Meteorologia

  • 29 MARçO 2020
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

EUA. Sete pré-candidatos democratas estarão presentes no oitavo debate

Sete pré-candidatos presidenciais Democratas estarão esta noite num debate televisivo no Estado de New Hampshire, que será palco da próxima etapa das concorridas primárias do partido, na terça-feira.

EUA. Sete pré-candidatos democratas estarão presentes no oitavo debate

Com a quase totalidade dos resultados do 'caucus' do Iowa (realizado segunda-feira) apurados, Peter Buttigieg leva apenas três delegados de vantagem sobre Bernie Sanders (num total de 41) e ambos subirão ao palco do debate com larga vantagem sobre os outros cinco.

Elizabeth Warren e Joe Biden -- que são considerados dois dos três melhor posicionados nas sondagens nacionais, ao lado de Sanders - aparecem como os grandes derrotados do Iowa, tendo ficado em terceiro e quarto lugares, respetivamente, mas já disseram que não deixarão o desapontamento com os resultados da primeira etapa desmotivá-los e estão já envolvidos na campanha para a eleição de New Hampshire, na terça-feira.

Este é o oitavo debate da corrida presidencial Democrata, em que os temas incontornáveis serão a análise ao discurso do Estado da União, feito esta semana por Donald Trump, no Congresso, e o balanço do julgamento político do Presidente, no Senado, que terminou na quarta-feira com a sua absolvição das acusações de abuso de poder e de obstrução ao Congresso.

O debate servirá para os candidatos com menos pontos nas sondagens (a senadora Amy Kolbuchar, o empresário Andrew Yang e o filantropo bilionário Tom Steyer) procurarem protagonismo suficiente para se manterem à tona, numa fase crucial destas primárias.

A seguir à primária de New Hampshire, chega a chamada Super Terça-Feira (o dia em que 15 estados participam nas primárias), no dia 03 de março, e nenhum dos 11 candidatos que ainda se encontram em campanha quer ficar para trás nestas semanas decisivas.

Um dos candidatos que não estará em palco (porque decidiu não aceitar donativos e usar a sua fortuna bilionária, o que o exclui das atuais regras para comparecer nos debates), mas que será falado - porque tem sido alvo preferencial de ataques de Donald Trump e está a subir muito nas sondagens -- é Michael Bloomberg, o ex-'mayor' de Nova Iorque, que se apresentou na corrida presidencial Democrata tardiamente.

Contudo, a direção do Partido Democrata já anunciou que vai alterar as regras e que, no próximo debate, no dia 19 de fevereiro, os candidatos já não precisam de ter um número mínimo de donativos para estar presentes, o que dará palco a Bloomberg.

Os critérios para debates e as regras partidárias de campanha têm sido discutidas nas últimas semanas, pelo que poderão surgir durante o debate, assim como os acontecimentos do 'caucus' de Iowa, onde os resultados finais foram muito atrasados por falhas no sistema informático.

Como nos sete anteriores debates, as questões relacionadas com as propostas e o financiamento dos planos de saúde dos vários candidatos serão tema de conversa, sobretudo depois de Donald Trump ter acusado os Democratas de terem soluções "socialistas" para esta área de negócio.

O debate desta noite, em Manchester, New Hampshire, às 20:00 locais (01:00 de sábado em Lisboa), é organizado pela estação televisiva ABC, em colaboração com a estação local WMUR e a Apple News.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório