Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Jovem morta pela polícia dentro de casa ao ser confundida com ladrão

O caso aconteceu no Texas e está a gerar uma onda de indignação por o polícia ter disparado através da janela do quarto quase de imediato, matando Atatiana, uma mulher negra.

Uma mulher foi morta a tiro pela polícia através da janela do seu quarto às primeiras horas da madrugada deste sábado. O caso está a gerar uma onda de controvérsia nos EUA.

Atatiana Jefferson, 28, morava em Fort Worth, no Texas, com o sobrinho de oito anos. Este sábado, uma vizinha contactou as autoridades afirmando estar preocupada por ter visto que a porta de casa de Atatiana estava aberta durante a noite.

A câmara incorporada no equipamento de um dos polícias que foi mobilizado para o local mostra os agentes a inspecionarem o perímetro da casa. E eis que um dos polícias vê alguém através da janela. Nesse momento, exigiu que a pessoa que estava no interior da habitação levantasse as mãos e ouve-se o disparo, quase de imediato.

O Departamento de Polícia de Fort Worth explicou, em comunicado citado pela BBC, que o polícia "percebeu a ameaça" e disparou. Entretanto, perante o incidente, foi colocado de licença enquanto o caso é investigado.

Dá conta a BBC que, pese embora as imagens sejam editadas, não mostram os agentes da autoridade a identificarem-se como tal. E não são também mostradas imagens do interior da habitação, mas a polícia diz ter encontrado uma arma no interior. Não resulta claro se Atatiana tinha a arma na mão no momento em que foi alvejada.

De acordo com a versão do advogado da família, Atatiana Jefferson estava a jogar videojogos com o sobrinho quando decidiu analisar o barulho do lado de fora da janela. "A mãe ficou doente, então Atatiana estava a cuidar da casa e adorava estar lá a viver", disse o causídico Lee Merritt. "Não havia motivo para que fosse assassinada. Precisamos de justiça", apelou.

Entretanto, uma onda de indignação tem-se gerado nos EUA porque Atatiana era negra e vários internautas defendem que terá sido esse o motivo pelo qual o polícia a confundiu com um ladrão e disparou, embora estivesse na sua casa. 

O candidato democrata à presidência do Texas, Beto O'Rourke, recorreu às redes sociais para falar sobre a morte da jovem. "Enquanto lamentamos pelos entes queridos de Atatiana, precisamos exigir responsabilidade e prometer lutar até que nenhuma família precise de enfrentar uma tragédia como esta novamente", escreveu no Twitter.

A Associação Nacional para o Avanço das Pessoas de Cor (NAACP) classificou a morte de Jefferson como "inaceitável".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório