Meteorologia

  • 26 JUNHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Lyon: Terrorismo 'em cima da mesa' e um suspeito 'a monte'

Da explosão que ocorreu em Lyon há 13 feridos a registar.

Lyon: Terrorismo 'em cima da mesa' e um suspeito 'a monte'

Uma bomba explodiu, na sexta-feira, pelas 17h40, no coração da cidade de Lyon, causando 13 feridos ligeiros, entre eles oito mulheres e uma menina de oito anos.

Entardecia na cidade francesa quando, na esquina da Rua Victor Hugo, num local a poucos metros da Place Bellecour, um engenho explosivo reavivava na memória tragédias similares que afetaram o país. O pacote tinha sido ali colocado momentos antes por um homem de bicicleta.

Perante a explosão, rapidamente as ruas das imediações foram evacuadas e isoladas pela polícia, tendo depois o perímetro de segurança sido alargado em virtude de as autoridades terem descoberto duas bolsas numa praça infantil.

A secção antiterrorista da procuradoria de Paris abriu de imediato uma investigação para analisar "uma associação terrorista criminosa". Já ao final da noite, a ministra da Justiça francesa, Nicole Belloubet, explicou que "o suspeito ainda está a ser procurado" e que é "cedo demais" para falar em "ato terrorista".

As autoridades francesas apelaram ao testemunho de pessoas que eventualmente se tenham cruzado com o suspeito, cuja imagem foi captada por uma câmara de videovigilância municipal.

Trata-se de um homem que vestia "uma camisola escura de mangas compridas", "uma bermuda clara", usava capacete, luvas e óculos escuros e deslocou-se numa "bicicleta preta".

Fonte próxima das autoridades confidenciou ao Le Fígaro que o suspeito tem cerca de 30 anos. Até ao momento ainda não são conhecidas as suas motivações.

Emmanuel Macron reagiu por volta das 18h30 de sexta-feira quando entrevistado pelo youtuber Hugo Travers. "Houve um ataque em Lyon, todo o mundo sabe (...) Não cabe a mim fazer um balanço. A priori, nesta fase, não há vítimas. Há pessoas feridas, o meu pensamento está com eles e com as suas famílias ", referiu.

Já o ministro do interior, Christophe Castaner, recorreu ao Twitter para sugerir "instruções de vigilância a todos os autarcas para aumentar a segurança de locais públicos e eventos desportivos, cultos e cultos".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório