Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

AO MINUTO: Trump faz visita sem máscara. Brasil ultrapassa 20 mil mortos

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Trump faz visita sem máscara. Brasil ultrapassa 20 mil mortos

Portugal regista esta quinta-feira 1.277 mortes relacionadas com a Covid-19, mais 14 do que na quarta-feira, e 29.912 infetados, mais 252, segundo a Direção-Geral da Saúde.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (717), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (297), do Centro (232), do Algarve (15), dos Açores (15) e do Alentejo, que regista um óbito.

pandemia do novo coronavírus já matou 329.799 pessoasinfetou mais de cinco milhões em todo o mundo desde dezembro. Entre esses casos, pelo menos 1.867.800 são agora considerados curados.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no resto do mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - O registo de hoje termina por aqui, será retomado na manhã de sexta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h55 - E em Portugal?  Portugal regista 1.277 mortes relacionadas com a Covid-19. Em comparação com o registo de quarta-feira (menos 14 óbitos), hoje constatou-se um aumento de óbitos de 1,1%. Em baixo, pode ver uma relação do registo diário de óbitos desde o dia 18 de março, data da primeira morte.

23h31 - Balanço no Brasil. Brasil, com um novo registo diário recorde (1.188 mortes), ultrapassou esta quinta-feira a barreira das 20 mil vítimas mortais (20.047) associadas à Covid-19. Com mais 18.508 casos de infeção registados nas últimas 24 horas, o país sul-americano ultrapassa ainda os 310 mil casos de infeção (310.087).

23h25 - Eis um balanço dos cinco países mais afetados em termos de óbitos, neste momento:

  • Estados Unidos. Os Estados Unidos registaram 1.369 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, menos 167 que na véspera, elevando o total de óbitos para 93.214;
  • Reino Unido. O número de mortes atribuídas à pandemia de Covid-19 no Reino Unido chegou hoje às 36.042, depois de ter registado 338 óbitos nas últimas 24 horas;
  • Itália. A Itália registou 156 novos óbitos, nas últimas 24 horas, um número um pouco menor do que no dia anterior, tendo agora uma contabilidade total de 32.486 mortos;
  • França. O número total de mortos em França devido à Covid-19 é de 28.215, com mais 83 óbitos registados nas últimas 24 horas;
  • Espanha. Espanha registou 48 mortes, o número mais baixo desde que entrou em vigor o estado de emergência em 15 de março último. O país contabilizou um total de 27.940 óbitos desde que a doença foi declarada.

23h15 - Os números globais da pandemia, às 23h15 desta quinta-feira:

  • 5,173,237 casos de infeção, dos quais;
  • 2,068,469 estão recuperados (40%);
  • 2,771,621 são casos ativos (54%), dos quais 45,574 estão em estado grave (2%);
  • 333,147 morreram (6%).

Estes dados foram retirados daqui, um mapa global com atualizações automáticas. Aqui pode confirmar os dados disponibilizados hoje pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças Transmissíveis (ECDC), mas estes não incluem os números avançados pelos diversos países ao longo do dia.

22h45 Ir ao restaurante já não é como dantes. Imagens da Reuters mostram como é ir comer fora em diversas cidades. Viseiras e distância social são obrigatoriedades comuns.

22h44 - O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte nega que o Internamento do Serviço de Pneumologia tenha sido encerrado, contrariamente ao que foi avançado esta quinta-feira pela imprensa nacional. Em causa estaria a desinfeção da unidade devido a um foco de Covid-19.

22h16 - António Costa na Comissão Política nacional do PS. "Se o nosso primeiro lema foi dizer que temos que manter a economia sem matar a economia, agora temos que assumir que temos que relançar a economia sem deixar descontrolar a pandemia", acrescentou.

"Para além das medidas que adotámos nesta fase de emergência - procurar evitar a falência generalizada de empresas, a destruição generalizada do emprego e a perda total do rendimento por milhares de famílias -, nós temos que agora passar por uma segunda fase, que tem que ser uma fase de estabilização económica e social, que permita manter vivas as empresas, proteger o emprego e proteger o rendimento", continuou.

22h08 - António Costa na Comissão Política nacional do PS. "Esta é uma batalha que não terminou. Esta é uma batalha que não sabemos, sequer, se estamos a meio. Esta batalha só termina verdadeiramente quando o vírus desaparecer ou quando o vírus puder ser controlado. E o controlo do vírus depende de duas coisas: ou na essência de um tratamento eficaz ou na essência de uma vacina que nos imunize", disse o primeiro-ministro, sublinhando que ninguém tem a certeza de quando esses objetivos serão atingidos e que, portanto, "esta é uma batalha que não está ganha".

22h03 - Manifestação em frente à Casa Branca. Jovem manifestante coloca-se em frente a uma fileira de uma imitação de sacos para cadáveres segurando flores, numa demonstração de um funeral por causa do novo coronavírus.

Notícias ao MinutoProtesto em Washington, para pedir medidas de combate ao novo coronavírus nos EUA© REUTERS/Tom Brenner

21h43 - Donald Trump visitou hoje a fábrica da Ford Motor Co., em Ypsilanti, no Michigan, que foi reconvertida para produzir ventiladores, e foi fotografado sem máscara, apesar do aviso dado pela procuradora-geral do estado, que alertou que Donald Trump podia ser proibido de regressar ao Michigan.

No final, acabou por mostrar a máscara, garantindo que a usou no interior das instalações, mas que a retirou para responder aos jornalistas.

21h40 - Mortes nas favelas do Rio de Janeiro. A imprensa brasileira noticia que as mortes associadas à Covid-19 nas favelas do Rio de Janeiro são superiores ao total de 15 estados brasileiros. Segundo dados avançados, até à tarde de quarta-feira, foram registrados 174 óbitos em 13 diferentes comunidades cariocas.

21h29 - Empresa de Trump despede 250 trabalhadores. A empresa Trump Miami Resorts Management notificou as autoridades do estado da Florida que vai despedir 250 trabalhadores do complexo hoteleiro e de golfe que possui em Doral (Miami-Dade).

21h18 - "A revolta do 1%". É assim que o El País define o movimento surgido no bairro mais rico de Espanha, que se revolta contra as medidas de restrição impostas pelo Governo. O bairro de Salamanca é o epicentro de um movimento contrário às medidas do governo central, que se têm concentrado na rua todos os dias desde o dia 10 de maio. Porém, neste bairro, com 150 mil residentes, está um dos rendimentos médios mais altos de Espanha (rendas por habitação são acima dos 50 mil euros, quando em Espanha a média é de 28 mil euros).

Dizem que o movimento que levam a cabo, Resistência Democrática de Espanha, é apartidário, mas o bairro é, de acordo com a mesma publicação, "um feudo conservador popular". 

21h11 - Balanço global. A pandemia do novo coronavírus já matou 329.799 pessoas e infetou mais de cinco milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, às 19h00 TMG de hoje.

20h59 - O Governo anunciou, esta quinta-feira, que os aviões deixam de ter lotação de passageiros reduzida, de dois terços, a partir de 1 de junho e que o uso de "máscara comunitária é obrigatório" nos aviões.

20h57 Segurança Social de Itália estima mais quase 19 mil mortos. Os dados oficiais das mortes por Covid-19 em Itália pecam por defeito em 19 mil mortos, segundo a segurança social do país, que considera o balanço de 32 mil mortos "pouco fiável".

Num estudo divulgado hoje, o Instituto Nacional de Previdência Social (segurança social italiana) indica que, entre março e abril, foram registados 156.429 mortos, o que representa 46.909 mais do que o esperado, tendo em conta a média constatada nos mesmos meses entre 2015 e 2019

20h34 - Como lidar com o stress durante a Covid-19? O especialista em fisiologia José Soares afirmou hoje que preparar o sono, fazer exercício, ter momentos de relaxamento e alimentação equilibrada são algumas das atividades que podem ajudar a gerir o 'stress' e pressão causados pela pandemia da Covid-19.

19h52 - Já são 12: DGS aprova mais dois estádios para regresso do futebol. O estádio do Bessa, onde atua o Boavista, e o estádio Cidade de Barcelos, onde joga o Gil Vicente, receberam luz verde das autoridades sanitárias para 'reabrir'.

19h30 - Um português recuperou da Covid-19 num hospital de Jersey e, à saída da unidade hospitalar onde esteve, foi fortemente ovacionado e aplaudido pelos profissionais de saúde. O vídeo do momento foi partilhado pelo governo local no Facebook

19h28 - As últimas atualiazações sobre a pandemia a nível local:

  • A mara de Aveiro vai abrir concurso para um novo eixo viário entre a Alameda Silva Rocha e a Avenida Vasco Branco, alternativo à Avenida Lourenço Peixinho, informou em nota sobre as deliberações da reunião de hoje;
  • A mara do Funchal aprovou hoje a isenção de taxas e o alargamento das esplanadas até 31 de dezembro de 2020, como incentivo à atividade económica, no âmbito das medidas de desconfinamento da Covid-19, informou o presidente da autarquia;
  • A mara Municipal de Oeiras e a Rede Aga Khan vão apoiar a Guiné-Bissau com equipamento médico e de proteção individual no âmbito do combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus;
  • A plataforma 'Alimente quem o alimenta', lançada há cerca de um mês, já reúne mais de mil produtores e teve mais de cem mil interações com potenciais compradores, anunciou hoje a ministra da Agricultura;
  • A mara de Aveiro decidiu hoje celebrar um novo protocolo com a Associação Desportiva e Cultural de São Jacinto para a gestão do Apoio de Praia na época balnear de 2020;

19h20 - Entretanto, em Espanha, continuam os protestos contra o governo. Aqui, em Málaga, na famosa rua Larios, por volta das 20h00 (hora local).

19h10 - Donald Trump diz que o seu último teste à Covid-19 deu resultado negativo, mas não sem se baralhar um pouco com as palavras.

Recorde-se que o presidente republicano é submetido a testes de forma regular, assim como os membros do seu gabinete e do seu staff. Também são testadas as pessoas por ele convidadas à Casa Branca e os jornalistas que marcam presença no briefing diário sobre a pandemia.

Dois funcionários da Casa Branca obtiveram resultado positivo no início deste mês, levantando algumas preocupações sobre um possível surto na residência oficial do presidente dos EUA.

19h02 - Moratórias prolongadas. A proposta de lei do Governo que prolonga até 1 de setembro o regime que permite aos inquilinos em dificuldades recorrer a um empréstimo para pagar a renda ou diferir o seu pagamento foi hoje aprovada no parlamento.

18h55 - Restaurante usa manequins para combater sentimento de isolamento. O restaurante 'The Inn', em Washington, decidiu colocar manequins em algumas mesas para que os clientes não se sintam tão isolados.

Notícias ao MinutoColocação das mesas observa as regras de distanciamento social.© REUTERS/Kevin Lamarque

18h38 - Madeira continua sem registo de novos casos pelo 15.º dia consecutivo. A Madeira mantém hoje um total de 90 casos de covid-19, sem novas infeções nas últimas 24 horas, pelo 15.º dia consecutivo, com mais um doente recuperado e 25 ativos, informou a autoridade regional de saúde.

18h35 - A Sérvia anunciou hoje a reabertura das suas fronteiras para sexta-feira e sem necessidade de apresentar um teste negativo ou cumprir uma quarentena, medidas justificadas pelos progressos no combate à pandemia de Covid-19.

18h25 - Jair Bolsonaro sai à rua novamente, para cumprimentar trabalhadores. "Sobre o vírus, mais de metade vai apanhar. Não adianta", disse, parecendo querer convencer as pessoas de que as medidas de contenção são inúteis. "Tomem conta do pai de vocês, eu tomo conta da minha mãe, que está viva, e toca a vida [siga-se em frente]", disse.

18h17 - Hidroxicloroquina. Profissionais de saúde do Reino Unido participam a partir de hoje num ensaio clínico para provar se a cloroquina ou a hidroxicloroquina, fármaco contra a malária que toma o presidente dos Estados Unidos, funciona na prevenção da Covid-19.

18h10 - Balanço em França. O país regista esta quinta-feira 28.215 mortos em resultado da Covid-19, um acréscimo de 83 óbitos nas últimas 24 horas.

17h48 - As últimas atualizações sobre a pandemia a nível regional e local:

  • A maioria dos restaurantes de leitão da Mealhada já reabriu as portas, com lotações reduzidas e cuidados redobrados, mas com confiança reforçada pela inexistência de covid-19 entre proprietários e funcionários que realizaram os testes de despistagem;
  • O bispo da diocese de Bragança-Miranda, José Cordeiro, afirmou hoje que as tradicionais festas religiosas de verão vão realizar-se no Nordeste Transmontano, assim como casamentos, batizados e comunhões com o "bom senso" que a pandemia Covid-19 exige;
  • Os dirigentes da câmara de comércio, da federação agrícola e da UGT dos Açores apelaram hoje à confiança dos consumidores na reabertura de serviços, alertando para os impactos económicos do prolongamento do confinamento devido à Covid-19;
  • O deputado do PPM/Açores Paulo Estevão apresentou hoje um projeto de resolução que defende a aquisição pela região da totalidade do capital social da Empresa de Eletricidade dos Açores (EDA);
  • O Governo dos Açores lançou hoje uma campanha em várias plataformas e nos órgãos de comunicação sociais regionais a apelar ao consumo na reabertura gradual do comércio e serviços em época de pandemia;
  • O clube de natação Aminata, de Évora, prevê um "futuro incerto" devido aos impactos da pandemia de covid-19, apesar de ter obtido um empréstimo e apoio do município para resolver os problemas de curto e médio prazo;
  • A Associação de Estudantes Africanos do Instituto Politécnico de Bragança e a Cáritas Diocesana local juntaram-se numa campanha nacional para ajudar jovens estrangeiros que enfrentam dificuldades devido às restrições da pandemia Covid-19;
  • A Câmara de Idanha-a-Nova vai distribuir 140 computadores e 185 'tablets' a alunos carenciados com o objetivo de lhes proporcionar o acompanhamento do ensino à distância;

17h32 Marcelo Rebelo de Sousa marca presença na reabertura do oceanário. "Eu acho que, nós, portugueses conseguimos na fase do confinamento ter um comportamento exemplar. Isso é reconhecido por todo o mundo. Exemplar porque não foi preciso coagir os portugueses, forçar os portugueses, eles perceberam. Esse confinamento atingiu percentagens de mais de 90%. As pessoas ficaram em casa", disse.

"Portugal foi um exemplo de economia que não parou. Algumas economias estão agora a reabrir atividades que nós não parámos. A agricultura não parou, a indústria não parou, boa parte do comércio e dos serviços não pararam. Mas quem não estava a trabalhar praticou o confinamento numa decisão voluntária de grande maturidade cívica", acrescentou.

17h25 - Marcelo Rebelo de Sousa marca presença na reabertura do oceanário. "O oceanário é um bom retrato daquilo que tem sido o enfrentar da pandemia nos últimos meses. A harmonia entre presidente da República, presidente da Assembleia da República, primeiro-ministro, governo, líder da oposição, partidos da oposição, num debate franco e na aprendizagem de um caminho comum, que os portugueses respeitam e louvam", disse, respondendo a uma analogia sobre a coexistência de várias espécies num mesmo lugar.

17h24 "Normalidade" no primeiro dia de uso obrigatório de máscara em Espanha. Os espanhóis estão a cumprir a obrigatoriedade do uso de máscara nos espaços públicos, que entrou em vigor hoje, com as forças policiais a registarem até ao momento uma situação de "normalidade" e "sem ocorrências".

17h05 - Balanço em Itália. A Itália regista esta quinta-feira mais 156 mortes, associadas à Covid-19, elevando o número total para 32.486. Nas últimas 24 horas, foram ainda contabilizados mais 642 casos de infeção. O valor acumulado é agora de 228.006.

16h58 - Ainda sobre o debate quinzenal. O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, abriu e fechou o debate defendendo que o estado de emergência foi "necessário e proporcional", e sem "laivos de autoritarismo".

16h47 - "Acesso à praia é livre, vermelho não é proibição de entrar". O ministro do Ambiente garantiu hoje que "o acesso à praia é livre" e que o sinal vermelho é um aviso, mas não impede a entrada de pessoas, embora o "incumprimento reiterado" possa levar ao encerramento.

16h40 - Derrota de Trump por causa da Covid-19? Um estudo do Oxford Economics prevê que o presidente republicano dos EUA, Donald Trump, deverá sofrer uma "derrota histórica" nas próximas eleições presidenciais, por causa da crise económica provocada pela pandemia de Covid-19.

16h27 - "Somos uma única raça humana". OMS publica pequeno vídeo onde refere que a Covid-19 "roubou-nos das pessoas que amamos e das nossas formas de vida e sustentos", mas também relembrou "que somos mais fortes juntos".

Recorde-se que a OMS e o Instituto Smithsonian lançaram hoje um guia para crianças e jovens para os ajudar a compreender melhor a covid-19, reconhecendo que o conhecimento sobre a pandemia pode ser "assustador e esmagador".

16h10 - Balanço em Espanha. Espanha regista esta quinta-feira mais 48 mortes associadas à Covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, o país contabilizou um total de 27.940 óbitos desde o início da pandemia no país, em março.

15h51 - Ministra da Saúde, Marta Temido, no Parlamento. A ministra começou por dizer que estes "foram tempos particularmente difíceis para o SNS, que superou uma prova de desempenho". Assumindo ainda "tempos particularmente difíceis na compra de material clínico e não só", sublinhou que "semear o medo e a desconfiança sobre tudo o que foi feito não aproveita a ninguém".

"A desconfiança em quem vende, a desconfiança em quem compra, a desconfiança em quem gere, a desconfiança em quem governa, a desconfiança nos portugueses. Como se não houvesse normas, regras, auditorias, fiscalizações, um Ministério Público independente, entidades reguladores independentes, autoridades judiciárias, um Tribunal de Contas e até uma Assembleia da República, um Parlamento, a quem compete avaliar", disse.

"Já se concluiu que os profissionais de Saúde e os do SNS, em particular, merecem o nosso respeito. Pois os gestores públicos deste país também o merecem", conclui.

15h30 - Chegou aqui agora? Eis um balanço das principais notícias da manhã:

15h13 - Balanço no Reino Unido. O Reino Unido registou, nas últimas 24 horas, mais 338 mortes, o que representa uma ligeira quebra em relação aos dados desta quarta-feira e em que foram registadas 363 mortes. O balanço total é de 36.042 óbitos.

15h12 - Conferência da DGS. Os testes serológicos feitos por entidades como hospitais, instituições académicas, autarquias ou clubes de futebol, serão "tidos em conta" para "uma avaliação da imunização da população" portuguesa face à Covid-19, disse ainda o secretário de Estado da Saúde.

15h11 - Mais de 3 mil profissionais infetados em Portugal. O secretário de Estado da Saúde revelou hoje que há 3.317 profissionais de saúde infetados com o novo coronavírus, responsável pela doença Covid-19, entre os quais 480 médicos e 1.088 enfermeiros.

15h00 - Iniciámos um novo registo diário, se quiser conferir as incidências da manhã, por favor, clique aqui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório