Meteorologia

  • 25 JUNHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

'Casa dos Horrores'. Casal Turpin recebe pena de 25 anos a perpétua

Casal que mantinha 13 filhos em cativeiro, submetendo-os a maus-tratos, ouviu esta sexta-feira a sentença, no tribunal de Riverside, na Califórnia.

'Casa dos Horrores'. Casal Turpin recebe pena de 25 anos a perpétua

O casal que ficou conhecido por manter 13 filhos numa 'Casa dos Horrores', na Califórnia, foi condenado a uma pena de prisão de 25 anos a perpétua. 

Esta é uma sentença que nos Estados Unidos pode equivaler a prisão perpétua, uma vez que ambos apenas serão elegíveis para liberdade condicional após 25 anos, que é a pena mínima. O pedido para obter liberdade condicional fica, porém, à mercê de aprovação e pode ser negado.

A sentença foi lida depois de dois dos filhos terem feito declarações. Nenhum dos filhos podia ser identificado ou fotografado a pedido dos próprios, solicitação que o tribunal respeitou.

"Os meus pais roubaram-me a vida, mas eu vou recuperá-la. Estou na faculdade agora e a viver de forma independente. Gosto de estar com os meus amigos e da minha vida", afirmou uma das filhas.

"Vi o meu pai mudar a minha mãe, e quase me mudaram a mim, mas apercebi-me do que estava a acontecer. Imediatamente fiz o que pude para não me tornar neles. Sou uma lutadora, sou forte e estou a avançar na vida como um foguetão", terminou, conforme pode ouvir abaixo. 

Os pais estavam emocionados enquanto os filhos foram fazendo as suas declarações. Louise não conseguiu conter as lágrimas.

Notícias ao MinutoLouise Turpin enquanto ouvia a declaração de uma das filhas.© Twitter

David Allen Turpin, de 57 anos, e Louise Ann Turpin, de 51, estavam acusados de 14 crimes, mas foram alegando a sua inocência até final de fevereiro, quando assumiram a culpa. O julgamento cujo início estava marcado para setembro foi assim cancelado, conforme está previsto na justiça norte-americana.

Considerados culpados, após confissão, falava-se numa pena de 25 anos de prisão a perpétua. A acusação, sublinhe-se, incluía tortura e negligência tão graves que prejudicaram o crescimento normal das crianças, geraram atrofia muscular e deixaram duas das raparigas impossibilitadas de ter filhos.

David e Louise Turpin foram protagonistas de uma das histórias mais chocantes do ano passado. O casal, a morar em Perris, na Califórnia, manteve 13 crianças em cativeiro durante vários anos. Uma delas, Jordan Turpin, de 17 anos, conseguiu fugir, a 14 de janeiro, e chamar a polícia.

Notícias ao MinutoFotografia das 13 crianças da família Turpin© Reprodução Facebook

Quando as autoridades chegaram ao local, encontraram um cenário grotesco. As crianças – termo adotado para todos, embora sete deles fossem maiores de idade – eram vítimas de agressões e torturas, num caso que defenderam ter “circunstâncias extraordinárias”. Uma das raparigas, de 29 anos, tinha 37 quilos de peso.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório