Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Sassoli saúda "votação histórica para a Europa"

O presidente do Parlamento Europeu (PE), David Sassoli, qualificou hoje a aprovação do regulamento que cria o Mecanismo de Recuperação e Resiliência de "votação histórica para a Europa" e defendeu que agora "não há tempo a perder".

Sassoli saúda "votação histórica para a Europa"
Notícias ao Minuto

12:47 - 10/02/21 por Lusa

Mundo UE/Presidência

outra decisão histórica que irá guiar a nossa recuperação. É a Europa a mover-se na direção certa, a fornecer soluções que contrastam drasticamente com o passado, capaz de apoiar os cidadãos ao dar aos Estados os recursos de que precisam para planear o seu futuro", aponta Sassoli num comunicado publicado após o anúncio do resultado da votação.

Sublinhando que a "União Europeia não para", o presidente da assembleia salienta que "agora cabe aos Estados-membros iniciarem o 'NextGenerationEU' [Fundo de Recuperação e Resiliência da UE]", ao acelerarem a ratificação do aumento dos recursos próprios da UE, que classifica de "essenciais para emitir dívida e financiar a recuperação".

"Não há tempo a perder. Qualquer atraso iria criar danos enormes aos cidadãos e às empresas", frisa Sassoli.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, também já saudou a votação no PE, referindo ser preciso ajudar a sociedade a "sair da crise económica".

"Combater o vírus graças às vacinas é essencial. Mas também temos de ajudar cidadãos, empresas e comunidades a sair da crise económica. (...) Saúdo o voto positivo do PE como um passo importante para ativar o Mecanismo de Recuperação e Resiliência", afirmou Von der Leyen.

O Parlamento Europeu aprovou o regulamento que cria o Mecanismo de Recuperação e Resiliência, o principal pilar do pacote de recuperação da União Europeia (UE) para fazer face à crise socioeconómica provocada pela pandemia de covid-19.

Numa votação realizada na terça-feira à noite, e cujo resultado foi anunciado pelo presidente da assembleia, David Sassoli, no início da sessão de hoje, em Bruxelas, o Mecanismo recebeu o voto favorável de 582 eurodeputados, 40 votos contra e 69 abstenções.

Com esta aprovação pelo Parlamento Europeu, o Mecanismo de Recuperação e Resiliência entrará em vigor ainda na segunda quinzena do corrente mês.

Os Estados-membros poderão então começar a submeter oficialmente os seus planos nacionais de recuperação e resiliência para aceder aos fundos, depois de avaliados pela Comissão Europeia e adotados pelo Conselho, atualmente sob presidência portuguesa.

Dotado com 672,5 mil milhões de euros em subvenções e empréstimos, o Mecanismo de Recuperação e Resiliência é o principal elemento do pacote de recuperação acordado em 2020 pela UE para fazer face à crise social e económica provocada pela pandemia de covid-19, o 'NextGenerationEU'.

Oito Estados-membros da UE ainda não submeteram à Comissão Europeia os seus planos nacionais de recuperação e de resiliência para aceder às verbas comunitárias pós-crise da covid-19, enquanto 19 países já o fizeram, incluindo Portugal.

Fonte oficial do executivo comunitário disse à Lusa, sem precisar, que, até terça-feira, a Comissão recebeu projetos de planos ou um grande número de componentes de 19 Estados-membros da UE.

Já fonte ligada ao processo precisou à Lusa que esses oito países são Luxemburgo, Holanda, Irlanda, Áustria, Lituânia, Polónia, Malta e Estónia.

Leia Também: Costa saúda "vivamente" aprovação do Mecanismo de Recuperação

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório