já foram vacinados

15h50 -  O novo ministro da Saúde do Brasil, Marcelo Queiroga, visitou na passada quinta-feira a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e foi recebido com cânticos de protesto dirigidos ao líder do governo, Jair Bolsonaro.

"Mais vacina e menos cloroquina", gritaram os estudantes de medicina, sublinhando que "300 mil é genocídio", em referência às mais de 300 mil vítimas mortais do novo coronavírus no país.

14h52 -  Atualização em Portugal: De acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste sábado, Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 344 infeções por SARS-CoV-2, ultrapassando assim os 820 mil casos de Covid-19 acumulados (820.042). 

As autoridades de saúde indicam ainda que este sábado foram contabilizadas mais oito vítimas mortais com Covid-19, num total de 16.827 mortes desde o início da pandemia. 

O número de internamentos desce este sábado, com particular importância nas unidades de cuidados intensivos, onde há menos sete doentes e o número total de internados fica assim abaixo dos 150. Nas enfermarias há também menos 51 pessoas internadas, num total de 618. 

14h44 - Até à data foram administradas 1.536.184 doses de vacina contra a Covid-19. 

14h28 - Mais um morto nos Açores: Um homem de 55 anos morreu, com Covid-19, no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada. Em nota enviada às redações, as autoridades de saúde insulares revelam que a vítima sofria de várias comorbilidades, foi internada na sexta-feira e acabou por morrer poucas horas depois. Sobe agora para 30 o número de vítimas mortais da Covid-19 nos Açores.

14h21 - O Ministério da Saúde também assinalou, nas redes sociais, o início da vacinação dos professores. 

14h15 - Atualização em África: África registou mais 229 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas, para um total de 111.547 desde o início da pandemia, e 12.080 novos casos de infeção, segundo os dados oficiais mais recentes no continente.

13h53 - "Fiscalização da consciência" na retoma desportiva: O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, pediu hoje a "fiscalização da consciência" individual no processo de desconfinamento da prática desportiva, que se iniciará a partir de 5 de abril. 

13h14 - Também no Twitter, o primeiro-ministro partilhou imagens do início da vacinação dos professores em Odivelas, onde marcou presença esta manhã. 

13h13 - "Este é mais um fim de semana de confinamento para ajudar a salvar vidas. Fique em casa", apela o SNS. 

13h12 - As forças de segurança têm tido um papel fundamental na fiscalização das medidas do Estado de Emergência, destaca, este sábado, o PS no Twitter. 

13h02 - Assinala-se, este sábado, o Dia Nacional do Dador de Sangue. Não se esqueça que continua a ser determinante doar sangue, mesmo numa altura de pandemia. 

13h00 - Em declarações aos jornalistas, o presidente da Câmara de Odivelas, Hugo Martins, revelou que, só durante a manhã, já foram vacinadas cerca de 500 pessoas no Pavilhão Multiusos de Odivelas, onde decorre a inoculação de professores e trabalhadores não-docentes do pré-escolar e 1.º ciclo. "Estamos preparados para dar a resposta que o país precisa", assegurou. 

12h30 - A Direção-Geral da Saúde lembra, nas redes sociais, a importância de colocar no lixo a sua máscara descartável. 

12h28 - Atualização no mundo: A covid-19 matou pelo menos 2.768.431 em todo o mundo, de acordo com o balanço de hoje da agência France-Presse (AFP), que contabiliza mais de 126 milhões de casos de infeção oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia.

12h27 - Mais injeção de capital é uma "afronta" aos portugueses em dificuldades: O PCP considerou hoje o pedido do Novo Banco, de injeção de 598,5 milhões de euros, uma "afronta aos milhares" de portugueses em dificuldades económicas, por causa da covid-19, e defende que deve ser "liminarmente rejeitado" pelo Governo.

12h13 - Português detido no Brasil: Um português infetado com Covid-19 foi detido, na manhã de sexta-feira, no Brasil, quando tentava embarcar no Aeroporto de Natal. Para além de estar infetado, o português recusou-se a usar máscara. 

Refere o G1 que o homem, com residência fixa em Natal, exibiu um teste positivo para o SARS-CoV-2 à companhia aérea no momento do embarque.

11h42 - "Um bom problema": Em abril, Portugal vai receber 1 milhão e 800 mil vacinas contra a Covid-19, o equivalente ao que o país recebeu nos primeiros três meses do ano.

Este volume de doses irá implicar um esforço adicional na vacinação. "Vamos ter de triplicar o esforço de administração de vacinas", revelou o primeiro-ministro, este sábado, ao acompanhar o arranque da vacinação dos professores e trabalhadores não-docentes do pré-escolar e 1.º ciclo, em Odivelas. 

11h40 - Vacinação é "passo importante" para escolas não voltarem a fechar: O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) afirmou hoje que a vacinação dos professores e pessoal não docente é "um passo importante" para garantir que as escolas não voltam a encerrar devido à pandemia.

10h40 - Reino Unido planeia terceira dose de vacina para combater novas variantes: O Reino Unido está a trabalhar para oferecer uma terceira dose da vacina contra a covid-19, que reforça a imunidade caso as novas variantes do coronavírus, adiantou o secretário da Estado para a vacinação, citado pela EFE.

10h22 - Espanha exige PCR negativo a franceses que entrem por via terrestre: As pessoas provenientes de zonas de risco de França que cheguem a Espanha via terrestre vão ter de apresentar teste negativo à covid-19 realizado nas últimas 72 horas, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

10h21 - Autoridades timorenses anunciam mais 28 casos positivos: Timor-Leste registou nas últimas 24 horas um total de 28 casos de infeção com o novo coronavírus, dos quais apenas quatro com sintomas ligeiros, segundo dados atualizados divulgados hoje pelas autoridades.
  

09h48 - Governo angolano vai comprar vacina russa por 111 milhões de dólares: O Governo angolano vai adquirir seis milhões de doses da vacina Sputnik V, produzida na Rússia, por 111 milhões de dólares (94 milhões de euros), segundo um decreto presidencial hoje publicado em Diário da República.

09h12 - Número de vacinas disponível desacelera vacinação dos idosos no interior: O plano de vacinação está em marcha e os centros de saúde estão preparados para continuar a receber idosos, mas o número de vacinas continua a dificultar o processo.

08h59 - Aviso por mensagem para vacinação causa dificuldade aos mais idosos: Responsáveis políticos dos distritos da Guarda e de Viseu consideram que o plano de vacinação traçado para o país não é adequado à realidade dos idosos que vivem no interior.

O principal problema, alegam, está na forma como as pessoas estão a ser contactadas, uma vez que as mensagens de texto [SMS] nem sempre chegam a estas regiões, por problemas de rede, como também não são de fácil acesso para os idosos que, muitas vezes, não têm ou não sabem mexer nos telemóveis.

08h57 - Idosos do interior dispostos a lutar contra a Covid-19: Idosos residentes em Penalva do Castelo, no distrito de Viseu, e em Fornos de Algodres, no distrito da Guarda, encaram a vacinação como forma de combater a "guerra" que o mundo trava contra a covid-19.

07h30 - Atualização na Alemanha: Instituto Robert Koch (RKI) revelou, ao início da manhã deste sábado, um novo balanço da evolução pandémica no país, de acordo com o qual, nas últimas 24 horas, há mais 20.472 infeções por SARS-CoV-2 e mais 157 vítimas mortais. Pelo terceiro dia consecutivo, a Alemanha reporta mais de 20 mil casos diários. 

07h25 - Pandemia aumenta número de pessoas que precisam de uma cantina social: Problemas familiares, doenças, rendimentos baixos ou quase inexistentes fazem parte da história de Mário, José e Jorge, três pessoas que dependem de uma cantina social em Lisboa para comer, uma realidade que tem vindo a aumentar.

07h20 - Vacinação de professores e funcionários do pré-escolar e 1.º ciclo arranca hoje: A vacinação dos professores e trabalhadores não-docentes do pré-escolar e 1.º ciclo contra a covid-19 arranca hoje em todo o país, num processo que vai envolver quase 80 mil profissionais da educação.

07h15 - Quase cem festas ilegais encerradas pela PSP e GNR desde janeiro: Quase cem festas ilegais foram encerradas pela PSP e GNR desde janeiro e um desses convívios detetado pela Guarda Nacional Republicana era um casamento com 146 pessoas, revelam dados enviados à Lusa pelas duas forças de segurança.

07h10 - "Pandemia expôs duramente velhas formas de pobreza": A pandemia de covid-19 causou "uma exposição dura" de velhas formas de pobreza, que são crónicas na sociedade portuguesa, defendeu em entrevista à Lusa o sociólogo Manuel Carvalho da Silva, para quem o problema é estrutural e tende a acentuar-se.

07h08 - Nova Iorque com "passaporte secreto" para aceder aos vários espaços: O Estado norte-americano de Nova Iorque lançou na sexta-feira o "passaporte secreto", com o qual os cidadãos podem atestar se receberam a vacina ou se obtiveram resultados negativos nos testes à Covid-19 para acederem a estádios ou salas de concerto.

07h05 - A pandemia de covid-19 demonstra que Portugal precisa muito de apostar no reforço da educação, da saúde e da segurança social, disse em entrevista à agência Lusa o sociólogo Manuel Carvalho da Silva.

07h04 - Casos em adultos entre 30 e 39 anos aumentaram 565% este ano no Brasil: A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), maior centro de investigação científica brasileiro, alertou para o "rejuvenescimento da pandemia" no Brasil, informando que os casos de covid-19 entre adultos de 30 e 39 anos dispararam 565% este ano.

07h02 - Brasil anuncia novo voo de repatriamento entre Lisboa e São Paulo: O governo brasileiro anunciou na sexta-feira um novo voo comercial de repatriamento entre Lisboa e São Paulo, operado pela companhia aérea Azul em 30 de março, com o aeroporto de Viracopos, em Campinas, como destino.

07h00 - Enquanto dormia:

Bom dia, começamos aqui um novo registo. Pode rever o de ontem aqui

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório