Meteorologia

  • 26 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 32º

Enfermeira conta: Doentes graves iam para sala a que chamei de 'A Cova'

Profissional revela situações que a incomodaram durante missão que exerceu num hospital do Texas, nos EUA.

Enfermeira conta: Doentes graves iam para sala a que chamei de 'A Cova'
Notícias ao Minuto

10:09 - 16/11/20 por Notícias Ao Minuto

Mundo Texas

Lawanna Rivers, uma enfermeira norte-americana que se transferiu para o Texas para ajudar na luta contra a Covid-19, decidiu descrever as condições "horríveis" em que os doentes em pior estado são tratados. Segundo a enfermeira, estes são enviados para um quarto, com o único objetivo: o de serem deixados para morrer.

Lawanna esteve a trabalhar no University Medical Center de El Paso, onde alega que existia um quarto ao qual deu o nome de 'The Pit' [A Cova]. Para ali, eram enviados os doentes em pior estado e os cuidados prestados eram os mínimos.

"Vi muitas pessoas que achava que não deviam morrer a morrer", afirmou a mulher no vídeo que fez em direto no Facebook, no início de novembro.

A enfermeira, que trabalhou numa das cidades do país mais afetadas pela pandemia, conta que assistiu a situações que a deixaram revoltada, como o tratamento diferenciado para doentes, nomeadamente a mulher de um médico que teve direito a ser tratada num quarto isolado. "Foi das poucas que sobreviveu nos cuidados intensivos", denuncia, referindo que era tratada como "uma doente VIP" e cuidados não lhe faltaram.

Em resposta às denúncias da profissional de saúde, a instituição médica referiu, em comunicado, que apesar de "compreender e estar solidária" com as dificuldades enfrentadas pela enfermeira, não consegue "confirmar os eventos denunciados".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório