Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 22º

Edição

Mulher de Netanyahu exigiu entrar no cockpit de avião porque foi ignorada

Sara Netanyahu terá ficado furiosa porque o piloto não a mencionou na mensagem de boas-vindas. Gabinete do primeiro-ministro não negou o incidente, mas afirma que está a ser "distorcido".

Mulher de Netanyahu exigiu entrar no cockpit de avião porque foi ignorada

A mulher do líder israelita Benjamin Netanyahu “exigiu entrar no cockpit de um avião” depois de ter ficado furiosa porque o piloto não a mencionou quando se dirigiu aos passageiros numa mensagem de boas-vindas, adianta o Channel 12. O incidente aconteceu este domingo durante uma viagem de estado para a Ucrânia.

Sara Netanyahu ter-se-á levantado furiosa e quis falar com o piloto. A situação só não escalou porque a mulher do primeiro-ministro de Israel foi travada pelos guarda-costas.

Depois do incidente, o piloto da companhia aérea El Al fez um novo anúncio através do altifalante do avião para dar as boas-vindas a Sara Netanyahu.

O gabinete do primeiro-ministro israelita não negou o incidente no avião, mas disse que as notícias que estão a circular “distorceram” o que aconteceu.

“Houve um equívoco que foi imediatamente clarificado e o voo decorreu como planeado. A história sobre os guarda-costas é uma mentira completa. É mais uma tentativa de desviar as atenções da importante visita internacional do primeiro-ministro”, frisou um porta-voz.

A El Al também referiu que o voo para Kiev “correu como planeado”.

Sara Netanyahu admitiu este ano ter usado de forma indevida fundos públicos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório