Meteorologia

  • 17 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 24º

AO MINUTO: As regras dos autotestes; Brasil atinge novo máximo de casos

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no resto do mundo.

AO MINUTO: As regras dos autotestes; Brasil atinge novo máximo de casos
Notícias ao Minuto

15:56 - 19/03/21 por Notícias ao Minuto

Mundo Covid-19

Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 11 mortes devido à Covid-19 e 568 novos casos de SARS-CoV-2, informou, esta sexta-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS). Embora o índice de transmissibilidade (Rt) tenha aumentado discretamente para  abaixo de 0,86, Portugal mantém-se na zona verde da matriz de risco.

Num momento em que o país avança com o programa de testagem massiva da população, a Câmara Municipal de Lisboa adiantou, no início desta tarde que a partir de dia 31 de março arrancará um plano de testagem em massa gratuito, destinado aos residentes das freguesias do concelho. 

Importa recordar que a circulação entre concelhos em Portugal continental volta a estar proibida entre as 20h00 de hoje e as 5h00 de segunda-feira, no âmbito do Estado de Emergência.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no resto do mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no resto do mundo:

00h00 - Termina aqui o registo desta sexta-feira. De manhã publicaremos um novo artigo no qual vai poder continuar a acompanhar os principais desenvolvimentos da pandemia em Portugal e no resto do mundo. E, não se
esqueça: se sentir sintomas relacionados com o coronavírus ligue para a Linha SNS24 - 808 24 24 24.

23h42 - Confinamento sobrecarrega mulheres venezuelanas com trabalho. A pandemia da Covid-19 está sobrecarregando as mulheres com trabalho, na Venezuela, país onde por razões culturais desempenham funções que lhes são atribuídas e agora têm também de fazer teletrabalho.

23h37 - Matosinhos prepara iniciativa gastronómica para a reabertura dos restaurantes. A preparar a reabertura dos restaurantes, a Câmara Municipal de Matosinhos está a desenvolver a iniciativa gastronómica 'Menu - Degustar Matosinhos' para divulgar, apoiar e incentivar o consumo nestes espaços, adiantou hoje.

Numa informação publicada na sua página oficial, a autarquia do distrito do Porto explicou que a iniciativa assenta na apresentação de menus de degustação compostos por entrada, prato principal (carne, peixe ou vegetariano) e sobremesa.

22h44 - Madeira com 26 novos casos. A Madeira registou nas últimas 24 horas mais 26 casos de Covid-19, o que eleva para 8.047 o número de infetados desde 16 de março de 2020, revelou hoje a Direção Regional da Saúde (DRS).

22h38 - Brasil atinge novo recorde trágico com 90.570 infeções em 24 horas. O Brasil somou 90.570 infeções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, número recorde de casos num único dia, e contabilizou 2.815 mortes, o segundo maior registo de sempre no país, informou o executivo.

22h24 - Itália aprova ajudas no montante de 32 mil milhões de euros. O governo italiano aprovou hoje um novo conjunto de ajudas, no montante de 32 mil milhões de euros, que vão servir para apoiar as famílias e as empresas afetadas pela pandemia do novo coronavírus.

22h23 - Marcelo promulga medidas excecionais à avaliação no básico e secundário. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou hoje o diploma que estabelece as medidas excecionais quanto à avaliação e certificação das aprendizagens dos alunos do ensino básico e secundário, em resposta à pandemia da Covid-19.

22h21 - Italianos que rejeitem vacina da AstraZeneca poderão receber outra. Os italianos que forem chamados a ser vacinados com o imunizante da AstraZeneca podem recusar e esperar para receber outra vacina, se assim o desejarem, disse hoje o presidente do Conselho Superior de Saúde de Itália, Franco Locatelli.

22h20 - Marcelo promulga prorrogação de carência de capital em empréstimos. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou o diploma que prorroga os períodos de carência de capital em empréstimos com garantia do setor público, foi anunciado.

21h33 - Alemanha restringe as viagens de e para a Polónia. A Alemanha vai restringir as viagens de e para a Polónia, país que foi hoje classificado pelo Instituto Robert Koch como de alto risco ao nível de mitigação da pandemia.

21h14 - Já foi divulgada a norma sobre os autotestes à Covid-19. A Direção-Geral de Saúde, o Infarmed e o Instituto Nacional Ricardo Jorge emitiram uma circular conjunta sobre os autotestes à Covid-19, que os cidadãos passarão a poder comprar nas farmácias.

20h52 - Bélgica reforça medidas nas escolas perante ameaça de terceira vaga. A Bélgica, que regista um novo surto de novas infeções da doença Covid-19, quer "tornar as escolas tão seguras quanto possível", uma vez que se tornaram um dos principais locais de contágio, disse hoje o primeiro-ministro belga, Alexander De Croo.

O uso de máscaras, até agora imposto a alunos de pelo menos 12 anos de idade, será "obrigatório" a partir de segunda-feira também para crianças dos dois últimos níveis da escola primária (com 10 e 11 anos de idade), uma medida já aplicada na Flandres há vários dias.

20h43 - Infarmed atualiza recomendações para quem toma vacina da AstraZeneca. Após a Agência Europeia do Medicamento ter emitido um novo parecer sobre a vacina da AstraZeneca, o Infarmed informou, esta sexta-feira, que atualizou as recomendações para quem já tomou ou vai tomar esta vacina

Após a administração desta vacina, "devem procurar de imediato um médico" as pessoas que detetem um dos seguintes sintomas após a vacinação:

  • Falta de ar;
  • Dor no peito ou estômago;
  • Inchaço ou frio nos braços ou pernas;
  • Dor de cabeça intensa ou que se agrava ou visão turva;
  • Hemorragia persistente;
  • Múltiplos e pequenos hematomas, manchas avermelhadas ou arroxeadas ou vesículas com
    sangue sob a pele.

20h26 - Primeiro-ministro italiano vai vacinar-se com a AstraZeneca. O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, garantiu hoje que irá ser vacinado com o fármaco da AstraZeneca, depois do segundo aval da Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglês).

20h02 - Merkel antecipa voltar a impor restrições anteriormente levantadas. A chanceler alemã, Angela Merkel, disse hoje que na próxima segunda-feira vão voltar a ser introduzidas parte das restrições anteriormente levantadas, como parte do processo de abertura faseado no âmbito da luta contra a Covid-19. 

19h45 - São Tomé e Príncipe registou mais nove casos positivos. São Tomé e Príncipe registou, nas últimas 24 horas, mais nove casos positivos de Covid-19, um dos quais na ilha do Príncipe, aumentando o total de pessoas com a doença para 2.123.

19h39 - Deputados socialistas defendem rápida reabertura das termas. Os deputados socialistas eleitos por distritos com unidades termais defenderam junto do Governo a rápida reabertura das termas, considerando tratar-se de unidades de saúde seguras que não devem ficar fora do plano de desconfinamento.

19h37 - Angola regista mais três mortes e 84 infetados em 24 horas. Angola registou mais três óbitos por Covid-19, nas últimas 24 horas, 84 novas infeções e 33 pessoas foram consideradas recuperadas da doença, informaram hoje as autoridades sanitárias do país.

19h24 - Boris Johnson recebe primeira dose da vacina AstraZeneca. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, tomou, esta sexta-feira, a primeira dose da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca

"Não senti literalmente nada, por isso, correu muito bem, foi muito rápido e recomendo a todos. Quando receberem a notificação, venham recebe-la. É o melhor que podem fazer por vocês, pela vossa família e por todas as restantes pessoas", apelou. 

Notícias ao Minuto O primeiro-ministro, de 56 anos, foi vacinado ao final da tarde de hoje no Hospital St. Thomas, em Londres© Reuters

19h21 - Três funcionários do Tribunal de Braga infetados. Três funcionários do Tribunal de Braga acusaram positivo ao novo coronavírus, o que obrigou ao encerramento de duas secções, disse hoje o juiz presidente daquela comarca à Lusa.

19h16 - "Serei vacinada com a AstraZeneca", revelou Angela Merkel. A chanceler alemã, Angela Merkel, anunciou, esta sexta-feira, que irá tomar a vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca. Após ter estado reunida com os líderes dos 16 estados federais do país, em conferência de imprensa, a chanceler adiantou que o país está pronto para encomendar a vacina russa Sputnik V, assim que a Agência Europeia do Medicamento aprovar esta vacina. 

19h00 - OMS considera preocupante aumento de infeções pela 4.ª semana consecutiva. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considerou hoje preocupante o aumento pela quarta semana consecutiva do número de casos de covid-19 "na maior parte das regiões" do mundo.

"Depois de seis semanas de diminuição do número de casos, estamos a ter a quarta semana consecutiva com aumento de casos", assinalou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, acrescentando que os casos de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 "estão a aumentar na maior parte das regiões" do mundo e que isso "é preocupante".

18h46 - Presidente moçambicano pede prevenção ou aulas presenciais podem ser revertidas. O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, disse hoje que a retoma das aulas presenciais no país pode ser revertida caso não sejam cumpridas as medidas de prevenção contra a Covid-19 e o número de casos fique fora de controle.

18h38 - Cabo Verde regista mais uma morte e 76 novos casos em 24 horas. Cabo Verde registou mais uma morte provocada pela Covid-19, aumentando para 159 o total de óbitos associadas à doença no país, que nas últimas 24 horas contabilizou 76 novos casos, informou hoje o Ministério da Saúde. 

18h23 - Hospital de Évora com teleconsulta para doentes com insuficiência cardíaca. O hospital de Évora implementou um sistema de teleconsulta para doentes com insuficiência cardíaca, devido à pandemia de Covid-19, considerado pioneiro no Alentejo e que já acompanha à distância cerca de 30 pacientes.

18h11 - Itália soma 25.735 novos casos e 386 mortes e retoma AstraZeneca. A Itália registou 25.735 novos casos de Covid-19 e 386 mortes nas últimas 24 horas, segundo o Ministério da Saúde, enquanto o país retomou as vacinações com o fármaco da AstraZeneca, após autorização da Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

18h02 - Autoridades espanholas afastam "relação" entre morte de mulher e vacina. As autoridades sanitárias espanholas afastaram hoje a existência de uma "relação causal" entre a vacina contra a doença covid-19 da AstraZeneca/Oxford e a morte de uma mulher inoculada com o fármaco que desenvolveu coágulos sanguíneos.

17h51 - Guiné-Bissau regista mais uma vítima mortal e 18 novos casos. A Guiné-Bissau registou mais uma vítima mortal e 18 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo dados hoje divulgados pelo Alto Comissariado para a Covid-19.

17h43 - AstraZeneca reafirma segurança da vacina com base em evidências robustas. A farmacêutica destaca que, em mais de 17 milhões de vacinados, "não foi observado um risco aumentado de formação de coágulos sanguíneos" relacionados com a vacina. Todavia, eventos raros tromboembólicos associados a trombocitopenia "necessitam de continuar a ser estudados",  pois "não foi possível determinar a relação causal, merecendo assim análises futuras".

17h35 - Países Baixos com ameaça de terceira vaga da pandemia. Os Países Baixos registaram 7.425 novos casos de  Covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou hoje o Instituto de Saúde Pública (RIVM) holandês, o maior aumento de contágios desde janeiro, pairando a possibilidade de se estar perante uma terceira vaga.

17h14 - Portugal "continuará a trabalhar na coordenação da resposta à pandemia". A presidência portuguesa da UE tem trabalhado e continuará a trabalhar na coordenação da resposta europeia à pandemia, tendo colocado o fornecimento de vacinas "no centro da agenda europeia", afirmou à Lusa o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. 

17h00 - Vacinação. "Dados disponíveis não sugerem aumento de coágulos sanguíneos". A Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu, esta sexta-feira, mais um parecer sobre os possíveis riscos para a saúde das vacinas contra a Covid-19, com especial destaque para a vacina da AstraZeneca.

"Os dados disponíveis não sugerem aumento de coágulos sanguíneos, como eventos trombóticos ou embolias pulmonares, após a administração de vacinas contra a Covid-19", pode ler-se. 

Também após a "reavaliação minuciosa da informação científica disponível", a OMS concluiu que a vacina da AstraZeneca continua a ter um "potencial tremendo" no que diz respeito à "prevenção de infeções e à redução de mortes" devido ao novo vírus, no mundo inteiro. 

16h44 - Autoridades cabo-verdianas recomendam início da vacinação com AstraZeneca. A Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS) de Cabo Verde e a Direção Nacional de Saúde (DNS) recomendaram hoje o início da vacinação contra a covid-19 no país com as vacinas da AstraZeneca, após confirmada a segurança das mesmas.

16h34 - Mais três mortes e 347 infetados em Moçambique. Moçambique registou mais três mortes devido à Covid-19 e mais 347 ficaram infetadas com o novo coronavírus, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

16h27 - Cabo Verde. Voos domésticos garantidos em abril, para maio ainda não. A TICV voltou hoje a disponibilizar bilhetes para voos internos em Cabo Verde em abril, mas mantém suspensa a venda para maio, sendo conhecida a existência de um diferendo entre a entidade reguladora e aquela companhia aérea cabo-verdiana.

16h11 - Reino Unido regista mais 101 mortos e mais de 4 mil novos casos. Ministério da Saúde britânico informou, esta sexta-feira, que nas últimas 24 horas, foram reportados mais 101 óbitos e 4.802 novos casos do novo coronavírus no Reino Unido. Em comparação com o dia de ontem, verifica-se uma diminuição do número de infestados diários, sendo que na quinta-feira foram contabilizados 6.303 contágios. 

Ainda de acordo com a tutela, no total, já foram administradas 25.735.472 doses no Reino Unido. 

16h09 - Após aprovação da EMA, Finlândia suspende vacina da AstraZeneca. A Finlândia suspendeu a utilização da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 enquanto investiga dois possíveis casos de coágulos sanguíneos, anunciou hoje o Instituto Finlandês de Saúde e Bem-Estar.

15h41 - BioNTech. Vacinas são seguras e serão usadas contra cancro. As vacinas contra a Covid-19 são seguras e a tecnologia será brevemente aplicada na luta contra o cancro, disse hoje a cofundadora do laboratório que desenvolveu a primeira injeção amplamente utilizada no combate ao coronavírus.

15h30 - Praias do Rio de Janeiro fechadas. O prefeito da cidade brasileira do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou esta sexta-feira o encerramento das praias na tentativa de limitar a contaminação pelo novo coronavírus, num momento em que os internamentos atingem recorde.

15h22 - Mais de 1,2 milhões de vacinas dadas em Portugal. O Serviço Nacional de Saúde informou, esta sexta-feira que já foram administradas, ao todo, 1.280.409 doses da vacina contra a Covid-19 no país.

15h11 - Pedrógão Grande investiu 180 mil euros no combate à pandemia. A Câmara de Pedrógão Grande anunciou esta sexta-feira que, desde março de 2020, quando começou a pandemia de Covid-19, investiu mais de 180 mil euros no combate à doença, tendo ainda implementado 50 medidas de apoio às famílias e empresas.

15h04 - Oito em cada dez brasileiros acha que a pandemia está fora de controlo. Oito em cada dez brasileiros (79%) consideram que a pandemia de Covid-19 está fora de controlo no país, segundo uma sondagem do Instituto DataFolha, divulgada esta sexta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo.

15h02 - SPP discorda com penalização contra quem recusar vacina da AstraZeneca. Num comunicado enviado hoje às redações, os médicos da Sociedade Portuguesa de Pneumologia teceram o seu parecer em relação à penalização pela recusa da vacina da AstraZeneca.

"[A SPP manifesta-se] absolutamente em desacordo com a coação e penalização exercida sobre os indivíduos convocados para vacinação no sentido de serem colocados no final da lista a vacinar no caso de manifestarem dúvidas sobre a vacina a administrar - dúvidas essas que foram induzidas e aprofundadas pela decisão precipitada que vários Estados, incluindo o português, de suspender a vacinação com a vacina da AstraZeneca. Esta situação é penalizante para os indivíduos, para a sociedade em geral e para o SNS, dado que os indivíduos a vacinar nesta primeira fase são aqueles que tem maior risco de ao serem infetados desenvolverem doença grave e de maior associação à mortalidade, o que torna esta decisão ainda mais grave e desajustada", é sublinhado. 

15h01 - O relatório das autoridades de saúde indica que há uma ligeira subida do Rt (indicador de transmissibilidade). Na passada quarta-feira, data da atualização mais recente, era de 0,84 (0,80 no continente) e é hoje de 0,86 (0,84 no continente). Portugal mantém-se na zona verde da matriz de risco, com uma incidência 87,2 casos de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 por 100 000 habitantes (75,7 no continente).

15h00 - Recorde aqui os principais acontecimentos que ocorreram, durante a manhã  e início da tarde desta sexta-feira, sobre a pandemia em Portugal e no resto do mundo. 

Leia Também: AO MINUTO: RT aumentou, mas Portugal mantém-se na zona verde de risco

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório