Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Brasil anuncia novo voo de repatriamento entre Lisboa e São Paulo

O governo brasileiro anunciou na sexta-feira um novo voo comercial de repatriamento entre Lisboa e São Paulo, operado pela companhia aérea Azul em 30 de março, com o aeroporto de Viracopos, em Campinas, como destino.

Brasil anuncia novo voo de repatriamento entre Lisboa e São Paulo
Notícias ao Minuto

00:13 - 27/03/21 por Lusa

Mundo Covid-19

"Assim como os quatro voos já realizados (três pela TAP e um pela Latam), que transportaram 733 cidadãos brasileiros de volta ao Brasil, e as outras duas operações da Latam previstas para 25 e 27 de março, o voo da empresa Azul tem caráter privado", indicou o Ministério das Relações Exteriores do Brasil em comunicado.

De acordo com a tutela, os interessados em viajar deverão entrar em contacto diretamente com a companhia aérea brasileira para proceder à marcação ou o eventual reaproveitamento de bilhetes.

"Tendo em conta o estado de emergência e as restrições vigentes em Portugal, somente poderão ingressar no aeroporto os passageiros com bilhetes confirmados pela Azul. Ao final de março, terão sido realizados, mesmo em contexto de proibição do tráfego aéreo e recrudescimento da pandemia, sete voos de Portugal para o território nacional", informa ainda o comunicado.

No dia anterior, 29 de março, partirá de Campinas um voo comercial de repatriamento da Azul com destino a Lisboa, segundo informou a embaixada de Portugal em Brasília na semana passada.

Os voos, comerciais ou privados, com origem ou destino no Brasil e no Reino Unido vão manter-se suspensos até dia 31 de março, anunciou este mês o Governo português.

Numa nota, o Ministério da Administração Interna referiu que as medidas restritivas do tráfego aéreo vão continuar em vigor até ao último dia deste mês, devido à situação epidemiológica provocada pela covid-19.

Tal como no anterior período de estado de emergência, continuam a ser permitidos apenas os voos de natureza humanitária, para repatriamento de cidadãos nacionais, da União Europeia e de países associados ao Espaço Schengen, e seus familiares, bem como de cidadãos nacionais de países terceiros com residência legal em território nacional.

Em 27 de janeiro, o Governo português suspendeu os voos de e para o Brasil entre 29 de janeiro e 14 de fevereiro, uma medida "de último recurso", entretanto prorrogada, e que o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, admitiu ser necessária tendo em conta a "situação muito difícil" que se vivia em Portugal em relação à pandemia de covid-19.

O Brasil, o país que atualmente mais regista casos e mortes por covid-19, totaliza 307.112 óbitos e 12.404.414diagnósticos de infeção desde que o primeiro caso foi registado no país, há cerca de 13 meses.

Em Portugal, morreram 16.819 pessoas dos 819.698 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.756.395 mortos no mundo, resultantes de mais de 125,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Leia Também: AO MINUTO: Dia mais trágico no Brasil com 3.650 óbitos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório