Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 6º MÁX 15º

Edição

"Riscos de uma retirada precoce dos apoios parecem sérios", diz Centeno

O governador do Banco de Portugal diz que as retiradas dos apoios exigem "avaliações cautelosas".

"Riscos de uma retirada precoce dos apoios parecem sérios", diz Centeno

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, afirmou, esta terça-feira, que os riscos de uma retirada prematura dos apoios criados no âmbito da crise gerada pela pandemia "parecem sérios", motivo pelo qual exigem "avaliações cautelosas". 

"Com a incerteza elevada e a recuperação ainda fraca, os riscos de uma retirada precoce dos apoios parecem sérios, exigindo avaliações cautelosas. A modulação adequada das estratégias de saída deve levar em consideração a evolução dos desenvolvimentos sanitários, económicos e financeiros", referiu Centeno, numa intervenção na conferência Grande Encontro: Banca do Futuro.

O antigo ministro das Finanças deixou ainda a ideia de que o confinamento total não é solução: "Em muitos países a resposta à crise sanitária foi eficaz sem um confinamento total."

Além disso, refreiu que "distanciamento social não é sinónimo de confinamento", alertando que a "utilização de máscaras, a realização de testes e a identificação de surtos são substitutos muito eficazes. Devemos usá-los", atirou. 

"A resposta em V 'quase perfeito' que a economia deu à redução parcial do confinamento deve ser lida como um alento para adaptarmos as medidas nesta fase, deixando a economia funcionar, sem perder de vista a nossa segurança", disse ainda o antigo ministro das Finanças. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório