Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2020
Tempo
21º
MIN 11º MÁX 22º

Edição

Guiné-Bissau: França aguarda decisão de Supremo sobre resultados

O Ministério dos Negócios Estrangeiros francês fez saber hoje que os resultados das eleições presidenciais na Guiné-Bissau devem ser confirmados pelo Supremo Tribunal do país, e que deve haver respeito pelo Estado de direito.

Guiné-Bissau: França aguarda decisão de Supremo sobre resultados

"Aguardamos a confirmação dos resultados da eleição presidencial da Guiné-Bissau pelo Supremo Tribunal de Justiça desse país. O processo eleitoral deve concluir-se proximamente e dentro do respeito pelo Estado de direito", indicou hoje um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros francês.

O porta-voz governamental pronunciou-se após ter sido questionado pelos jornalistas na conferência de imprensa diária, em Paris.

O Supremo Tribunal de Justiça da Guiné-Bissau esclareceu hoje que não falou em recontagem dos votos da segunda volta das eleições presidenciais e que a aclaração do acórdão na ação interposta pelo Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) se refere às "operações do apuramento nacional".

Embora o contencioso ainda esteja a decorrer no mais alto órgão de Justiça da Guiné-Bissau com um recurso apresentado posteriormente pela candidatura de Domingos Simões Pereira, apoiado pelo PAIGC, a Comissão Nacional de Eleições (CNE) divulgou na semana passada os resultados definitivos das presidenciais dando a vitória a Umaro Sissoco Embaló.

Segundo a CNE, Umaro Sissoco Embaló, apoiado pelo Movimento para a Alternância Democrática (Madem G-15), é o novo Presidente da Guiné-Bissau, tendo obtido 293.359 votos expressos, o que corresponde a 53,55%, enquanto Domingos Simões Pereira se ficou por 46,45%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório