Meteorologia

  • 19 FEVEREIRO 2020
Tempo
13º
MIN 7º MÁX 19º

Edição

Homem que tentou roubar Carta Magna "duvidava da sua autenticidade"

Mark Royden, que está a ser julgado pela justiça britânica, disse que "merecia uma medalha pelo que fez". Uma funcionária da catedral de Salisbury e turistas conseguiram travar as intenções do homem.

Homem que tentou roubar Carta Magna "duvidava da sua autenticidade"

Um homem que tentou roubar a Carta Magna em outubro de 2018 está ser julgado no Reino Unido e começam a ser revelados alguns pormenores da sua tentativa de roubar o documento com 800 anos da catedral de Salisbury. Um dos procuradores britânicos revelou que após ter sido detido pela polícia, Mark Royden referiu que “duvidava da autenticidade da Carta Magna”.

O procurador Rob Welling frisou que na altura da sua detenção, Mark Royden cheirava a álcool e fazia um discurso “estranho”, no qual fazia referência ao Santo Graal e à necessidade de serem feitos testes à mítica relíquia no caso de alguma vez ser encontrada.

Mais recentemente, no decurso do julgamento, o homem frisou que “merecia uma medalha pelo que fez” e que “poderia ter feito mais estragos se tivesse uma espada samurai”.

De recordar que Mark Royden tentou roubar a Carta Magna partindo a vitrina onde a obra se encontrava com um martelo, mas o vidro resistiu à sua tentativa. Ao perceberem o que o homem estava a tentar, uma funcionária da catedral e um grupo de turistas conseguiram impedir que Royden continuasse a tentar partir a vitrina e evitaram a sua fuga.

O manuscrito em causa data de 1215 e é considerado uma das melhores edições originais da Carta Magna, o documento que limitou o poder dos monarcas em Inglaterra.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório