Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2021
Tempo
14º
MIN 4º MÁX 14º

Edição

Atividade manufatureira da China acelerou em novembro

A atividade manufatureira da China acelerou em novembro, consolidando a recuperação após o país ter controlado a pandemia da covid-19, numa altura em que Estados Unidos e a Europa impõem novas restrições sobre os seus negócios.

Atividade manufatureira da China acelerou em novembro

O índice de gestores de compras realizado pelo Gabinete Nacional de Estatísticas da China atingiu os 52,1 pontos, em novembro, ultrapassando a marca dos 51,4 pontos, atingida em outubro passado.

Uma leitura acima dos 50 pontos indica crescimento da atividade do setor, enquanto uma leitura abaixo indica contração.

Os negócios regressaram à normalidade desde que o Partido Comunista Chinês declarou vitória sobre a doença, em março passado.

Os primeiros casos de covid-19 foram inicialmente diagnosticados no centro da China, no final do ano passado. O país impôs, no entanto, duras medidas de controlo e prevenção, incluindo o isolamento de cidades inteiras e o confinamento de centenas de milhões de pessoas.

Fábricas, lojas e escritórios reabriram. Os gastos no setor retalhista, vendas de automóveis, produção fabril e outras atividades ultrapassaram já os níveis anteriores ao início da pandemia.

"O ritmo de crescimento económico acelerou, em novembro, devido a uma ampla melhoria nos serviços e no setor manufatureiro", disse Julian Evans-Pritchard, da consultora Capital Economics, num relatório.

Os exportadores chineses beneficiaram da reabertura relativamente precoce da sua economia e da procura mundial por máscaras e outro equipamento médico.

Estes estão ainda a conquistar maior participação de mercado a concorrentes estrangeiros que continuam a enfrentar restrições devido ao coronavírus.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório