Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

AO MINUTO: País volta a superar os 3 mil casos. Há mais 75 internados

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: País volta a superar os 3 mil casos. Há mais 75 internados

A ministra da Saúde informou ontem o país que se espera um número de internamentos hospitalares superior ao registado na primeira vaga da Covid-19, detalhando que se prevê que no dia 4 de novembro o país atinja os 2.654 hospitalizados em enfermaria e 444 em Unidades de Cuidados Intensivos"O dia 4 traz um cenário de grande complexidade", sublinhou 

A situação epidemiológica em Portugal "é complexa e grave", resumiu Marta Temido, apelando aos cidadãos que cumpram o seu papel. 

O Presidente da República já promulgou o uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias, sempre que não seja possível cumprir as regras do distanciamento. A medida entra em vigor amanhã, dia 28 de outubro

Em Portugal, o SARS-Cov-2 infetou até agora 121.133 pessoas, causando a morte a  2.343. Em todo o mundo, a pandemia já provocou 1,16 milhões de mortos e 43.516.870 milhões de casos de infeção

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

15h55 - Boa tarde! Continue a seguir os desenvolvimentos da pandemia aqui. 

15h40  - A Medicines and Healthcare Products Regulatory Agency (MHRA) do Reino Unido iniciou o processo de revisão da vacina da Moderna contra a Covid-19 (mRNA – 1273), informa a Moderna em comunicado enviado às redações. "O processo de revisão irá continuar até que haja evidência suficiente para suportar uma autorização formal de introdução no mercado", caso a candidata a vacina "cumpra os rigorosos parâmetros de segurança, eficácia e qualidade". 

15h25 - O primeiro-ministro afirmou hoje, no arranque do debate no Parlamento sobre o OE2021, que  o "SNS disporá de quase tanto quanto a bazuca nos dará em cinco anos". Siga o debate em direto.

15h15 - Apesar de estar a melhorar, Sophie Wilmès, a antiga primeira-ministra da Bélgica e que atualmente tem a seu cargo a pasta dos Negócios Estrangeiros, vai permanecer internada na unidade de Cuidados Intensivos devido à Covid-19, avança a Associated Press.

15h00 - Surto em lar de Grândola: O número de utentes do lar da Misericórdia de Grândola (Setúbal) infetados com o vírus que provoca a Covid-19 subiu de sete para oito, com este surto a registar um total de 19 casos.

14h17 - Atualização em Portugal: Portugal registou mais 3.299 infetados e 28 mortos associados à Covid-19, de acordo com o boletim da Direção-Geral de Saúde divulgado esta terça-feira que dá conta de mais 75 internados, dos quais 13 em Unidades de Cuidados Intensivos. As 28 mortes dizem respeito a 12 no Norte, sete em Lisboa e Vale do Tejo, cinco no Alentejo e quatro no Centro. A região Norte voltou a registar mais de duas mil infeções diárias. 

14h15 - Minnesota reporta três surtos de Covid relacionados com comícios de Trump. As autoridades de saúde do estado do Minnesota, nos Estados Unidos, reportaram três surtos de Covid-19 relacionados com comícios de Donald Trump e do vice-presidente, Mike Pence, refere a CNN. Os três eventos de campanha foram realizados na segunda quinzena de setembro e, segundo o departamento de saúde do Minnesota, foram responsáveis por pelo menos 23 casos de infeção pelo coronavírus

14h10 - Os concertos dos Xutos & Pontapés e de Plutonio marcados para sábado, no Porto e em Lisboa, respetivamente, foram adiados por decisão dos artistas e da organização, devido à restrição de circulação entre concelhos, foi hoje anunciado.

13h39 - Fronteiras terrestres com Espanha vão manter-se abertas no próximo fim de semana. A garantia é do ministro Eduardo Cabrita

"O que consta desta resolução de Conselho de Ministros, que entrará em vigor na sexta-feira (dia 30) é que os cidadãos não residentes deverão a vir a Portugal apenas e exclusivamente para este quadro de circulação autorizado: trabalho, assistência de saúde, e estudar se for caso disso", explicou o ministro da Administração Interna.

13h18 - A Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) alerta que as reservas nacionais de sangue estão com níveis críticos dos tipos O+ e A+ e deixa um apelo a todos para a dádiva. "A pandemia não deve ser motivo de medo. Estamos preparados para receber todos os que nos queiram ajudar, adotando todos os cuidados necessários", vinca o presidente da FEPODABES.

13h10 - Bélgica é o país da Europa com mais casos por 100 mil habitantes. O país atingiu uma média diária de 13.052 contaminações na última semana, mais 38% do que na terça-feira passada, com os mortos a aumentarem em 50% para os 49 diários.

13h05 - Dois idosos, de 81 e 96 anos, utentes do lar do Centro Paroquial e Social do Salvador, em Beja, e que estavam internados com Covid-19 morreram no hospital da cidade, disse à agência Lusa fonte da unidade local de saúde. Ambos estavam internados em enfermarias da área dedicada à Covid-19, situada no piso 3 do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, precisou a fonte da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

12h50 - A Direção-Geral de Saúde recorda as regras que devem ser cumpridas nas escolas para travar o contágio pelo novo coronavírus. As regras são simples e válidas para qualquer outro local aberto ao público. 

12h45 - A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) destaca, em comunicado, a iniciativa do Presidente da República em ouvir o setor da saúde, uma atitude que contrasta com "a recusa da ministra da Saúde em receber os representantes dos médicos". 

"Realçamos o esforço abnegado de todos quantos têm combatido esta pandemia no terreno e o papel essencial do Serviço Nacional de Saúde (SNS) na proteção da saúde de todos os portugueses", lê-se na nota, na qual a FNAN diz ter reiterado junto do Senhor Presidente da República "a sua preocupação com a falta de investimento no SNS – quer de forma crónica quer no contexto da atual pandemia – com as graves consequências previsíveis".

"É absolutamente necessário criar condições no SNS para manter e atrair mais médicos. Tal tem sido irresponsavelmente ignorado e o saldo de médicos no SNS é negativo desde o início da pandemia", defende o sindicato.

12h30 - Surto em Beja: O número de mortes do surto de Covid-19 no lar Mansão de São José, em Beja, subiu para seis, com a morte de mais três utentes, disse hoje à agência Lusa fonte da unidade local de saúde. As três utentes tinham 85, 96 e 99 anos e estavam internadas em enfermarias da área dedicada à covid-19, situada no piso 3 do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, precisou a fonte da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA). Segundo a fonte, atualmente, há 10 utentes do lar internadas em enfermarias da área dedicada à covid-19 do hospital.

12h03 - Impacto da pandemiaO impacto desproporcional da pandemia covid-19 em cidadãos negros e de minorias que vivem no Reino Unido é o resultado de "décadas de discriminação", concluiu um relatório publicado hoje pelo Partido Trabalhista.

12h00 - "Num ano de pandemia e do maior aumento do número de alunos nas universidades e politécnicos, o Governo apresentou uma proposta com o pior Orçamento dos últimos anos para o Ensino Superior e para a Ciência", queixa-se o Sindicato Nacional do Ensino Superior (SNESup) num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto. 

11h38 - "Riscos de uma retirada precoce dos apoios parecem sérios", diz Centeno. O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, afirmou, esta terça-feira, que os riscos de uma retirada prematura dos apoios criados no âmbito da crise gerada pela pandemia "parecem sérios", motivo pelo qual exigem "avaliações cautelosas". O antigo ministro das Finanças deixou ainda a ideia de que o confinamento total não é solução: "Em muitos países a resposta à crise sanitária foi eficaz sem um confinamento total."

11h35 - Investimento no SNS: O investimento no Serviço Nacional de Saúde (SNS) aumentou 119% até setembro, em termos homólogos, atingindo 187 milhões de euros e ultrapassando a execução completa do ano 2019, em que somou 156 milhões, divulgou hoje o Ministério das Finanças.

11h25 - O virologista Pedro Simas defendeu, em entrevista à SIC Notícias, que os confinamentos locais e ao fim de semana "são quase inevitáveis" e apelou à adesão de regras como o distanciamento físico e o uso de máscaras para diminuir o contágio.

"Sabemos que os confinamentos funcionam", disse, dando o exemplo do caso de Israel: "Há 3 semanas tinha mais de 400 casos por 100 mil pessoas, neste momento está com 77". 

"Espero que, se chegarmos aos 4 mil casos diários, 28 mil por semana, seja numa fase transitória", afirmou o especialista, sublinhando que, nesta fase da pandemia, o coronavírus vai ser transmitido pelos amigos e pelos familiares.

11h15 - Nunca é demais relembrar:  Se testou positivo para a Covid-19, mantenha-se em casa e não receba visitas. 

11h10-  Papa celebrará missas de Natal e de Ano Novo sem fiéis. As liturgias de Natal e de Ano Novo do Papa Francisco vão ser celebradas sem a presença de fiéis devido à pandemia Covid-19, tal como aconteceu na Páscoa, segundo a Agência Católica de Notícias (CNA).

10h30 - Uso obrigatório de máscara na rua: A lei que impõe o uso obrigatório na rua ao longo dos próximos 70 dias, e sempre que não for possível manter o distanciamento, já foi publicada em Diário da República, entrando em vigor esta quarta-feira. 

10h00- A Câmara Municipal de Ovar acionou o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil devido à evolução da pandemia. A autarquia explica que Ovar acompanhou a tendência de aumento significativo de casos de infeção registado na última semana quer em Portugal quer no resto da Europa. No concelho, há já mais de 140 casos ativos da doença.

De acordo com a atualização feita ontem por Salvador Malheiro, no último dia foram notificados 30 novas infeções, passando os casos ativos a  ser 143, cuja média de idades se situa nos 44 anos. "Importa voltar a referir que, embora os novos casos continuem a aumentar, continuamos a ter a situação controlada uma vez que, neste momento, ainda são conhecidos todos os elos de contágio", sublinhou o autarca

9h40 - Evolução na Rússia: A Rússia registou esta terça-feira um recorde no número diário de mortes provocadas pela Covid-19. Segundo os dados divulgados hoje pelo centro de crise para o coronavírus, 320 pessoas morreram nas últimas 24 horas, praticamente mais 100 do que no dia anterior. Foram detetados 16.550 novos casos de contágio, uma descida face ao máximo de ontem de 17.347 infeções pelo coronavírus

9h30 - Evolução na Bélgica: Nas últimas 24 horas, o país registou 12.727 novas infeções, o que faz aumentar o total de casos, desde o início da pandemia, para  333.718, de acordo com os dados do Instituto de Saúde Pública de Sciensano publicados esta terça-feira. Em média, a Bélgica registou mais de 13 mil novas infeções diárias entre o dia 17 e 23 de outubro, o que significou um aumento face à semana anterior de 38%.No que toca aos internamentos, a média diária registada neste período foi de 502, um aumento de 88% face à semana anterior. Nas últimas 24 horas, registaram-se 494 internamentos.

Desde o início da pandemia, morreram 10.810 pessoas na Bélgica devido ao novo coronavírus

Notícias ao MinutoA Bélgica decretou o recolher obrigatório a partir da meia-noite até às cinco da manhã© Getty Images

9h25 - Impacto da pandemia no turismo: Mais de 70% dos hotéis e empreendimentos turísticos do Algarve devem suspender atividade durante a época baixa devido à crise causada pela pandemia de covid-19, perspetivou hoje o presidente da principal associação regional do setor.

9h20 - Paços de Ferreira, Lousada e Felgueiras: O número de casos ativos de infeção pelo novo coronavírus aumentou em Paços de Ferreira 41,5% numa semana, em Lousada a subida é de 36,3% e em Felgueiras de 24,1%, de acordo com o boletim epidemiológico de segunda-feira. Nestes três concelhos, recorde-se, o Governo aplicou medidas mais restritivas, nomeadamente o dever de permanência em casa e o encerramento dos estabelecimentos comerciais às 22 horas. 

8h45 - Circulação entre concelhos:  Foi antecipado em 18 horas o final da proibição para deslocações entre concelhos. Segundo a resolução do Conselho de Ministros, publicada em Diário da República, não se vai poder circular a partir das 00h00 de 30 de outubro e até às 6h00 de 3 de novembro. A hora anterior era 23h59 de terça-feira, dia 3. 

Quem tiver bilhetes para assistir a espetáculos, sublinhe-se, pode circular entre concelhos nestas datas, desde que a deslocação se realize entre concelhos limítrofes ao da residência habitual ou na mesma Área Metropolitana e munidos do respetivo bilhete.  Conheça esta e outras exceções, em detalhe, aqui.

8h40 - Stayway Covid: A aplicação de rastreio de contactos StayAway Covid já teve mais de 2,4 milhões de 'downloads', adiantou a ministra Marta Temido. 

8h35 - Isolamento: A DGS está a rever a norma sobre o período de isolamento profilático, podendo a quarentena para as pessoas que estiveram próximas de infetados com o novo coronavírus deixar de ser 14 dias. "A ciência neste momento começa a dar indicações sobre quais são os dias máximos, até onde as pessoas provavelmente podem incubar o vírus, podem vir estar infetadas e podem vir a transmitir", disse Graça Freitas na conferência de ontem.

8h25 - Capacidade do SNS: O SNS tem um total de 19.778 camas, 17.741 delas destinadas a doentes Covid-19 em hospitais gerais, disse a ministra da Saúde na conferência de ontem.  Contudo, numa situação de pico, garantiu Marta Temido, o número de camas no SNS para doentes Covid-19 pode atingir as 18.077 e, "numa situação extremada", pode existir mesmo transferência de doentes para o privado.

"Devemos preservar a capacidade de resposta dos nossos hospitais. Estamos preparados para reencaminhar os utentes que não tenham resposta no SNS para os setor privado e social", afirmou a ministra, frisando que "nenhum SNS é elástico". 

8h15 - Taxa de ocupação de camas: O Hospital de Santo António registava esta segunda-feira uma taxa de ocupação de camas dedicadas à covid-19 de 93,3% em enfermaria e 72,7% em cuidados intensivos. À data de ontem, segundo fonte deste hospital, estavam 100 doentes internados com infeção pelo novo coronavírus, 16 dos quais em cuidados intensivos.

8h00  - Os principais surtos ativos em Portugal: 

  • Vila Viçosa:  O surto associado a valências da Santa Casa da Misericórdia fez três mortes, de acordo com a última atualização. O total de infetados relacionados com este surto já ronda as 100 pessoas, incluindo 45 utentes e 10 funcionários. A transferência de idosos infetados está prevista para amanhã, quarta-feira. 
  • Carregado: Surto na fábrica de cerâmica Geberit contabiliza 56 infetados de um universo de 400 trabalhadores. Infetados estão assintomáticos e a autoridade de saúde investiga a origem do surto. A fábrica continua a laborar. 
  • Trofa: Surto no lar regista 21 utentes infetados e 18 profissionais com teste positivo para o novo coronavírus. No sábado, um idoso de 95 anos, que se encontrava infetado, morreu.
  • Vila Flor: Um surto de infeção pelo novo coronavírus em Vila Flor, no distrito de Bragança, contabiliza quase meia centena de casos, a maior parte dos quais na Unidade de Cuidados Continuados e na Câmara Municipal.
  • Hospital de Santarém: De acordo com o último balanço, há 45 profissionais infetados e 64 em isolamento. Alguns dos profissionais deverão começar a regressar ao trabalho depois de cumprirem o período de quarentena. O hospital já retomou  o atendimento a grávidas urgentes,  já que os testes ao SARS-Cov-2 realizados domingo a 90 profissionais, incluindo sete anestesistas que tinham estado em contacto com uma colega infetada, tiveram resultado negativo.

7h40 - Infetados no INEM: Há nove profissionais do INEM infetados com Covid-19. Outros 18 colaboradores estão em isolamento profilático.

7h35 - Evolução na Alemanha: Instituto Robert Koch revelou esta segunda-feira que foram diagnosticados 11.409 novos casos de Covid-19 e morreram 42 pessoas em 24 horas na Alemanha. 

7h30 - Situação nas Filipinas: O Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, anunciou hoje que a quarentena em Manila, com um dos mais longos e rigorosos confinamentos do mundo, será prolongada por mais um mês, até 30 de novembro

7h25 - Evolução na China: A Comissão de Saúde da China anunciou hoje terem sido identificados 16 casos de covid-19, nas últimas 24 horas, todos oriundos do exterior, além de 50 casos assintomáticos, dos quais mais de metade são locais

7h20- Evolução no México: O México registou 247 mortos e 4.166 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, informaram as autoridades. O número total de óbitos subiu para 89.171 e o de contágios para 895.326 desde o início da pandemia.

 7h15- Situação na Argentina: Menos restrições na capital e confinamento em zonas mais graves. A Argentina prorrogou esta semana as medidas para combater a pandemia de covid-19 nas zonas mais afetadas do país, ao mesmo tempo que prossegue a reabertura na capital, onde os casos têm vindo a diminuir.

7h10 - EUA: Ensaio clínico de tratamento com anticorpos cancelado por ineficácia As autoridades norte-americanas decidiriam cancelar um ensaio clínico de um tratamento experimental com anticorpos que estava a ser administrado a doentes hospitalizados com covid-19, justificando que o medicamento não se revelou eficaz na recuperação dos pacientes.

7h05 - Evolução nos EUA: Os Estados Unidos registaram 461 mortos por covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Com este balanço, o país atingiu os 225.676 óbitos, com mais de 8,6 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia, depois de terem sido identificados 64.536 contágios nas últimas 24 horas.

7h00 - Bom dia! Iniciamos aqui o acompanhamento AO MINUTO da pandemia no País e no Mundo. Se quiser recordar as incidências de ontem, pode fazê-lo aqui

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório