Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Licenciado que acabou sem-abrigo saiu da rua graças a colega de faculdade

Uma história de superação nascida de um ato de solidariedade e empatia. Homem de 52 anos de idade vivia nas ruas há dez anos.

Licenciado que acabou sem-abrigo saiu da rua graças a colega de faculdade

A triste história de Shawn Pleasants - um licenciado em Economia pela Universidade de Yale que chegou a trabalhar em Wall Street e que acabou na mendicidade - tinha sido contada pela CNN em setembro do ano passado, no âmbito de uma reportagem mais alargada daquela estação sobre a crise de sem-abrigo no estado norte-americano da Califórnia.

Uma das milhares de pessoas a ler a história do ex-bancário de 52 anos foi Kim Hershman, sua antiga colega naquela que é considerada uma universidade de prestígio (Ivy League) nos Estados Unidos. "Comecei a ler e as lágrimas caíram", indicou a norte-americana, citada pela mesma publicação.

Hershman estava um ano à frente de Pleasants na faculdade, e ambos apenas se conheciam de vista, mas a mulher diz ter sentido um impulso imediato para ajudar, principalmente depois de ler que este vivia num acampamento, com a companheira, a poucos quilómetros de sua casa.

"Estudámos em Yale nos anos 80, havia poucos alunos negros. As coisas agora estão diferentes, mas eu sei que o que quer que ele tenha conseguido, alguma coisa aconteceu, e ele não teve o apoio que talvez eu teria", afirmou Hershman, que agora é consultora empresarial e também advogada.

Depois de encontrar o antigo colega, ofereceu-lhe um sítio para viver, na esperança de o ajudar a retomar as rédeas da sua vida, após 10 anos a viver nas ruas.

Notícias ao MinutoShawn Pleasants e Kim Hershman, na tenda onde o primeiro vivia© Reprodução

Com a ajuda de Hershman, Pleasants saiu do acampamento com a namorada e mudaram-se para uma casa da ex-colega. Agora, planeia abrir um centro para sem-abrigo graças a um fundo criado por antigos alunos de Yale, que foram galvanizados pela advogada.

"Ele inspirou as pessoas e tocou os seus corações, isso significou muito para ele. As mensagens [de antigos colegas, em apoio] foram o que realmente impulsionou Shawn a sair da rua", indicou Hershman.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório